Atualizacao Do Preco Medio Movel Sap




Atualização Do Preço Médio Móvel SapComo o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, veja: Os ursos de mercado ressurgem, os empreendimentos SP 500 sob suporte a curto prazo Editors Nota: Esta e uma edicao gratuita do The Technical Indicator, uma newsletter diaria do MarketWatch . Para obter esta coluna em cada dia de mercado, clique aqui. Testes tecnicos significativos permanecem em andamento em meio ao ressurgimento persistente de dolares dos EUA, e seguindo um lote morno de relatorios de ganhos no inicio do terceiro trimestre. Talvez mais notadamente, o SP 500 esta pressionando o apoio de curto prazo a area de 2.145 de profundidade uma area que define a tensao tecnica imediata do touro-urso. Antes de detalhar a visao mais ampla dos mercados norte-americanos, o grafico horario SP 500s / quotes / zigman / 3870025 / realtime SPX -0,31 destaca as ultimas duas semanas. Conforme ilustrado, o SP estabeleceu uma faixa bem definida de curto prazo. O ponto de ruptura de 2.160 divide o intervalo e e seguido por suporte a curto prazo em torno de 2.145. Para reiterar, o fundo da escala esta sob o cerco cedo na terca-feira. Da mesma forma, a Dow Jones Industrial Average mantem-se em limites de alcance. Dos niveis atuais, a baixa de agosto de 18.247 permanece um ponto de inflexao, melhor ilustrado no grafico diario. Isto e seguido pelo fundo de gama, Dow 18.090, e um piso mais importante correspondente a marca de 18.000. Enquanto isso, o cenario da Nasdaq Composites permanece ligeiramente mais forte. Considere que o indice superou esta semana em 5.340, apenas dois pontos sob territorio recorde. Com a desaceleracao das tercas-feiras, o apoio notavel corresponde ao ponto de fuga 5,287, ilustrado melhor abaixo, e e seguido por um piso mais profundo em torno de 5,250. Ampliar a visao para seis meses acrescenta perspectiva. Nesta visao mais ampla, o Nasdaq registrou nove fechamentos retos sobre o ponto de ruptura 5.287, pontuado por esta semana reteste de territorio recorde. Ainda assim, o indice se aventurou firmemente sob o ponto de fuga terca-feira. A media movel de 50 dias, atualmente 5,245, corresponde de perto ao apoio a curto prazo, e uma violacao causaria danos, potencialmente abrindo o caminho para um piso mais profundo em torno de 5.186. Olhando em outro lugar, o Dow Jones Industrial Average esta atravessando uma gama familiar. O topo gama corresponde de perto a media movel de 50 dias, actualmente 18.371. O Dow nao fechou em cima dos 50 dias desde o dia 8 de setembro. Ao contrario, o fundo da escala corresponde de perto ao ponto de fuga do Dows, em torno da marca de 18.000. O indice nao fechou mais baixo desde julho 7. Visto isoladamente, a acao do preco dentro da escala convida um debate do touro-urso, embora o contexto predominante, no contrapeso, suportasse o caso do touro. Da mesma forma, o SP 500 esta atravessando uma faixa bem definida. No seu caso, a media movel de 50 dias, actualmente de 2.167, e seguida de perto por uma resistencia que varia de 2.175 a 2.180. Por outro lado, um piso de curto prazo repousa em 2.145, e e seguido por um apoio mais importante no ponto de ruptura 2.117. O quadro maior Conforme detalhado na semana passada, o mercado dos EUA no quarto trimestre foi tecnicamente notavel, pontuado por uma fuga ao dolar dos EUA, uma quebra de petroleo em tandem e desagregacao tecnica de ouro. Enquanto isso, os indices de acoes nos Estados Unidos permanecem vinculados ao intervalo, embora tenham agitado o intervalo nesta semana. Considere que o Nasdaq Composite e os industriais da Dow marcaram as elevacoes de duas semanas na segunda-feira (sem quebrar) e reverteram bruscamente da resistencia na terca-feira. Movendo-se para o small-caps, o iShares Russell 2000 ETFs / cotacoes / zigman / 260873 / composto IWM -0.83 pano de fundo continua a ser tecnica. Lembre-se que a notavel resistencia reside em 124,80, correspondendo ao topo da diferenca de setembro, e os dois mais recentes maximos semanais. O IWM encabecou segunda-feira seis centavos mais baixo. Por outro lado, a media movel de 50 dias, atualmente 122,98, oferece suporte desde meados de setembro. O benchmark de pequena capitalizacao se aventurou firmemente no inicio de terca-feira, e um proximo proximo niveis atuais iria infligir danos. Copyright copy 2016 MarketWatch, Inc. Todos os direitos reservados. Ao usar este site, voce concorda com os Termos de Servico. Politica de Privacidade e Politica de Cookies. Intraday Dados fornecidos por SIX Financial Information e sujeitos a condicoes de uso. Dados historicos e atuais de fim de dia fornecidos pela SIX Financial Information. Dados intradiarios atrasados ??por requisitos de cambio. SP / Dow Jones Indices (SM) da Dow Jones Company, Inc. Todas as cotacoes sao em tempo de troca local. Dados da ultima venda em tempo real fornecidos pela NASDAQ. Mais informacoes sobre os simbolos negociados NASDAQ e sua situacao financeira atual. Os dados intradiarios atrasaram 15 minutos para a Nasdaq, e 20 minutos para outras bolsas. SP / Dow Jones Indices (SM) da Dow Jones Company, Inc. Os dados intradiarios da SEHK sao fornecidos pela SIX Financial Information e tem pelo menos 60 minutos de atraso. Todas as cotacoes estao em tempo de troca local. MarketWatch Top StoriesSAP Gestao de Material Perguntas Frequentes Q: Como posso estender todo o material para uma nova fabrica. R: O programa SAP - RMDATIND e usado para criar / atualizar o registro mestre de material. P: Como podemos excluir materiais permanentemente do mestre de materiais A: Usar transacao MM70 - Material Mestre-Outro-Reorganizacao-Material-Escolher. Criar variante com intervalo de selecao de registros mestre de material a ser selecionado para exclusao e manter parametros de execucao. Executar. Utilizar transacao MM71 - Material Master - outro - Reorganizacao-Material-Reorganizacao Criar uma segunda variante Manter os parametros de execucao e executar. Tambem e importante remover os registros manualmente do registro de informacoes, POs, PRs, reserva etc. para exclusao bem-sucedida do material. P: O SAP fornece somente o valor medio movel para o periodo atual, anterior eo ano anterior. A SAP nao fornece transacoes / relatorios que fornecam valor medio movel para uma determinada data. Como posso relatar o preco medio movel para o numero de material 10000000 na fabrica 0001 em 4 de julho de 1998. A: Experimente qualquer uma dessas solucoes: 1. Altere o nivel de atualizacao da estrutura (S031) para diario. Em LIS o valor total eo estoque total estao disponiveis. Divida o valor pelo estoque. E possivel calcular isso dinamicamente quando a analise e executada e para exibir o resultado. 2. Crie sua propria estrutura em LIS e preencha-a copiando o preco medio movel do mestre de materiais toda vez que houver uma transacao. Voce tera dados sobre os dias em que houve uma transacao. P: Definimos todas as variaveis ??para os materiais. No entanto, quando eu tento usar o MAT MAT1 Material matchcode, recebo a resposta Nao possiveis entradas encontradas. Porque A: Matchcode i. d. B, Material por lista de materiais tem uma condicao de selecao para o campo STLNR NE. STLNR e o numero de BOM associado a um material na tabela MAST. Dai a mensagem - nao ha entradas possiveis. Aparece se nao houver nenhuma lista de materiais associados com seus numeros de material. Voce obtem os codigos de partida, desde que o material referido por voce tenha o numero da lista tecnica associado a ele. O que e a solucao A: Pressione a seta para baixo no campo de numero de material e o codigo de correspondencia B e exibido, pressione F5 de dois cliques no matchcode identidade M, em seguida, pressione F6. Isto ira definir matchcode M como o padrao. P: Temos um mestre de materiais. X ea unidade de medida e pcs e dois numero de serie. A, B Para este material nos fazemos dois Pos primeiro PO chama o material X. 1 pcs o preco 100 (usara o numero de serie A) O segundo PO chama o material X. 1 pcs o preco 250 (usara o numero de serie B) a entrada de mercadorias e feita e por Numero de serie de enchimento para o punho PO com A e o segundo PO com B. Eu quero transferir material X numero de serie A para outra planta e quero a avaliacao deste material como 100. Como eu posso fazer isto. R: Use a avaliacao dividida. Os estoques podem ser recebidos em locais de armazenamento separados. Os estoques de transferencia podem ser feitos de um local de armazenamento / planta para outro local de armazenamento / planta. P: Queremos alterar o calculo do preco medio movel. Sabemos que o mesmo esta em MBEW-VERPR e duas transacoes a considerar - MRHR, MB01. Existe uma transacao para mudar MAV ou todos os lugares que e necessario A: Qualquer Entrada de mercadorias ou emissao (em caso de material dividido de avaliacao) Mudanca Preco medio, dependendo do tipo de avaliacao que e usado ao publicar a saida de mercadorias. Voce tem que passar por todas as transacoes envolvendo aqueles Por exemplo: Material X esta usando a avaliacao dividida por origem: Malasia. MAV 60 USD - estoque total 100 unidades India: MAV 50 USD - estoque total 200 unidades Estoque total 300 unidades MAV 53.33 Aqui. As questoes de bens tambem afetarao o MAV global, apesar de nao mudar MAV do pais de origem. Q: Qual e o uso de material configuravel. R: O material configuravel e util se voce tiver um grande numero de combinacoes de pecas que entram em um produto. Significa diferentes permutacoes e combinacoes das partes para o mesmo material. Se voce mantiver um codigo de material exclusivo para cada combinacao. Voce precisa de um grande numero de numeros de material. O KMAT pode ser usado em um caso em que voce mantenha apenas um codigo de produto generico. Uma super-lista tecnica e mantida para tal material consistindo em todas as alternativas possiveis. Um encaminhamento tambem e mantido consistindo em todas as operacoes possiveis que poderiam ser usadas. O material tipicamente configuravel e usado no ambiente Made To Order (MTO). No entanto, configuracoes frequentemente ordenadas podem ser planejadas com uma variante de material que precisa ter um registro mestre de material. Assim, as variantes de material podem ter estoque e valor. Dependendo dos valores de caracteristica escolhidos na entrada da ordem do cliente, a Lista de materiais da ordem do cliente e criada. As operacoes de roteamento tambem sao escolhidas dependendo de quais componentes de lista tecnica sao atribuidos a eles. P: A Lista de Origens sera automaticamente exibida no Mestre de Materiais como padrao se mantida em nivel de fabrica usando o OME5 A1: Se voce manteve o requisito de lista de fontes no OME5 e nao manteve a lista de fontes do material. Po nao pode ser liberado. Voce e obrigado a manter a lista de origem de todos os materiais na planta onde o indicador e definido se voce manter a lista de origem no nivel da planta. Caso contrario, voce pode usar o registro info para faze-lo automaticamente. P: Temos uma empresa com uma fabrica e outra com uma organizacao de vendas. Qual e a melhor opcao entre estes - PO ou ordem de transferencia de estoque. R: As ordens de transporte de acoes da empresa cruzada podem ser feitas. Configurar usando a transacao OMGN. Dependendo das plantas de envio e recebimento, mantenha a organizacao de vendas e os dados do cliente na personalizacao. Manter a fabrica fornecedora como um fornecedor e anexar a planta ao fornecedor no Mestre do Fornecedor. O tipo de material deve ser HALB ou HAWA. Assegurar que a empresa com a organizacao de vendas tem uma fabrica para cuidar da meia. O PO utilizado e NB e nao PO de transferencia de estoque. Configure o SD para o faturamento entre empresas para ativar o processo de precificacao para faturamento. Efetuar a entrega atraves da lista de entrega de processo e de faturamento atraves da lista de faturamento do processo devido. P: Podemos tornar o campo obrigatorio. Nos queremos fazer um valor padrao para um campo Particular no Material Master. Digamos, queremos que o indicador de periodo na visao MRP2 como P. Qual e a melhor maneira A: Use variante de transacao. Transacao SHD0 e, em seguida, transacao SE93. P: Como podemos rastrear as requisicoes que tem o conjunto de indicadores de exclusao. Podemos acompanhar a data em que o indicador de exclusao foi definido? A: Voce pode consultar as tabelas de alteracoes de documentos cdpos e cdhdr. Voce tambem pode consultar a transacao ME53 no menu de caminho goto-statistics-changes, onde as trilhas de auditoria completas de alteracoes, incluindo exclusao sao armazenadas. P: E possivel gerar a requisicao de compra (PR) com referencia ao acordo de agendamento. R: O PR pode ser criado com referencia a outro PR e nao pode ser criado referenciando um PO ou Agendamento de contratos. O agendamento do ampere do PO e criado e controlado por organizacoes comprando. PR pode ser criado por mesmo os usuarios finais. Para criar PR com referencia a outro PR, siga o caminho do menu: Purchasing-Requisition-Create. Requisicao - Copiar referencia e entrar. No entanto, o requisito pode ser gerado com referencia ao acordo de agendamento quando o MRP e executado. Para que isso aconteca, a lista de fontes deve ser mantida para essa combinacao item-fornecedor e o MRP deve ser configurado corretamente. P: Onde posso localizar o ultimo pedido e o ultimo numero de ordem de compra de um material A: Logistica-Gestao de materiais-Compras-Dados mestre-Info registro-Lista exibir-Ordem Historico de precos P: A geracao automatica de PO e usando Automatica atraves da opcao de requisicao de compra na compra - Requisicao - Funcoes de acompanhamento - Criar pedido. No entanto, o PO nao pode ser criado automaticamente apos a execucao do MRP. Existe uma disposicao no SAP para liberar pedidos automaticamente apos a execucao do MRP. R: Marque os campos PO e Lista de origem automaticos na vista de compra do mestre de materiais para os fornecedores nos quais voce gostaria de lancar PO automaticamente. Criar um registro info de compra. Criar lista de origem. Na ultima coluna na tela de detalhes da lista de origem, verifique o campo relevante para MRP definir os parametros corretos para executar o MRP. Mas o PO nao pode ser criado automaticamente apos a execucao do MRP. O sinalizador de criacao automatica de PO permite que voce execute um trabalho em lote que converta todas as requisicoes de compra selecionadas para serem convertidas em plano de fundo. Voce pode considerar agendar acordos se desejar que o MRP lance ordens de compra. Defina o sinalizador na lista de origem para o acordo de agendamento como 2 permitindo que o MRP expulse os cronogramas de remessas para requisitos futuros. Se voce quiser corrigir a programacao dentro de um determinado periodo, voce tem duas opcoes. 1. Usando a zona firme - firma todos os pedidos dentro desse periodo. Consulte tela de dados adicionais do plano de remessas no nivel de material do fornecedor. 2. Tempo de planejamento - todas as novas encomendas fora do horizonte de planejamento - consulte MRP 1 vista do mestre de materiais Q: Gostaria de converter MRP gerado 100 PRs em 100 POs automaticamente. Nao um por um manualmente. E possivel A: Usar a transacao ME59 P: Como posso imprimir um relatorio de recibos nao faturados que mostra as ordens de compra para as quais os produtos sao recebidos. Mas ainda nao faturado. Solicitamos este relatorio com subtotal e vinculado a Recibos nao faturados Conta do Razao A: O relatorio RM07MSAL analisa os saldos GR / IR de acordo com as mercadorias recebidas mas nao faturadas e as faturas recebidas quando o bem nao foi totalmente entregue. P: Como posso calcular o preco liquido de um inforecord para uma determinada data A: Executar simulacao de preco no LIS-Purchasing no registro Vendor-info e Especificar a data necessaria. (Codigo de transacao e. MEIL) P: Podemos liberar uma ordem de compra com preco igual a zero. (Como na Ordem de Vendas sem SD) A: Crie o PO com campo IR desmarcado na tela Detalhes do item e altere o preco do item de linha para 0. P: O preco liquido e calculado somando o tipo de condicao do preco bruto E subtraindo / adicionando todos os tipos de condicao do tipo desconto / sobretaxa, respectivamente. Qualquer tipo de condicao que nao esteja marcado como estatistico sera considerado para calculo de preco liquido. Temos uma sobretaxa que nao e marcada como estatistica e deve ser incluida no preco liquido, mas excluida no valor da base de tributacao. Posso ter um procedimento onde os impostos sao calculados sobre o preco liquido calculado ate o tipo de condicao NAVS e, em seguida, ter essa sobretaxa adicional tipo A: Criar esquema de precos com todas as condicoes nao marcadas na coluna estatistica se voce precisar de todas as condicoes Registro a ser calculado. Por exemplo. Com este Esquema: - O Valor Liquido sera calculado a partir de PB00, RA01, ZMUP, ZDIS. - O imposto sera calculado a partir de PB00, RA01, ZMUP. O valor total sera calculado a partir do valor liquido e do Imposto. Assim, o ZDIS sera incluido no Valor Liquido e excluido para Imposto. P: Podemos alterar o nome do Fornecedor em um PO lancado em outro Fornecedor A: NAO. Voce pode criar outro pedido no fornecedor exigido fazendo referencia a qualquer pedido. P: Queremos devolver material nao utilizado adquirido de um fornecedor e atualizar estoque ou conta de despesas. Como fazer isso com eficiencia A: 1. Use o tipo de movimento - 122 para reverter o recebimento e reabrir a ordem de compra. Isso pode ser feito se voce puder identificar o PO contra o qual o material foi recebido. E tambem o credito deve ser igual ao preco do PO 2. O tipo de movimento especial precisa ser configurado se o pedido nao for conhecido. O preco pode ter que ser negociado com o fornecedor. P: Como definir uma nova moeda. Como posso definir o numero de casas decimais mais de dois A: Definir uma nova moeda no Customizing com transacao OY03 Se voce alterar a moeda atual, todos os seus documentos contabeis serao reavaliados pelo R3 e isso pode afetar adversamente seus financeiros. Utilize a transacao OY04 para atribuir o numero de digitos a nova moeda OBBS para definir os fatores de conversao para a conversao de moeda OB08 para introduzir as taxas de cambio XK02 para atribuir nova moeda ao fornecedor Master ME11 para criar um registro de compra Crie documentos MM com o novo preco. No entanto, voce observa que os documentos contabeis ainda refletira o preco de 2 digitos e arredondado para o mais proximo 1 / 100th. Q: Nosso fornecedor entrega seu produto para um leilao. Nos vende-lo em leilao e pagar o fornecedor. Qual e a melhor maneira de lidar com isso? Voce pode tentar o processo de consignacao. Neste processo, o Fornecedor detem os bens ate que sejam vendidos. O preco para o fornecedor pode ser redefinido quando as mercadorias sao vendidas em liquidar responsabilidades de remessa. P: Como posso abrir um periodo MM anterior. A: Transacao - MMPV Caminho de menu - Logistica-Gestao de materiais-MaterialMaster-Outros - Periodo de fechamento Q: Podemos tornar um determinado indicador obrigatorio. Posso ter um valor padrao para o indicador ao criar o mestre de Material que pode ser alterado posteriormente no MM02 A: Tente usar a variante de transacao, o codigo de transacao SHDO. E entao SE93. Em SE93 escolher a opcao de variante de transacao P: Como posso gerar um relatorio de PO cancelado. A1: Use uma consulta com tabela EKKO cujo campo LOEKZ e o indicador de exclusao. A2. Ir para a tela inicial de compra. Em seguida, va para COMPRA - LIST DISPLAYS - POR PO NUMBER - EDIT - DYNAMIC SELECTION. Isso permite que voce selecione determinados campos da tabela EKKO e tabela EKPO. O indicador de eliminacao tambem pode ser visto aqui. Use selecoes dinamicas para determinar seus criterios de selecao e executar o relatorio. A3: Voce tambem pode fazer isso atraves do IMG Ir para a transacao OMEM ou caminho do menu - MM - Compras - Relatorios - Manter listas de compras Clique no escopo da lista Criar nova entrada. Verifique no campo Alterar Documentos. Nomeie o novo escopo com o nome relevante. Isso aparecera agora no campo Escopo da lista em todas as telas de exibicao da lista de compras. A saida mostrara os detalhes das alteracoes como data e hora da alteracao, valor antigo, novo valor etc. P: Como podemos detectar uma alteracao em uma ordem de compra. A: Para alteracoes de nivel de cabecalho: Va para Cabecalho - Estatisticas - Alteracoes Para alteracoes de nivel de item: Ir para item - Estatisticas - Mudancas P: Queremos exibir uma tela para mostrar o valor total de PO antes de salvar o PO para que o usuario Pode decidir se deseja salvar o PO ou descarta-lo. Qual e a melhor maneira. R: Tente usar EXITSAPLEINS001. E inserido durante a operacao de salvaguarda de um PO. Voce pode revisar o PO, apresentar uma caixa de dialogo popup usando uma das funcoes POPUP permitindo ao usuario decidir se quer salvar ou abortar o PO. P: O texto do item de pedido de pagamento esta sendo adotado a partir do mestre de materiais. O texto tem status adotado e nao e armazenado nas tabelas de ID de texto STXH e STXL. Assim, o programa de impressao nao consegue imprimir estes textos. Como podemos resolver isso? A: Os textos de ordem de compra podem ser adotados a partir do registro de informacoes ou do mestre de materiais. Todos os textos finalmente sao armazenados na tabela STXH com diferentes objetos de aplicacao de texto. Incase do texto do cabecalho do PO e EKKO eo texto do artigo do PO e EKPO. Mesmo que os textos sejam adotados a partir de qualquer um destes, existe a possibilidade de que ele possa ser alterado em nivel de OP. Aqui ele sera armazenado com o objeto EKKO ou EKPO. Nao ha necessidade de armazena-lo no nivel do pedido se nao houver nenhuma alteracao no texto no nivel do pedido. Experimente estes: Verifique se ha textos em EKKO ou EKPO (dependendo do cabecalho ou nivel do item) Se nenhum texto for retornado, verifique o objeto EINA para o registro info ou MATERIAL para o texto mestre de material longo (a tabela e igual a STXH) Q: Uma ordem de compra podemos ver que existe a Info rec. Atualizacao na tela de detalhes do item da caixa. Como podemos alterar a configuracao padrao para esta caixa. Em MM Configuracao de compras (use Codigo de transacao: OMFI), voce pode atribuir o valor padrao dos registros de informacoes atualizados para os compradores e depois atribui-lo atraves do parametro ID EVO (verifique a documentacao da configuracao) Q: Quero ter varios enderecos de um fornecedor Suponha que temos 25 enderecos para uma empresa, qual e a melhor maneira sem criar 25 empresas separadas e seus enderecos A: Voce pode resolver este problema usando as funcoes de parceiro. Usando Transaction WOLP, as funcoes de parceiro e os esquemas de parceiros a nivel de fornecedor e de compra de nivel de documento podem ser definidos. Crie tantos numeros de fornecedores quanto necessario (digamos 25 - neste caso) e atribua as respectivas funcoes de parceiro. P: A lista de fontes e criada para um material ie. A lista de fontes necessaria esta marcada. Quando um PO e criado, um fornecedor diferente ainda pode ser selecionado e mesmo se o indicador de reparo na lista de fontes estiver marcado, o sistema so exibira a mensagem de aviso. Como podemos corrigir uma ordem de compra somente para um fornecedor de correcao para um material. A1: Tente alterar a mensagem de aviso em uma mensagem de erro. Anote o numero da mensagem. Em seguida, use o menu OLME - Ambiente - mensagem do sistema. A2: Assinale o indicador Lista de Fontes no mestre de materiais (visualizacao de compras). Ao assinalar isso, o suprimento so sera possivel a partir de fontes especificadas na lista de fontes. Voce tambem pode pensar em tornar o campo obrigatorio no mestre de materiais. P: Queremos o codigo do fornecedor como abc1234 onde os primeiros 3 caracteres sao alfa e os ultimos quatro digitos sao numeros de serie de digitos. Qual e a solucao A: Use uma saida de usuario. Com este usuario sair, voce pode verificar, mas nao pode forcar o usuario a inserir o valor corretamente. P: Queremos configurar uma lista de Fornecedores Preferenciais para permitir que os usuarios determinem o Fornecedor a ser chamado para o material necessario ao elevar a Requisicao. Qual e a melhor maneira. Use a transacao ME01 para manter a lista de fontes. No fornecedor preferido, clique na caixa de selecao Corrigir. Por este fornecedor preferido e atribuido automaticamente sempre que a funcao Seguir e chamada para o seu PR (Criar pedido). Q: Qual e a maneira SAP padrao para excluir todos os fornecedores centralmente do sistema A: 1. Marque fornecedores para exclusao: XK062. 2. Execute o SAPF047 que cria uma entrada em uma tabela SAP interna que e usada posteriormente. 3. Execute SAPF058. Verifique as caixas de dados Master Master e MM Data em Test Run off. Insira as organizacoes de compras. 4. Execute SAPF058. Verifique as caixas de registro Master General e FI Data, Test Run off. Insira as organizacoes de compras. Programador ABAP pode criar um programa ABAP para faze-lo. P: Como podemos criar um documento de inventario com todos os seus materiais para contar em vez de gerar um documento para cada material A1: Voce pode executar a transacao MI01 - fazendo referencia ao local de armazenamento do amp da planta. Voce pode entao entrar como muitos materiais de inventario como voce quer. A2: Defina o numero maximo de itens para dizer 50 usando Transaction MICN. O mesmo pode ser predefinido usando transacao OMCN. P: Como a conta GR / IR esta relacionada ao Inventario. R: Se voce estiver envolvido com o inventario, entao voce precisa da conta GR / IR (conta de inventario) quando o IR e lancado. Se voce nao estiver envolvido no inventario, o sistema nao precisa da conta GR / IR quando o IR e lancado, o sistema precisa de um G / L em vez da conta GR / IR. Q: Tentamos RMCB0300 para descobrir o valor logico para estoque item por data. Mas apos a reavaliacao, o valor do estoque e suportado por mes em vez de data. Como podemos encontrar o valor logico para estoque item por data. A: Use Transaction MC49 Caminho do menu: 1. Sistemas de informacao - Logistica - Gestao de inventario-Material - Document Evaluations - Valor do estoque - Inventario medio ou 2. Logistica - Controle logistico - Controle de estoque - Avaliacao do documento - Valor da acao - Valor medio do estoque. Q: Como podemos transferir estoque de um fornecedor para outro fornecedor. R: DO 542 e depois 541 para o novo fornecedor. P: Como posso cancelar uma fatura publicada. A mensagem de erro BSEG-GSBER nao e um campo de entrada esta aparecendo. Mesmo nota OSS -94932 nao ajudou. R: O erro e devido a supressao do campo Area de negocios no grupo de status do campo. Devido a isso, ao inverter o documento, o sistema encontra este campo e suprimido e, portanto, nao avancar mais. Localize o grupo de status do campo para a conta recco inserida no mestre do fornecedor ea variante de status do campo relevante. Em IMG, va para FI Global settings-Documents-Line items-Control-Manter a variante de status de campo. Aqui para a variante de status de campo relevante eo grupo de status de campo, voce pode encontrar o campo de area de negocios foi suprimido. Q: Um local de armazenamento de planta diferente pode ser atribuido ao armazem de qualquer Planta. Mas o local de armazenamento diferente dentro da mesma planta nao pode ser atribuido ao mesmo numero de armazem. Por que. R: Diferentes locais de armazenamento de diferentes plantas podem ser atribuidos ao mesmo deposito. Mas diferentes locais de armazenamento dentro da mesma planta nao podem ser atribuidos ao mesmo numero de deposito. Esses locais de armazenamento podem ser definidos como tipos de armazenamento ou secoes de armazenamento. P: Nos estamos usando somente compartimentos fixos e nao queremos usar a criacao automatica do escaninho nem nenhuma estrategia para remover / carregar mercadorias para o armazenamento. De que forma a Ware Housing me ajuda. A: Voce pode ir para o modulo Ware House se, voce tem materiais em mais de um bin voce gerenciar varios tipos diferentes de armazenamento (rack de alta, bloco.) - voce precisa de um controle muito flexivel para impressoes Planejamento Baseado no Consumo P: Nos temos um Procedimento de tamanho de lote aqui que esta criando mais propostas de ordem. Como voce define o valor limite para o numero maximo de propostas MRP ordem por data em IMG A: Em personalizacao, brincar com gerenciamento de materiais / planejamento baseado em consumo / manter todas as plantas Q: Qual e a diferenca entre consumo planejado e consumo nao planejado. O calculo de estoque de seguranca pode ser feito em qualquer um destes A: Ao personalizar tipos de movimento (OMJJ) e definido como a que conjunto de valores de consumo e postado durante o movimento de material. Para alguns pode sempre ser o consumo total e para alguns e sempre o nao planejado e para alguns e dependente se as questoes foram feitas com referencia a uma reserva ou seja. Um consumo planejado. A maneira como esses valores de consumo sao levados em conta no MRP e definida na customizacao de tipos MRP. Para o Planejamento de ponto de reabastecimento (VM), o consumo total e utilizado para calcular o estoque de seguranca e o ponto de reabastecimento. Para Planejamento baseado em previsao (VV), o consumo total e usado para construir a previsao que sera usada para compilar as propostas de ordem. Para o MRP deterministico (PD), o consumo nao planejado e utilizado para calcular a previsao, que por sua vez e adicionada a demanda real. P: Estamos tentando usar reservas para bloquear nosso estoque de planta nao-restrito existente contra um item de linha de pedido de vendas. Mas a reserva esta incluida no arquivo de planejamento quando o MRP e executado. Desejamos desativar a reserva no MRP. Como posso fazer isso A: Use a transacao OPPI. Caminho do menu. Customizing-Planejamento-MRP-Planejamento-MRP Calculos-Stock-Definir Disponibilidade Cheque bloco Stock Q: Nao queremos converter P pedidos lanned para requisicoes em nossa MRP executar e manter alguns materiais na etapa de ordens planejadas. Podemos fazer isso? A: Verifique o indicador na transacao OPPR. Atribua o indicador especificando ordens planejadas somente. P: Poderiamos criar duas ordens de compra para quantidades de amplitude de quantidade total de uma requisicao de compra. Duas entradas de mercadorias e recibos de fatura em suas respectivas OPs. Como podemos evitar esse tipo de dupla transacao. R: Para OPs: Defina autorizacoes funcionais de compradores no customizing para compras, la voce pode desmarcar PO sem referencia permitida. Autorizacao funcional dos compradores. Say abc pode ser criado usando o codigo de transacao OMET. Atribua essa abc a um usuario especifico usando ID de parametro EFB (trans su52). Para GR e IR: Faca a mensagem de aviso como um erro na personalizacao de mensagens em Gerenciamento de estoque ou Verificacao de faturas, respectivamente. Para IR: Marque o indicador no mestre do fornecedor para verificar as faturas duplas. Q: Existe uma transacao ou Relatorio disponivel para ver a quantidade de um material em particular onde a saida de mercadorias e feita usando o tipo de movimento 551 A: Se voce deseja gerenciar o inventario de Sucata, crie outro ID de material para sucata e receba como sub - produto. Quando voce emite bens contra Movimento tipo 551, o material e removido do inventario por escrito-lo fora dos livros. P: Queremos executar o planejamento de varias fabricas para 3 plantas A, B e C. onde os requisitos das plantas A e B sao transferidos para a Planta C. A planta C devera consolidar o requisito e converter esses requisitos em requisicoes e depois em POs. Quando fazemos um planejamento na fabrica C, nao conseguimos ver os requisitos para a planta A ea planta B. Estamos usando a chave de suprimento especial 40 para todos os materiais planejados. Podemos fazer planejamento multi-planta ao nivel da planta, bem como nivel de material A: A chave de suprimento especial e definida para a planta de planejamento e nao contem planta de fornecimento. Esta chave pode ser copiada para criar uma nova chave. Em seguida, entre na planta fornecedora. Use esta chave no mestre de materiais. Agora todos os requisitos das plantas A e B serao chamados na planta de planejamento C. P: Estamos fazendo a entrada de mercadorias com PO. Como podemos descobrir se existe alguma SAIDA DO USUARIO disponivel que e acionada antes que o documento seja salvo. R: A saida do usuario no seu caso pode ser MBCF001 e usar a transacao SMOD para procurar saidas do usuario. Q: No esquema de precos MM. Ha uma lista de selecao de A para M e de 1 a 8. Como podemos fazer uso do campo sub-total da condicao. R: O campo Subtotal no esquema de Precos e util no numero de casos. Para Ex: 1 e Transferir valor para KOMP-KZWI1. 7 e usado para decidir sobre a base para a qual calcular a liquidacao subsequente do desconto. S e usado para o liquido final incluido, desconto de dinheiro, descontos e quaisquer outras condicoes, incluindo estatisticas Para relatar em LIS Usado no layout para impressao. P: Existem algumas queixas de que, embora os dados estejam corretos em Informacoes do Usuario (USR03). A ordem de compra esta sendo impressa com informacoes erradas. Por exemplo: numero de telefone. Onde posso encontrar informacoes corretas do grupo de compras A: As informacoes do grupo de compras estao na tabela T024. Q: Quais sao as tabelas geralmente usadas para consultas MM. R: Algumas tabelas estao listadas abaixo. No entanto, uma serie de outros podem ser vistos usando a ajuda tecnica apos a ativacao da consulta Q: Quais sao os codigos de transacao tipica para IM amp PO. R: Os codigos de transacao podem ser verificados usando o caminho do menu System-Service-Status. Os codigos de transacao IM comecam com MBxx. Os codigos de transacao PO comecam com Mexx. P: Durante uma boa emissao para um produto de inventario (HIBE), atribuimos pela atribuicao automatica de contas uma conta GL em relacao a classe de avaliacao do produto. No entanto, gostariamos de alterar esta conta GL automaticamente, dependendo do centro de custo solicitado pelo produto para consumo. Como podemos faze-lo A: Tente OKB9 onde voce pode encontrar a tabela de classificacao contabil do centro de custo. No entanto, esta conta GL torna-se predefinida para todos os produtos utilizados pelo centro de custo. Observe que a chave de processo GBB / VBR regula a contabilizacao de credito para problemas de centro de custo em Atribuicao automatica de contas (AAA). Se voce quiser alterar Atribuicao de contas para materiais de excecao. Tente as seguintes opcoes: 1. Para todos os materiais de excecao, defina uma nova classe de avaliacao e configure todas as contas de lancamento de inventario para essa classe de avaliacao de excecao. Aqui o AAA automaticamente pega o G / L a / c. 2.Na tela de inventario permite que o usuario digite G / L a / c manualmente. Configure the IMG in inventory so that user account overrides the AAA determined account 3. Define a new movement type by copying 201 to say 901. Then in Valuation IMG define a transaction key for 901 under account grouping for movement. Tipos. Define G/L accounts for this new transaction key. For exception issues users have to use this new movement type. Q: We have specified in MRP for requisitions to be created. The document type of the requisitions created is always the type NB. How can we change the document type created A: Refer transaction OMH5. Define the document type required that you want in ME51. Q: We have created a workflow for the purchase requisition approval process. When the event (BUS2009, RELEASESTEPCREATED ) is triggered to kick off WF. the following error message is appearing Work item XXXXXX: Linkage to object BUS2009 event REJECTED cannot be written. Diagnosis: The instance linkage between the required event and the specified work item cannot be entered in the type linkage table of the event manager. The reason is either a database error or an error when generating internal linkage numbers. What to do: Check the number range object SWEEVTID How can this be fixed 1. Must update the number range for events object SWEEVTID with transaction SNRO. Ex: SWEEVTID: 01 000000000001 999999999999. 2. SWE2, double click on BUS2009 entries, check GLOBAL field, ENABLE field will be updated 3. Error when executing the Workflow. Transaction code SWLE not defined. Apply OSS note 43986 to fix. Q: How can we make a Taxcode as default on purchase order item detail screen. A1: Use condition type NAVS with access sequence 0003 to default the taxcode in the purchase order item using conditions. A2 . Go to IMG. Materials Management - Purchasing - Purchasing order processing - define screen layout at document level. Search for the transaction ME21.Double click on ME21. Then search for TaxCode. It is advisable to configure also the info record. The tax code should be a required entry, and whatever you specify here will be the default value in the Purchase order. Materials Management - Purchasing - Purchasing info record - define screen layout. When you get here you search for the transaction ME12,double click here search for Input VAT indicator. Q: We have defined EA (each) as 0 decimal place in configuration. But transaction ME2L shows this field with three decimal places. How can I change to actual number of decimal places. A: The quantity (MENGE) in that report must have been set for 3 decimal places. Table EKPO may have to be corrected accordingly. Q: We have created a new movement type and assigned to a schedule line. When goods issue is posted, message - movement type zzz is not allowed for customer goods movement Why A: Use transaction code OMJJ and check the Allowed Transactions for customizing movement types. Q: Is it possible to generate packing list for goods issued in MM A: SD amp Ware House management have the functionality of picking/Packing lists. Q: The following is set up for workflow: Workflow organization Structure with 2 positions is created and assigned a person to both positions Assign tasks to agent TS 00007986 Requisition release - TO JOBS TS 00008014 Purchase requisition release refused - GENERAL TS 00008018 Requisition released - GENERAL TS 00008348 Requisition release reset - GENERAL WS 00000038 Workflow for purchase requisition release - TO JOBS 3.Activate event linkage WS 00000038 Workflow for purchase requisition release WE BUS2009 RELEASESTEPCREATE Purchase requisition Release step create is activated 4.Activated release codes for workflow 1 Role resolution with group, code, and plant (T16FW) 5.Assigned release codes to agent (JOBS created in 1) The following error appears Work item 60772: Linkage to object BUS2009 event REJECTED cannot be written. A: Use transaction SWE2. Make sure object BUS2009 event REJECTED is enabled. Todos os conteudos do site sao Copyright copy www. erpgreat e os autores do conteudo. Todos os direitos reservados. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. erpgreat nao esta afiliado a SAP AG. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. O conteudo deste site nao pode ser reproduzido ou redistribuido sem a permissao expressa por escrito de www. erpgreat ou autores de conteudo. Como o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material esta sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP Calculara valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Vendor Account 120 Total stock qty 10, Total value 120, MAP 12.00 Moving Average Price: Value Calculation When a material is subject to moving average price control, the system calculates values for goods movements in the following way: Moving Average Price: Value Calculation For more information and examples of postings and value calculations for materials subject to moving average price control, see:SAP Material Management Frequently Asked Question Q: How can I extend all material to a new plant. A: The SAP program - RMDATIND is used to create /update material master record. Q: How can we delete materials permanently from Material master A: Use transaction MM70 - Material Master-Other-Reorganization-Material-Choose. Build variant with selection range of material master records to be selected for deletion and maintain run parameters. Executar. Use transaction MM71 - Material Master - other - Reorganization-Material-Reorganization Build a second variant Maintain run parameters and execute. It is also important to remove the records manually from info record, POs, PRs, reservation etc for successful deletion of the material. Q: SAP only provides moving average value for current, previous period, and previous year. SAP does not provide transactions/reports that will provide moving average value for a given date. How can I report moving average price for material number 10000000 at plant 0001 on July 4, 1998. A: Try any of these solutions: 1. Change the updating level of the structure (S031) to daily. In LIS the total value and the total stock are available. Divide value by the stock. It is possible to calculate this dynamically when the analysis is run and to display the result. 2. Create your own structure in LIS and populate it by copying the Moving Average Price from the material master every time there is a transaction. You will have data on those days when there was a transaction. Q: We have defined all the variables for the materials. However, when I attempt to use Material Matchcode object MAT1, I get the response No possible entries found. Why A: Matchcode i. d. B, Material by bill of material has a selection condition for field STLNR NE . STLNR is the BOM number associated with a material in table MAST. Hence the message - no possible entries. pops up if there are no bills of materials associated with your material numbers. You get the matchcodes as long as the material referred by you has BOM number associated with it. Q: The matchcode object selection is defaulted to matctcode ID B. Iwould like to change to M Material by Description What is the solution A: Press the pull down arrow on the material number field and matchcode B is displayed, press F5 double-click matchcode i. d. M, then press F6. This will set matchcode M as the default. Q: We have one material master. X and the unit of measure is pcs and two serial number. A, B For this material we make two Pos First PO calls material X. 1 pcs price 100 (will use serial number A) Second PO calls material X. 1 pcs price 250 (will use serial number B) Goods Receipt is done and by filling serial number for the fist PO with A and the second PO with B. We want to transfer material X serial number A to another plant and want the valuation of this material as 100. How we can do it. A: Use split valuation. Stocks may be received into separate storage locations. Transfer stocks may be done from a storage location/plant to another storage location/plant. Q: We want to change the calculation of Moving Average Price. We know that the same is in MBEW-VERPR and two transactions to consider - MRHR, MB01. Is there a transaction to change MAV or all the places it is needed A: Any Goods receipt or issue (in case of split valuated material) changes Moving Average price depending upon the valuation type which is used when posting the goods issue. You have to go through all the transactions involving those For Example: Material X is using split valuation by origin: Malaysia. MAV 60 USD - total stock 100 units India: MAV 50 USD - total stock 200 units Total stock 300 units MAV 53.33 Here. goods issues will also affect the global MAV, despite not changing MAV from origin country. Q: What is the use of configurable material. A: Configurable material is useful if you have a large number of combination of parts that go into a product. It means different permutations and combinations of the parts for same material. If you maintain a unique material code for each combination. you require a large number of material numbers. KMAT may be used in such a case where you maintain just one generic product code. A super BOM is maintained for such a material consisting of all possible alternatives. A routing is also maintained consisting of all possible operations that could be used. Typically configurable material is used in Made To Order (MTO) environment. However frequently ordered configurations may be planned with a material variant which needs to have a material master record. Thus Material variants may have stock and value. Depending upon characteristic values chosen at sales order entry Sales Order BOM is created. Routing operations are also chosen depending upon which BOM components are assigned to them. Q: Will Source List automatically appear in Material Master as default if maintained at plant level using OME5 A1: If you have maintained source list requirement in OME5 and have not maintained the source list for the material. Po can not be released. You are required to maintain source list for all materials in the plant where the indicator is set if you maintain source list at plant level. Else you can make use of info record to do so automatically. Q: We have One company with a plant and another company with a sales organization. Which is better option between these - PO or Stock Transfer Order. A: Cross company Stock Transport Orders can be done. Configure using transaction OMGN. Depending upon the sending and receiving plants, maintain sales organization and customer data in customizing. Maintain the supplying plant as a vendor and attach the plant to the vendor in the Vendor Master. Material type has to be HALB or HAWA. Ensure that the company with sales Organization has a plant to take care of stocking. The PO used is NB and not Stock Transfer PO. Configure SD for inter-company billing to enable picking up the pricing procedure for billing. Carry Out delivery through process delivery due list and billing through process billing due list. Q: We can make field mandatory. We want to make a default value to a Particular field in the Material Master. Say, We want that the period indicator in the MRP2 view as P. What is the best way A: Use transaction variant. Transaction SHD0 and then Transaction SE93. Q: How can we track requisitions that have the deletion indicator set. Can we track the date in which the deletion indicator was set A: You can refer the change document tables cdpos and cdhdr. You can also refer Transaction ME53 under menu path goto-statistics-changes, where the complete audit trails of changes, including deletion are stored. Q: Is it possible to generate Purchase requisition (PR) with reference to Scheduling Agreement. A: PR can be created with reference to another PR and can not be created referencing a PO or Scheduling agreements. PO amp Scheduling are created and controlled by purchasing organizations. PR can be created by even end users. For creating PR with reference to another PR, follow the menu path: Purchasing-Requisition-Create. Requisition-Copy reference and enter. However requirement can be generated with reference to Scheduling agreement when MRP is run. For this to happen, source list has to be maintained for that item-vendor combination and the MRP shall be properly set. Q: Where can I locate the latest Purchase Order price and the latest purchase order number for a material A: Logistics-Material Management-Purchasing-Master data-Info record-List display-Order Price History Q: Automatic generation of PO is by using Automatic Via Purchase Requisition option in purchasing - Requisition-Follow on Functions - Create PO. However PO can not be created automatically after MRP run. Is there a provision in SAP to release Purchase Orders automatically after MRP run. A: Tick the automatic PO and Source List fields in purchase view of the material master for the vendors on whom you would like to release PO automatically. Create a purchase info record. Create source list. In the last column in the details screen of the source list check the field relevant for MRP set the correct parameters for running MRP. But PO can not be created automatically after MRP run. The automatic PO creation flag enables you to run a batch job that will convert all selected Purchase Requisitions to be converted Purchase Orders in the background. You may consider scheduling agreements if you want MRP to kick out Purchase Orders. Set the flag in the source list for the scheduling agreement to 2 enabling MRP to kick out delivery schedules for future requirements. If you want to fix the schedule within a certain period you have two options. 1. Using firm zone - firms all orders within this period. Refer additional data screen of the scheduling agreement at the vendor material level. 2. Planning time - all new orders outside of the planning time fence - refer MRP 1 view of the material master Q: I would like Convert MRP generated 100 PRs into 100 POs automatically. Not one by one manually. Is it possible A: Use transaction ME59 Q: How can I print an Un-invoiced Receipts Report which shows Purchase Orders for which goods are received. but not yet invoiced. We require this report with sub-totals and tied to Un-invoiced Receipts G/L Account A: Report RM07MSAL analyses GR/IR balances according to goods received but not invoiced and invoices received where good have not been fully delivered. Q: How can I calculate the net price of an inforecord for a given date A: Run price simulation in the LIS-Purchasing on the Vendor-info record and Specify the required date. (Transaction code is. MEIL) Q: Can we release a Purchase Order with price equals zero. ( like in SD - free of charge sales Order) A: Create the PO with IR field un-ticked in Item Detail screen and change the line item price to 0. Q: The net price is calculated by summing up the gross price condition type and subtracting /adding all discount/surcharge type condition types respectively. Any condition type which is not marked as statistical will be considered for net price calculation. We have a surcharge that is not marked as statistical and should be included in the net price but excluded in the taxation base value. Can I have a procedure where the taxes are calculated on the net price calculated till the condition type NAVS and then have this additional surcharge type A: Create Pricing Schema with all condition not marked in Statistical column if you need all condition Record to be calculated. For Example. With this Schema: - Net Amount will be calculated from PB00, RA01, ZMUP, ZDIS. - Tax will be calculated from PB00, RA01, ZMUP. Total amount will be calculated from net amount and Tax. So, ZDIS will included in Net Amount and excluded for Tax. Q: Can we change the name of the Vendor in a PO released on another Vendor A: NO. You may create another PO on the vendor required by referencing any PO. Q: We want to return unused material procured from a vendor and update stock or expense Account. How to do this effectively A: 1. Use movement type - 122 to reverse receipt and reopen purchase order. This can be done if you can identify the PO against which the material was received. And also credit shall be same as PO Price 2. Special movement type has to be setup if the PO is not known. The price may have to be negotiated with vendor. Q: How do I define a new currency. How can i set number of decimal places more than two A: Define a new currency in Customizing with transaction OY03 If you change the current currency all of your accounting documents will be re-evaluated by R3 and this could cause adverse affects to your financials. Use transaction OY04 to assign number of digits to new currency OBBS to define conversion factors for currency conversion OB08 to enter exchange rates XK02 to assign new currency to Vendor Master ME11 to create a Purchase Info record Create MM documents with the new extended price. However you notice that accounting documents will still reflect the 2 digit price and rounded to the nearest 1/100th. Q: Our supplier delivers his product for an Auction. We sell it in auction and pay the supplier. What is the best way to handle this A: You can try consignment process. In this process, Vendor holds the goods until they are sold. The price to the supplier can be reset when the goods are sold in settle consignment liabilities. Q: How can I open a previous MM period. A: Transaction - MMPV Menu path - Logistics-Materials Management-MaterialMaster-Other - Close Period Q: We can make a particular indicator mandatory. Can I have a defaulted value for the indicator while creating Material master that can be changed later in MM02 A: Try using transaction variant, transaction code SHDO. And then SE93. In SE93 choose the option of variant transaction Q: How can I generate a report of cancelled PO. A1: Use a Query with table EKKO whose field LOEKZ is the deletion indicator. A2 . Go to the initial screen of purchasing. Then go to PURCHASING - LIST DISPLAYS - BY PO NUMBER - EDIT - DYNAMIC SELECTION. This allows you to select certain fields from the EKKO table and EKPO table. Deletion indicator can also be seen here. Use dynamic selections to determine your selection criteria and run the report. A3: You can also do this via the IMG Go to Transaction OMEM or Menu path - MM - Purchasing - Reporting - Maintain Purchasing Lists Click on Scope of List Create New entry. Check on Change Documents field. Name the new Scope with relevant name. This will now appear in Scope of List field in all Purchasing List Display screens. The output will show the details of the changes like date and time of change, old value, new value etc. Q: How can we detect a change in a Purchase Order. A: For Header level changes: Go to Header - Statistics - Changes For Item level changes: Go To Item - Statistics - Changes Q: We want to pop-up a screen to show the total value of PO before saving the PO so that user can decide whether to save the PO or discard it. What is the best way. A: Try using EXITSAPLEINS001. It is entered during the saving operation of a PO. You can review the PO, present a popup dialog using one of the POPUP functions enabling the user to decide either to save or abort the PO. Q: PO item text is being adopted from the Material master. The text has got adopted status and is not stored in the text ID tables STXH and STXL. Hence print program is not able to print these texts. How can we solve this A: Purchase order texts can be adopted from Info record or material master. All the texts finally gets stored in table STXH with different text application objects. Incase of PO header text it is EKKO and PO Item text it is EKPO. Even if the texts are adopted from either of these, there is a possibility that it can be altered at PO level. Here it will get stored with object EKKO or EKPO. There is no need to store this at PO level if there is no change made to the text at PO level. Try these: Check for texts in EKKO or EKPO ( depending on header or item level) If no text gets returned back check in object EINA for info record or MATERIAL for material master long text.( table is same i. e. STXH) Q: While creating a purchase order we can see that there is the Info rec. update in the box item detail screen. How can we change the default setting for this box A . In MM Purchasing configuration (use Transaction code: OMFI), you can assign the default value of info records update for buyers then assign it through parameter ID EVO (check the configuration documentation) Q: I want to have multiple addresses of a vendor - for ex: mailing, shipping, payment remittance, several billing addresses, etc. Suppose we have 25 addresses for one company, what is the best way without creating 25 separate companies and their addresses A: You can solve this problem by using Partner functions. Using Transaction WOLP, Partner roles and partner schemas at vendor level and purchasing Document level can be defined. Create as many vendor numbers as required (say 25 - in this case) and assigning to the respective partner roles. Q: The source list is created for a material ie. source list required is marked. When a PO is created a different vendor can still be selected and even if fix indicator in source list is marked, system only shows warning msg. How can we fix a purchase order to only a fix ed vendor for a material. A1: Try changing the warning message into an error message. Note the message number. Then use menu OLME - Environment - system message. A2: Tick the indicator Source List in the material master (purchasing view) By ticking this, the procurement would be only possible from sources specified in the source list. You may also think of making the field mandatory in the material master. Q: We want the Vendor code as abc1234 where first 3 characters are alpha and the last four digits are digits serial numbers. What is the solution A: Use an user exit. With this user exit, you can check but can not force the user to enter the value correctly. Q: We want to set up a Preferred Vendor list to enable users to determine the Vendor to be called for the material required while raising the Requisition. What is the best way A . Use Transaction ME01 to Maintain Source List. At the preferred vendor, click the Fix check box. By this preferred vendor is automatically assigned whenever Follow on function is called for your PR (Create PO). Q: What is the SAP standard way for deleting all the vendors centrally from the system A: 1. Mark vendors for deletion: XK062. 2. Run SAPF047 which creates an entry in an internal SAP table which is used later 3. Run SAPF058. Check General Master record and MM Data boxes on, Test Run off. Enter Purchase Organizations. 4. Run SAPF058. Check General Master record and FI Data boxes on, Test Run off. Enter Purchase Organizations. ABAP programmer can create an ABAP program to do it. Q: How can we create one inventory doc with all your materials to count instead of generating one doc for each material A1: You can carry out transaction MI01 - by referencing your plant amp storage location. You can then enter as many inventory materials as you want. A2: Set maximum number of items to say 50 using Transaction MICN. The same can be preset using transaction OMCN. Q: How is GR/IR account related to Inventory. A: If you are involved with inventory, then you need the GR/IR account (Inventory Account) when the IR is posted. If you are not involved about inventory, then the system does not need the GR/IR account when the IR is posted, the system needs a G/L instead of the GR/IR account. Q: We tried RMCB0300 to find out logical value for stock item by date. But after re-valuation, stock value is supported by month instead of date. How can we find the logical value for stock item by date. A: Use Transaction MC49 Menu path : 1. Information systems - Logistics - Inventory management-Material - Document Evaluations - Stock value - Mean inventory or 2. Logistics - Logistics controlling - Inventory Controlling Environment - Document evaluations - Stock value - Mean Stock Value. Q: How can we transfer stock from one vendor to another vendor. A: DO 542 and then 541 to the new vendor. Q: How can I cancel a posted invoice. The error message BSEG-GSBER is not an input field is appearing. Even OSS note -94932 did not help. A: The error is due to suppression of Business area field in the field status group. Due to this, while reversing the document, the system finds this field is suppressed and hence does not proceed further. Locate the field status group for the recco account entered in the vendor master and the relevant field status variant. In IMG, go to FI Global settings-Documents - Line items-Control-Maintain field status variant. Here for the relevant field status variant and the field status group you may find the business area field has been suppressed. Q: A storage location from different plant can be assigned to the warehouse of any Plant. But different storage location within the same plant cannot be assigned to the same warehouse number. Por que. A: Different storage locations from different plants can be assigned to the same warehouse. But different storage locations within the same plant can not be assigned to the same warehouse number. These storage locations may be defined as storage types or storage sections. Q: We are using only fixed bins and do not want to use automatic bin creation nor any strategy for removing/loading goods to the storage In what way Ware Housing helps me. A: You may go for Ware House module if, you have materials in more than one bin you manage several different types of storage (high rack, block. )- you need a very flexible control for printouts Consumption Based Planning Q: We have a lot size procedure here which is creating more order proposals. How do you set the limit value for maximum number of MRP order proposals per date in IMG A: Under customization, play around with materials management/consumption based planning/maintain all plants Q: What is the difference between planned consumption and Unplanned consumption. Can safety stock calculation be done on either of these A: While customizing movement types (OMJJ) it is defined as to which set of consumption values gets posted during the material movement. For some it may always be the total consumpt