Chmod 777 Binary Option




Chmod 777 Binary OptionVoce pode permissao para pasta e todos os conteudos usando a opcao - R i. e Permissoes recursivas. Mas eu sugiro nao dar 777 permissao para todas as pastas e todos os seus conteudos. Voce deve dar permissao especifica para cada subpasta em pastas de diretorio www. Idealmente dar 755 permissao por razoes de seguranca para a pasta da web. Cada numero tem significado em permissao. Nao conceda permissoes completas. Primeiro Numero 7 - Ler, escrever e executar para o usuario. Segundo Numero 5 - Ler e executar para o grupo. Terceiro Numero 5 - Ler e executar para outros. Se sua pasta da web de producao tiver varios usuarios, entao voce pode definir permissoes e grupos de usuarios em conformidade. Linux e Unix comando chmod Sobre o chmod Visao geral Em Linux e outros sistemas operacionais semelhantes a Unix. Ha um conjunto de regras para cada arquivo que define quem pode acessar esse arquivo e como eles podem acessa-lo. Essas regras sao chamadas de permissoes de arquivos ou modos de arquivo. O nome do comando chmod significa modo de modificacao e e usado para definir a forma como um arquivo pode ser acessado. Antes de continuar, leia a secao O que sao permissoes de arquivos e como funcionam na nossa documentacao do comando umask. Ele contem uma descricao abrangente de como definir e expressar permissoes de arquivo. Em geral, os comandos chmod assumem a forma: Se nenhuma opcao for especificada, o chmod modifica as permissoes do arquivo especificado pelo nome do arquivo para as permissoes especificadas por permissoes. Permissoes define as permissoes para o proprietario do arquivo (o usuario), membros do grupo que possui o arquivo (o grupo) e qualquer outra pessoa (outros). Existem duas formas de representar estas permissoes: com simbolos (caracteres alfanumericos) ou com numeros octal (os digitos de 0 a 7). Vamos dizer que voce e o proprietario de um arquivo chamado myfile. E voce deseja definir suas permissoes para que: o usuario possa r ead, ri rte e e x ecute os membros de seu grupo podem r ead e e x ecute e o thers so pode r ead it. Este comando fara o truque: Este e um exemplo de usar a notacao de permissoes simbolicas. As letras u. G. E o stand para usuario, grupo e outros. O signo igual () significa definir as permissoes exatamente como este, e as letras r, w e x representam leitura, escrita e execucao, respectivamente. As virgulas separam as diferentes classes de permissoes e nao ha espacos entre elas. Aqui esta o comando equivalente usando notacao de permissoes octal: Aqui os digitos 7. 5. E 4 individualmente representam as permissoes para o usuario, grupo e outros, nessa ordem. Cada digito e uma combinacao dos numeros 4. 2. 1. E 0: 4 significa leitura, 2 representa escrita, 1 representa execucao e 0 significa nao permissao. Portanto, 7 e a combinacao de permissoes 4 2 1 (ler, escrever e executar), 5 e 4 0 1 (ler, nao escrever e executar) e 4 e 4 0 0 (ler, nao escrever e nao executar) . Veja abaixo mais exemplos de ambos os tipos de notacao. Chmod syntax Opcoes Descricao tecnica chmod altera o modo de arquivo de cada FILE especificado de acordo com MODE. Que pode ser uma representacao simbolica de alteracoes a fazer, ou um numero octal representando o padrao de bits para os novos bits de modo. O formato de um modo simbolico e: onde perms e zero ou mais letras do conjunto r. W . X. X. S e t. Ou uma unica letra do conjunto u. G. E o. Varios modos simbolicos podem ser dados, separados por virgulas. Uma combinacao das letras u. G. O. E um controle que os usuarios acesso ao arquivo sera alterado: o usuario que possui (u), outros usuarios no grupo de arquivos (g), outros usuarios nao no grupo de arquivos (o), ou todos os usuarios (a). Se nenhum deles for dado, o efeito e como se a fosse dado, mas os bits que sao definidos no umask nao sao afetados. O operador faz com que os bits de modo de arquivo selecionados sejam adicionados aos bits de modo de arquivo existentes de cada arquivo - faz com que eles sejam removidos e faz com que eles sejam adicionados e faz com que bits nao mencionados sejam removidos, exceto que um administrador nao mencionou set user and group ID bits Nao sao afetados. As letras r. W . X. X. S e t selecionam bits de modo de arquivo para os usuarios afetados: read (r), write (w), execute (x), execute somente se o arquivo for um diretorio ou ja tiver permissao de execucao para algum usuario (X), set user or ID de grupo na execucao (s), sinalizador de exclusao restrita ou bit (t) pegajoso. Para os diretorios, as opcoes de execucao X e X definem permissao para visualizar o conteudo do diretorio. Em vez de uma ou mais dessas letras, voce pode especificar exatamente uma das letras u. G. Ou o. As permissoes concedidas ao usuario proprietario do arquivo (u), as permissoes concedidas a outros usuarios que sao membros do grupo de arquivos (g) e as permissoes concedidas a usuarios que nao pertencam a nenhuma das duas categorias anteriores (o). Um modo numerico e de um a quatro digitos octal (0 - 7), derivado adicionando os bits com valores 4. 2. E 1. Os digitos omitidos sao assumidos como sendo zeros a esquerda. O primeiro digito seleciona os atributos de identificacao de usuario definido (4) e conjunto de ID de grupo (2) e de exclusao restrita ou pegajoso (1). O segundo digito seleciona permissoes para o usuario que possui o read (4), write (2) e execute (1) o terceiro seleciona permissoes para outros usuarios no grupo de arquivos, com os mesmos valores e o quarto para outros usuarios nao em O grupo de arquivos, com os mesmos valores. Chmod nunca muda as permissoes de links simbolicos a chamada de sistema chmod nao pode alterar suas permissoes. Isso nao e um problema, uma vez que as permissoes de links simbolicos nunca sao usadas. No entanto, para cada link simbolico listado na linha de comando. Chmod altera as permissoes do arquivo apontado para. Em contraste, chmod ignora os links simbolicos encontrados durante percursos de diretorio recursivo. Bits Setuid e Setgid chmod limpa o bit set-group-ID de um arquivo regular se o ID do grupo de arquivos nao corresponder ao ID de grupo efetivo dos usuarios ou a um ID de grupo suplementar de usuarios, a menos que o usuario tenha privilegios apropriados. Restricoes adicionais podem fazer com que os bits set-user-ID e set-group-ID de MODE ou RFILE sejam ignorados. Esse comportamento depende da diretiva e funcionalidade da chamada de sistema chmod subjacente. Em caso de duvida, verifique o comportamento do sistema subjacente. Chmod preserva um diretorio set-user-ID e set-group-ID bits a menos que voce explicitamente especificar o contrario. Voce pode definir ou limpar os bits com modos simbolicos como nos e g-s. E voce pode definir (mas nao desmarcar) os bits com um modo numerico. Sinalizador de exclusao restrito (ou bit de aderencia) O sinalizador de exclusao restrita ou bit de aderencia e um unico bit, cuja interpretacao depende do tipo de arquivo. Para os diretorios, evita que usuarios desprivilegados removam ou renomeiem um arquivo no diretorio, a menos que sejam proprietarios do arquivo ou do diretorio, este e chamado de sinalizador de exclusao restrita para o diretorio e normalmente e encontrado em diretorios com permissao de escrita mundial como / tmp. Para arquivos regulares em alguns sistemas mais antigos, o bit salva a imagem de texto de programas no dispositivo de swap para que ele carregue mais rapidamente quando executado isso e chamado de bit pegajoso. Chmod examples chmod 644 file. htm Defina as permissoes de file. htm para o proprietario pode ler e escrever grupo pode ler somente os outros podem ler somente. Chmod urw example. jpg Altere as permissoes para o proprietario de example. jpg para que o proprietario possa ler e gravar o arquivo. Nao altere as permissoes para o grupo ou para outros. Chmod us comphope. txt Defina o bit Set-User-ID de comphope. txt. Para que qualquer pessoa que tente acessar esse arquivo faz como se eles sao o proprietario do arquivo. Chmod u-s comphope. txt O oposto do comando acima un-define o bit SUID. Chmod 755 file. cgi Defina as permissoes de file. cgi para ler, escrever e executar pelo proprietario e ler e executar pelo grupo e todos os outros. Chmod 666 file. txt Define a permissao de file. txt para ler e escrever por todos .. Realiza a mesma coisa que o comando acima, usando a notacao simbolica. Visualizando Permissoes na Listagem de Arquivos Uma maneira rapida e facil de listar as permissoes de um arquivo e com a opcao listagem longa (-l) do comando ls. Por exemplo, para exibir as permissoes de file. txt. Voce poderia usar o comando: que exibira a saida que se parece com o seguinte: Heres o que cada parte desta informacao significa: chmod Alterar permissoes de acesso, ch ange mod e. Chmod altera as permissoes de cada arquivo determinado de acordo com o modo. Onde mode descreve as permissoes a serem modificadas. Modo pode ser especificado com numeros octal ou com letras. Usar letras e mais facil de entender para a maioria das pessoas. Quando chmod e aplicado a um diretorio: ler arquivos de lista no diretorio write adicionar novos arquivos ao diretorio executar arquivos de acesso no diretorio chmod nunca muda as permissoes de links simbolicos. Isso nao e um problema, uma vez que as permissoes de links simbolicos nunca sao usadas. No entanto, para cada link simbolico listado na linha de comando, chmod altera as permissoes do arquivo apontado para. Em contraste, chmod ignora os links simbolicos encontrados durante percursos de diretorio recursivo. Modo numerico: De um a quatro digitos octal Todos os digitos omitidos sao assumidos como sendo zeros a esquerda. O primeiro digito seleciona os atributos para o ID do usuario definido (4) e define o ID do grupo (2) e salva a imagem de texto (1) S As permissoes do segundo digito para o usuario que possui o arquivo: read (4), write (2) E executar (1) As permissoes de terceiro digito para outros usuarios no grupo de arquivos: ler (4), escrever (2) e executar (1) As permissoes de quarto digito para outros usuarios NAO no grupo de arquivos: read (4) Escreve (2) e executa (1) O valor octal (0-7) e calculado adicionando os valores para cada digito Usuario (rwx) 421 7 Grupo (rx) 41 5 Mundo (rx) 41 5 modo chmode 0755 chmod Arquivo de chmod 004 - leia pelo grupo chmod 004 arquivo - leia pelo mundo chmod 200 arquivo - escreva pelo proprietario chmod 020 arquivo - escreva pelo grupo chmod 002 arquivo - escreva pelo mundo chmod 100 lima - execute pelo proprietario chmod 010 Arquivo - executar por grupo chmod 001 arquivo - executar por mundo Para combinar estes, basta adicionar os numeros juntos: chmod 444 arquivo - Permitir permissao de leitura para proprietario e grupo e mundo chmod 777 arquivo - Permitir que todos para ler, escrever e executar arquivo Simbolico Modo O formato de um modo simbolico e uma combinacao das letras - rwxXstugoa Varias operacoes simbolicas podem ser dadas, separadas por virgulas. A sintaxe completa e ugoa. - rwxXstugo. . . Mas isso e explicado abaixo. Uma combinacao das letras ugoa controla quais usuarios acessam o arquivo sera alterado: Exemplos Negar permissao de execucao para todos: arquivo chmod ax Permitir permissao de leitura para todos: arquivo chmod ar Faca um arquivo legivel e gravavel pelo grupo e outros: chmod gorw Arquivo Faca um script shell executavel pelo usuario / proprietario chmod ux myscript. sh Permita que todos possam ler, escrever e executar o arquivo e ativar o conjunto group-ID: chmod rwx, gs file Esta pagina documenta a versao GNU do chmod. LdquoIs mais facil de pedir perdao do que e obter permissionrdquo Contra-almirante Grace Hopper acesso - Determine se um arquivo pode ser acessado ls - l - List permissoes atuais: - u (proprietario) - g (grupo) - O (Outros) Chgrp - Alterar a propriedade do grupo chown - Alterar o proprietario do arquivo e status do grupo - Mostrar o arquivo ou sistema de arquivos sintaxe bash status - Permissoes Equivalente comando do Windows: CACLS - Alterar permissoes de arquivos copy Copyright SS64 1999-2016 Alguns direitos reservadosPermissions mascaramento com umask, chmod, 777 octal Permissoes Atualizado: 2016-03-09 05:38 EST 1 Introducao O umask controla quais permissoes sao dadas aos objetos de sistema de arquivos recem-criados, como arquivos e diretorios. Ele nao afeta as permissoes de objetos existentes, apenas de objetos recem-criados. Cada processo no Unix (incluindo todos os processos do shell) tem seu proprio umask que influencia o comando chmod ea permissao dos arquivos e diretorios recem-criados. O umask e definido para voce no login e e herdado por processos filho. Cada processo, e, portanto, cada shell, tem seu proprio valor umask. Diferentes distribuicoes do Linux definem diferentes valores de umask padrao (no login). Os valores na sua distribuicao especifica do Linux podem nao ser os mesmos que as outras distribuicoes. Os valores definidos pelo administrador do sistema podem diferir dos padroes de distribuicao. Nao confie no umask ter qualquer valor padrao. Cada script de shell deve definir umask no inicio, para que arquivos e diretorios criados pelo script (e por processos filho do script) tenham permissoes conhecidas. 1.1 Permissoes padrao: diretorio 777, arquivo 666 O conjunto de permissoes Unix padrao para os diretorios recem-criados e 777 (rwxrwxrwx) mascarado pelos bits de permissao definidos no umask do processo. As permissoes padrao para arquivos recem-criados sao 666 (rw-rw-rw-) mascaradas pelos bits de permissao definidos no umask do processo. 1.2 Mascarar nao e subtrair Todos os bits definidos no umask para as mascaras de processo, ou tira essa permissao das permissoes padrao para arquivos recem-criados e diretorios criados por esse processo. O valor umask e uma mascara que desativa as permissoes. Mascara nao significa subtrair, no sentido aritmetico nao ha emprestimo ou transporte envolvido. Os dois bits 10 mascarados pelos dois bits 01 resultam em dois bits 10. (A mascara 01 desliga o bit mais a direita mas, ja estava desligado, portanto nao ha alteracao.) Os dois bits 10 mascarados pelos dois bits 11 resultam em Os dois bits 00. (A mascara 11 desliga ambos os bits.) O umask e uma mascara que nao e um numero a ser subtraido. Desativa as permissoes que normalmente seriam concedidas. O mascaramento nao e o mesmo que subtrair, e. 666 mascarado com 001 e ainda 666 e 666 mascarado com 003 e 664. A mascara desativa bits de permissao. Se eles ja estiverem desativados, o umask nao faz nenhuma alteracao: O comando shell umask 022 define como 022 (---- w - w-) as permissoes a serem removidas (mascaradas) das permissoes padrao, para novos arquivos e diretorios criados Pelo shell (e por comandos executados a partir desse shell). Remove a permissao de gravacao para grupos e outros de diretorios e arquivos recem-criados. Um novo diretorio teria permissoes 777 (rwxrwxrwx) mascaradas por 022 (---- w - w-) resultando em permissoes 755 (rwxr-xr-x). Um novo arquivo teria permissoes 666 (rw-rw-rw-) mascaradas por 022 (---- w - w-) resultando em 644 (rw-r - r--) permissoes. O umask so se aplica a arquivos e diretorios recem-criados. O umask tradicional do Unix amigavel e 022, resultando em permissoes de arquivo padrao de 644 e permissoes de diretorio padrao de 755. (Os arquivos e diretorios recem-criados sao legiveis por qualquer pessoa, mas eles sao apenas gravaveis ??pelo proprietario.) Umask seguro seria 077 . (Mascar todas as permissoes de grupo e outras permissoes de arquivos e diretorios recem-criados sao legiveis / gravaveis ??/ executaveis ??somente pelo unico usuario que os criou.) O comando umask nao pode afetar a permissao de arquivos ja existentes. Para fazer isso, voce deve usar o comando chmod: Procure umask em algumas das paginas a seguir para obter mais exemplos: 2 umask afeta chmod Usando o comando chmod sem especificar se voce deseja alterar permissoes de User, Group ou Other (por exemplo, chmod x Foo) faz com que o chmod use seu umask para decidir quais conjuntos de permissoes mudar. A configuracao do umask faz com que chmod ignore as alteracoes das permissoes mascaradas. Por exemplo: O valor umask diz ao chmod quais permissoes o chmod pode afetar. As permissoes masked-out nao sao afetadas. Se voce quiser que o chmod ignore o umask atual. Especifique exatamente quais conjuntos de permissoes afetar: Sempre especifique a sequencia de permissao de usuario / grupo / outra precisa ao usar chmod. Desde que voce nao sabe o que o umask atual pode ser. 3 Usando permissoes octal numericas de 022-estilo As permissoes Unix para usuario, grupo e outras tem sido tradicionalmente expressas usando um conjunto de tres digitos (octal), onde cada digito representa o numero octal obtido ao expressar as tres permissoes rwx em forma binaria. Converta os bits de permissao habilitados em rwx em binario, usando 1 para habilitado e 0 para nao habilitado, em seguida, converter o numero binario para um digito octal. Tres conjuntos de tres permissoes tornam-se tres digitos (octal), e. Rwxr-x-wx torna-se 111101011 o qual e 753. Permissoes (modo) podem ser representadas de duas formas: simbolica (tres letras) ou numerica (um digito octal). O digito octal unico representa as tres letras simbolicas usando um esquema de ponderacao numerica mostrado abaixo. A permissao e tratada como um numero binario, com zeros tomando o lugar dos tracos (nao habilitado) e aqueles tomando o lugar das permissoes permitidas. Cada um dos tres conjuntos de permissoes simbolicas (usuario / proprietario, grupo, outro) pode ser resumido por um unico digito octal, somando os tres valores numericos para cada uma das tres permissoes rwx (tres digitos binarios para um digito octal) Rwx usando os tres pesos (4,2,1) dados acima: O conjunto completo de nove caracteres de permissao pode entao ser agrupados e resumidos como tres digitos octal: Certifique-se de escrever sempre exatamente nove caracteres ao escrever permissoes simbolicas. Exatamente nove. Nao inclua o caractere de tipo inode principal ao listar os nove caracteres de permissoes simbolicas. Assim chmod 741 arquivo significa definir o modo para 741 (rwxr ---- x). Isso e 7 (7111quotrwxquot) para o proprietario, 4 (4100quotr - quot) para o grupo, e 1 (1001quot - xquot) para outros. Na maioria dos sistemas Unix modernos, voce pode fazer a mesma coisa usando permissoes simbolicas como chmod urwx, gr, arquivo de boi. O comando shell umask 027 significa mascara (remover) permissoes 027 de arquivos recem-criados e diretorios: Octal 027 quot ---- w-rwxquot que pode ser dividido em tres partes: 0000quot --- quot para proprietario, 2010quot-w-quot Para o grupo, e 7111quotrwxquot para outros. Um novo diretorio criado sob este umask 027 (por exemplo, por mkdir) teria permissoes padrao de diretorio 777 mascarado por 027 750 (rwxr-x ---). Um novo arquivo criado sob este umask 027 (por exemplo, criado por redirecionamento de saida ou por uma copia de arquivo) teria permissoes padrao de arquivo 666 mascarado por 027 640 (rw-r -----). Como chmod 777 recursivamente para arquivos debaixo de um Pasta Para tornar as coisas mais claras, isso e o que eu preciso fazer: 1) Eu tenho arquivos enviados para o meu servidor em uma pasta ocasionalmente 2) Eles precisam ser gravaveis ??3) Entao, meu script pode adicionar 1kb para cada arquivo para mudar suas Md5 dura 4) Entao eu re-upload via FTP para outro servidor que precisa desses arquivos com o seu md5 duras alterado Atualmente situacao Cada vez que eu carregar os arquivos necessarios para o servidor, eu preciso acessar FTP para chmod-los para gravavel antes que eu possa utilizar o Script. Agora, estou procurando a ajuda profissional de profissionais aqui dentro e esperando para descobrir como profissional as respostas podem ser em vez de sarcasmos profissionais. Qualquer um que possa me oferecer ajuda aqui sera profundamente apreciado e pelo menos o verdadeiro profissional. Obrigado. A opcao - R no chmod muda arquivos e diretorios recursivamente, de modo que e a resposta a sua pergunta. Veja quotman chmodquot. No entanto, a maneira normal de alcancar o que voce deve alcancar e: 1) ter o script executado por um usuario no grupo que possui os arquivos e ter os arquivos gravaveis ??por grupo. (Assim chmod 775 em vez de 777). 2) ou ter o script executado como o usuario que possui os arquivos (consulte SUID no Linux). Isso foi realmente uma ideia brilhante pelos inventores do Unix um arquivo executavel com o conjunto SUID (chmod 4) e executado como o proprietario do arquivo, em vez de o usuario que executa-lo. Vale a pena gastar o tempo para aprender sobre ambos os metodos. Eles tornam possivel fazer tudo apenas sobre tudo automaticamente e com seguranca, sem um humano assinando e executando comandos. No entanto, algumas distribuicoes Linux desativar SUID para shell scripts, para usar esse metodo de um shell script pode demorar um pouco mais trabalho. Heres um link com mais sobre este Ultima edicao por tim2718281 04-11-2010 as 03:51. Ugh Eu nao consigo resistir ao desejo de ser um pouco de um troll aqui e dizer que esse cara precisa ter calma com o pobre cara fazendo uma pergunta. Um quotyou nao sabe o que youre doingquot resposta e suficiente. Um computador nao e uma arma carregada, e enquanto seus circuitos sao devidamente protegidos em um caso, ele representa muito pouco perigo fisico. Eu sinto que elitistas do UNIX / Linux como Lightwave estao lording seu conhecimento superior sobre os novatos de olhos brilhantes com nerd diatribes como esse, eo trauma hipotetico de potencialmente ser cortado por causa de usar chmod-R irresponsavelmente NAO vai colocar um bleedin buraco no seu corpo. Entao, um aviso e suficiente. Se ele o atenta, se ele nao o fizer, ele o faz por sua conta e risco, mas e exatamente assim que voce aprende. O que e triste e voce acha que seu sarcasmo. Em algum momento youll provavelmente obter hackeado, todos os seus arquivos excluidos. E talvez entao voce comec a ideia que voce nao sabe o que voce esta fazendo. Voce nao esta procurando uma resposta profissional de um profissional. Voce esta procurando a resposta livre preguicoso que se adapte as suas necessidades. Sua pergunta equivale a: Como faco algo estupido? Profissionais estao dizendo simplesmente, voce nao sabe. Para voltar a minha analogia anterior, voce esta perguntando: "Como posso carregar essa arma?" As pessoas estao dizendo, "Se voce nao sabe como carregar uma arma, voce nao deveria estar lidando com uma." Desculpe, essa nao e a resposta que voce esta procurando. Por favor, pare agora. Pare de executar comandos aleatorios que as pessoas neste forum estao lhe dando. Em nenhum ponto neste topico tenho visto informacoes suficientes oferecidas, nem as perguntas certas pediu para qualquer uma dessas sugestoes para ser apropriado. 1. 777 As permissoes sao um hack horrivel, mas em alguns ambientes, necessario (encontrar um novo ambiente). 2. Seu script que os modifica, bem precisa saber em que usuario isso esta sendo executado. E um script PHP executando como ninguem ou como seu usuario E um outro tipo de script executando como seu usuario 3. Quando voce se conecta via FTP, voce esta usando o nome de usuario para sua conta de hospedagem O quotrightquot quer lidar com isso e ter o usuario Que modifica esses arquivos seja o mesmo usuario que os envia. Isso anula a necessidade de 777 permissoes em primeiro lugar e e a maneira correta de lidar com isso. Enfim, se voce pudesse responder a essas perguntas, deixe-nos ajuda-lo melhor. E, por favor, pare de executar comandos de pessoas aleatorias na internet. Linux Suporte, Seguranca e Monitoramento. Wow eu nao vou te dar a resposta porque executar 777 permissoes em todos os arquivos em um diretorio e completamente inseguro. Por que voce precisa dar tudo ler, escrever e executar permissoes para todos os usuarios que eu nao sei como eu tropecou neste forum. Mas eu me juntei a ele para simplesmente fazer esse comentario. PCS-Chris, Lightwave e drspliff voce e tudo PUTZs. Voce nao pode simplesmente responder a uma pergunta, mas prefere mostrar sua arrogancia e analfabetismo, assumindo que voce tem alguma ideia do que sua aplicacao ou uso do comando seria Suas declaracoes simplesmente nao sao verdadeiras e seu falso senso de competencia e realizacao sao hilariantes. Xerofito, Vamsii e tim2718281 trataram a resposta como deveria ser. As respostas corretas com explicacao e uma palavra de cautela. X264-BB quanto mais voce aprende sobre o Unix e as outras variedades, mais voce ficara atraido e espero ajudar os outros. Certifique-se de nao desenvolver o arrogante, sabe-a toda a atitude destes tres knuckleheads. Eu tenho sido um administrador de sistema com Unix em todas as suas variedades por mais de 20 anos um am publicado sobre o assunto. Eu nunca assumiria para saber tudo e muito menos assumir que eu posso salvar o mundo por nao responder a pergunta someones. Especialmente assumindo que eu tenho uma pista para a sua aplicacao do conhecimento. Boa sorte. Pergunta simples Uau, estou espantado com o rudness e comentarios negativos para este homem que apenas fez uma pergunta simples. Ele nao estava perguntando a sua opiniao pessoal sobre sevrer seguranca, ele so queria saber como fazer alguma coisa. Eu cheguei a este forum porque eu estava procurando a mesma resposta, mas em vez disso eu recebo um monte de comentarios negativos lame inutil.