How To Change Moving Average Price In Sap

How To Change Moving Average Price In SapGeralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota OSS 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele resultara em valor zero movendo price. OSS media nota 185961 - Moving Average Price Calculo. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. (C) www. gotothings Todo o material neste site e Copyright. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. gotothings nao esta afiliado a SAP AG. Qualquer copia ou espelhamento nao autorizado e proibido. Registro Finalidade Estas informacoes se aplicam aos Materiais nos quais o Ledger de materiais nao esta ativo. Se o Material Ledger estiver ativo, entao a possibilidade de fazer essa alteracao depende do valor do campo quotPrice determinationquot. Quando Material Ledger nao esta ativo, e possivel alterar o controle de precos de S para V e de V para S. Visao geral A alteracao pode ser feita em MM02, sob a visualizacao Contabilidade 1. O preco atualmente ativo e valido e copiado para o novo preco e nao pode ser alterado. Exemplo: Material A controlado pelo preco medio movel. Media movel atual Preco: 10 EUR / PC. Preco standard atual: 0 EUR / PC. Se mudarmos o controle de precos de V para S, o sistema copiara o preco de 10 euros / PC como novo preco padrao. As alteracoes manuais nao sao permitidas. Qualquer entrada manual para o campo para o Preco Padrao e substituida pelo sistema com o novo preco. Problema de Registro: O Preco Medio Movel de um Material em uma Planta sofre fortes variacoes que voce nao pode explicar. Solucao: Nao so os movimentos de mercadorias mudam o preco medio movel de um material. Facturas, notas de credito, alteracoes de precos, liquidacao de pedidos tambem podem alterar o valor do estoque sem alterar a quantidade de acoes e, portanto, resultar em alteracoes no preco medio movel. NOVO Relatorio de Analise MBMAPCHANGES: Seguimos a solucao explicada no SAP N ote 1506200 para explicar as mudancas sofridas pelo preco medio movel de um material. Este processo, contudo, envolve muitas etapas manuais e verificacao de dados diretamente em tabelas de banco de dados para as quais a maioria dos usuarios nao tera autorizacao em sistemas SAP. Por esta razao, o suporte da SAP desenvolveu um relatorio que pode consultar a lista de documentos que alteraram o preco medio movel de um determinado material. Sobre a ferramenta: Com base nos criterios de selecao inseridos na tela principal do relatorio, o sistema monta uma lista de documentos do ALV que alterou o preco medio movel. Cada linha contem os campos-chave dos documentos de referencia, a quantidade eo valor postados pelo documento, o estoque total eo valor total da acao antes do lancamento e o preco medio movel antes e depois do lancamento. As alteracoes de V-Price sobre o limiar de destaque serao destacadas para uma analise mais facil. As linhas de duplo clique abrirao os documentos de referencia na respectiva transacao de exibicao. Transacao de Alteracao de Preco de Material (MR21) em detalhes As vezes, precisamos alterar o valor (preco) de nosso material de inventario para ajusta-lo a uma determinada condicao. Talvez, porque o preco padrao atual (para o material com procedimento de controle de preco S) tem sido muito diferente com o preco medio movel estatistico (MAP). Para um material com procedimento de controle de preco S, o sistema SAP R / 3 tambem calcula seu preco medio movel e salva-o como MAP estatistico na visualizacao contabil em dados mestre de material. Este MAP estatistico nao tem influencia na avaliacao do material. Ou, para um material com o procedimento de controle de preco V, talvez precisemos mudar o preco de um material porque ele nao tem transacao movimento por um longo periodo de tempo e queremos reavalia-lo para o preco de mercado atual (Voce pode ler o nosso artigo anterior Para entender mais sobre avaliacao de materiais no SAP). Esta transacao de mudanca de preco de material geralmente ocorre em empresas de manufatura ou comercial. Esta transacao e uma transacao contabil, nao uma transacao material. Ele publicara um documento contabil, mas nao criara um documento material. Ele alterara o preco de um material na visualizacao contabil em dados mestre de material, mas nao alterara sua quantidade. O codigo T da transacao e: MR21. As revistas de contabilidade tipicas para esta transacao sao: Se o novo preco e maior do que o antigo. Por exemplo, o preco actual do material e 5000 e queremos reavalia-lo para 6000. Esta transaccao aumentara o valor do material em 1000. No final, esta transaccao resultara no mesmo para a Declaracao de Perda de Balanco e de Perda de Lucro. Porque, enquanto a operacao de negocios da empresa e executado, o material reavaliado por esta transacao sera usado, tanto para consumo interno ou para vendas. Vamos supor que nao ha nenhuma outra transacao para este material. Para a primeira condicao (preco novo gt preco antigo) O diario de contabilidade tipica para consumo e: Conta de consumo de material de despesa A primeira revista ira diminuir o Ativo por 6000 (o novo valor de material), de modo que resultara 0 na conta de inventario. A segunda revista ira diminuir o lucro do ano corrente, por isso vai diminuir o Patrimonio Liquido, por 6000. Ele ira resultar -60001000 (da receita da conta de reavaliacao de material quando a transacao de mudanca de preco material foi feito) -5000 (diminuicao do Patrimonio Liquido). E o mesmo com se nao houver nenhuma transacao de mudanca de preco material antes. Conta de despesa de consumo de material Para a segunda condicao (novo preco lt de preco antigo) O diario de contabilidade tipico para consumo e: Conta de consumo de material O primeiro diario ira diminuir o Ativo em 4000 (o novo valor de material) . A segunda revista ira diminuir o lucro do ano corrente, por isso vai diminuir Equity, por 4000. Ele resultara -4000-1000 (da despesa da conta de reavaliacao de material quando a transacao de mudanca de preco material foi feito) -5000 (diminuicao de Equity). E o mesmo com se nao houver nenhuma transacao de mudanca de preco material antes. Conta de despesas de consumo de materiais Consulte o Diario de Contas do SAP MM Transactions Overview (incluindo Accounting Basic Concept) para saber mais sobre o diario de contabilidade. Um pensamento em ldquo Material Mudanca de Preco Transaccao (MR21) em rdquo de detalhes havera uma diferenca em termos de principio de contabilidade quando eles nao querem ver o montante em COGS, em vez disso na conta de Re-de-valuation, como isto reflete posicao diferente em A indicacao da perda do amp do lucro. Deixar uma resposta Cancelar respostaComo SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte:

Como A Sap Calcula O Custo Medio Movel

Como A Sap Calcula O Custo Médio MóvelComo o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: Controle de preco com e sem o Ledger de materiais Uso Como os materiais sao avaliados no sistema SAP depende essencialmente do controle de precos estabelecido para o material em O mestre de materiais. Voce pode escolher entre uma avaliacao ao preco padrao (preco S) ou ao preco medio movel (preco V). Ao usar o Material Ledger, voce tem a possibilidade de combinar as vantagens do controle de preco padrao e controle de preco medio movel. Para obter mais informacoes, consulte Controle de preco e Determinacao de preco de material. Preco padrao versus preco medio movel Com o controle de preco medio movel, um novo preco de material e calculado apos cada entrada de mercadorias, recebimento de faturas e / ou liquidacao de pedidos. Este preco de material e um valor medio calculado a partir do valor total do inventario e da quantidade total do material em estoque. Com o controle de preco padrao, os movimentos de mercadorias sao avaliados com um preco que permanece constante por pelo menos um periodo. O preco padrao atribuido a um material e geralmente o resultado de uma estimativa de custo padrao. A principal diferenca entre os dois procedimentos de avaliacao e que o preco medio movel representa um preco entregue corrente, enquanto o preco padrao e baseado em valores planejados e nao em valores reais. As diferencas entre o preco planejado e os precos reais nao sao atribuidas ao estoque material da Contabilidade financeira, mas sao atribuidas a uma conta de diferenca de preco. Ao usar o preco medio movel, no entanto, o valor do estoque de material na Contabilidade financeira pode refletir os precos realmente incorridos. O preco medio movel tem suas desvantagens, entretanto, em muitas situacoes. Estas situacoes serao discutidas em maior detalhe no texto que se segue. Use o componente Calculo de custo real / ledger de materiais para garantir um metodo de gerenciamento de custos que usa os dados mais atuais para calcular seus custos de materiais reais. Voce pode usar esse componente para calcular um preco medio no final do periodo usando os custos reais incorridos nesse periodo. Voce pode entao usar esse preco medio para avaliar o estoque material no periodo em questao. O preco padrao e usado para avaliacao de material preliminar no componente Calculo de Custo Real / Material Ledger (consulte tambem Calculo de Custo Real / Ledger de Material). No texto a seguir, os problemas que poderiam resultar da avaliacao de materiais com o preco medio movel sao ilustrados em conjunto com uma comparacao de vantagens e desvantagens de ambos os metodos de controle de precos. Voce pode evitar os problemas que surgem ao usar o preco padrao para avaliacao de material usando o componente Calculo de custo real / Ledger de materiais. Alem disso, havera algumas recomendacoes da SAP sobre qual controle de precos usar. Vantagens do Preco Padrao Ao usar o preco padrao, todos os movimentos de mercadorias de um material sao avaliados com o mesmo preco durante pelo menos um periodo. Portanto, o preco padrao garante gerenciamento de custos consistente do processo de producao e torna os desvios dentro da producao transparente. Um preco periodico (preco padrao) e especialmente util quando se trabalha com gerenciamento de custos por periodo. O preco padrao tambem pode ser usado como um benchmark pelo qual voce pode medir diferentes metodos de producao, ou comparar as margens de contribuicao de um material em diferentes segmentos de mercado na Analise de Lucro. Desvantagens do Preco Padrao Como o preco padrao e mantido constante por um periodo inteiro, ele nao reflete os custos reais incorridos durante o periodo. Isso pode levar a precos de avaliacao inexatos de materiais cujos precos de aquisicao mudam muito ao longo de um periodo ou cujo metodo de producao muda dentro de um periodo. Esse problema aumenta na producao multinivel com cada nova etapa de producao. Isso significa que os custos do produto acabado podem nao refletir os dados mais recentes. O valor do estoque de material nao reflete os custos de aquisicao atuais, uma vez que os desvios do preco padrao sao coletados em uma conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira e nao conduzem a uma correcao da conta de estoque de material. As variacoes coletadas na conta de diferenca de preco nao podem mais ser atribuidas ao material individual. Se voce usar a avaliacao dividida para materiais, observe que voce so pode liberar o preco do material no nivel de cabecalho de um material (nao no nivel do tipo de avaliacao) ao calcular um preco de material no Planejamento de custos do produto. Vantagens do preco medio movel A vantagem de usar o preco medio movel e que as variacoes que ocorrem tanto para materiais produzidos internamente quanto para materiais adquiridos externamente causam uma atualizacao no preco do material e no valor do estoque de material. Como o preco do material reflete o custo medio de aquisicao de um material, questoes importantes podem, em principio, ser avaliadas com o preco atual. Somente em casos especiais sao desvios atribuidos a uma conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira e nao ao estoque de material. As vantagens do preco medio movel sao vistas somente se: voce esta olhando para os dados de avaliacao de material no nivel de producao mais baixo todas as desvios ocorrem imediatamente o preco do material nao e distorcido pela sequencia de postagens pelo sistema. Desvantagens do preco medio movel A principal desvantagem do uso do preco medio movel e que o preco usado para avaliar um consumo de material e quase completamente dependente do momento em que a saida de mercadorias e lancada no sistema. Se, por exemplo, um recibo de fatura e lancado no sistema depois que uma saida de mercadorias foi inserida, esse valor da fatura nao e refletido no valor do material emitido. O material, portanto, nao e avaliado com seu custo de aquisicao real. O preco medio movel tambem faz pouco para garantir uma gestao de custos consistente do seu processo de producao. O efeito das mudancas no processo de producao, por exemplo, nao sao reconheciveis no produto acabado e comparar resultados de diferentes areas na Analise de Lucratividade nao e realmente significativo por falta de um benchmark. O facto de o preco medio movel nao depender do periodo tambem pode levar a uma avaliacao material incorrecta, uma vez que os movimentos de mercadorias registados num periodo anterior nao sao avaliados com o preco a partir desse periodo, mas sim com o preco medio movel actual. Outro problema com o preco medio movel e que qualquer erro ao inserir dados pode causar mudancas imediatas e indesejadas no preco do material. Quaisquer questoes de mercadorias enviadas apos este erro serao avaliadas imediatamente com este preco de material incorreto. Em particular, o preco medio movel pode levar a precos de materiais nao realistas em casos de producao em varios niveis ou quando existem variacoes que nao aparecem imediatamente. Tais precos irrealistas ocorrem, por exemplo, quando, no contexto da cobertura de acoes, ocorre um ajuste subsequente ao estoque de material usando uma quantidade de base incorreta. Para obter mais informacoes, consulte Avaliacao com o preco medio movel. Controle de preco com o Ledger de materiais Ao usar o componente de aplicacao Calculo de custos reais / Ledger de materiais. Voce so usa o preco padrao como um preco de avaliacao preliminar no periodo atual. No final do periodo, voce pode usar esse componente para calcular um preco medio do material usando os custos reais incorridos nesse periodo. Em seguida, voce pode usar esse preco medio para avaliar o estoque de material no periodo em questao. Calculo de custos reais / ledger de materiais. Portanto, combina as vantagens do controle de precos usando o preco padrao eo preco medio movel. Se voce usar o Calculo de custo real / Ledger de materiais, voce tambem deve usar o controle de preco padrao de materias-primas e mercadorias comerciais para garantir o gerenciamento de custos consistente de seu processo de producao. Somente desta forma sao variancias completamente transparentes dentro da producao Voce pode encontrar mais informacoes sobre as metas de calculo de custos reais / ledger de materiais em calculo de custos reais / ledger de materiais. Controle de precos sem o ledger de materiais O exemplo a seguir representa lancamentos na Contabilidade financeira resultantes de uma entrada de mercadorias ou de um recibo de fatura, pelo que o preco da fatura varia de acordo com o preco da ordem de compra do material. No primeiro exemplo, os lancamentos ocorrem para um material avaliado com o preco padrao no segundo exemplo, o material e avaliado com o preco medio movel: nestes exemplos, fica claro que o valor do material eo preco do material refletem os custos de aquisicao de Um material com uma avaliacao ao preco medio movel, enquanto que esses custos reais nao sao refletidos em uma avaliacao ao preco padrao. Uma avaliacao a preco normal nao considera as variacoes de precos ou as alteracoes nos metodos de producao durante o periodo. As desvios entre o preco normal e os custos reais de aquisicao / fabrico sao recolhidos numa conta de diferencas de precos na Contabilidade financeira e nao podem ser atribuidos aos materiais individuais por mais tempo. O preco medio movel, portanto, e mais util se voce quiser que seus valores de estoque de materiais e precos de materiais reflitam os dados mais atualizados. O preco medio movel parece vantajoso principalmente no exemplo acima, porque o material e adquirido externamente eo exemplo preso a uma perspectiva de nivel unico. Ao lidar com materiais produzidos internamente e ao analisar dados de avaliacao em uma base multinivel, o preco medio movel mostra suas limitacoes, pois pode levar a precos irrealistas para produtos semi-acabados e acabados. No caso de producao multinivel, o produto acabado nao pode ser avaliado com os precos reais mais atuais, ja que o preco real do produto semi-acabado e primeiro calculado no final do periodo apos a liquidacao da ordem de fabricacao. Assim, qualquer erro de avaliacao cresce a medida que o processo de producao fica mais longo. Exemplo 1 Nestes exemplos, fica claro que o valor de estoque de material eo preco de material refletem os custos de aquisicao de um material com uma avaliacao a preco medio movel, ao passo que esses custos reais nao sao refletidos em uma avaliacao a preco padrao. Uma avaliacao a preco normal nao considera as variacoes de precos ou as alteracoes nos metodos de producao durante o periodo. As desvios entre o preco normal e os custos reais de aquisicao / fabrico sao recolhidos numa conta de diferencas de precos na Contabilidade financeira e nao podem ser atribuidos aos materiais individuais por mais tempo. O preco medio movel, portanto, e mais util se voce quiser que seus valores de estoque de materiais e precos de materiais reflitam os dados mais atualizados. O preco medio movel parece vantajoso principalmente no exemplo acima, porque o material e adquirido externamente eo exemplo preso a uma perspectiva de nivel unico. Ao lidar com materiais produzidos internamente e ao analisar dados de avaliacao em uma base multinivel, o preco medio movel mostra suas limitacoes, pois pode levar a precos irrealistas para produtos semi-acabados e acabados. No caso de producao multinivel, o produto acabado nao pode ser avaliado com os precos reais mais atuais, ja que o preco real do produto semi-acabado e primeiro calculado no final do periodo apos a liquidacao da ordem de fabricacao. Assim, qualquer erro de avaliacao cresce a medida que o processo de producao fica mais longo. Exemplo 2 Nestes exemplos, fica claro que o valor do estoque de material eo preco do material refletem os custos de aquisicao de um material com uma avaliacao ao preco medio movel, ao passo que esses custos reais nao sao refletidos em uma avaliacao ao preco padrao. Uma avaliacao a preco normal nao considera as variacoes de precos ou as alteracoes nos metodos de producao durante o periodo. As desvios entre o preco normal e os custos reais de aquisicao / fabrico sao recolhidos numa conta de diferencas de precos na Contabilidade financeira e nao podem ser atribuidos aos materiais individuais por mais tempo. O preco medio movel, portanto, e mais util se voce quiser que seus valores de estoque de materiais e precos de materiais reflitam os dados mais atualizados. O preco medio movel parece vantajoso principalmente no exemplo acima, porque o material e adquirido externamente eo exemplo preso a uma perspectiva de nivel unico. Ao lidar com materiais produzidos internamente e ao analisar dados de avaliacao em uma base multinivel, o preco medio movel mostra suas limitacoes, pois pode levar a precos irrealistas para produtos semi-acabados e acabados. No caso de producao multinivel, o produto acabado nao pode ser avaliado com os precos reais mais atuais, ja que o preco real do produto semi-acabado e primeiro calculado no final do periodo apos a liquidacao da ordem de fabricacao. Assim, quaisquer erros de avaliacao crescem a medida que o processo de producao fica mais longo. Resultado Os problemas descritos acima mostram que o preco medio movel, apesar das suas vantagens, pode levar a problemas. Em particular, o preco medio movel pode causar avaliacoes irreais do inventario de materiais quando os materiais sao produzidos internamente ou quando as variacoes nao aparecem imediatamente. Por outro lado, o preco padrao nao leva em conta quaisquer custos reais de aquisicao, o que pode ser um problema, por exemplo, com materiais adquiridos externamente com precos altamente variaveis. Por estas razoes, a SAP recomenda o uso do preco medio movel apenas para as materias-primas e para o comercio de mercadorias. O preco padrao deve ser usado para produtos semi-acabados e acabados. Geralmente todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA), etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabil de avaliar com precisao O inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota OSS 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele resultara em valor zero movendo price. OSS media nota 185961 - Moving Average Price Calculo. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. (C) www. gotothings Todo o material neste site e Copyright. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. gotothings nao esta afiliado a SAP AG. Qualquer copia nao autorizada ou espelhamento e proibido. Home gtgt Topicos de Contabilidade de Estoque Moving Average Metodo de Inventario Moving Average Visao Geral do Metodo de Inventario Sob o metodo de estoque de media movel, o custo medio de cada item de estoque em estoque e recalculado apos cada compra de estoque. Este metodo tende a produzir valores de inventario e custo de bens vendidos resultados que estao entre aqueles derivados segundo o metodo first in, first out (FIFO) e o metodo last in, first out (LIFO). Esta abordagem de media e considerada para produzir uma abordagem segura e conservadora para relatar os resultados financeiros. O calculo e o custo total dos itens comprados dividido pelo numero de itens em estoque. O custo do inventario final e o custo dos bens vendidos sao entao fixados a este custo medio. Nenhuma camada de custo e necessaria, como e necessario para os metodos FIFO e LIFO. Desde que o custo medio movel muda sempre que ha uma compra nova, o metodo pode somente ser usado com um sistema de seguimento perpetuo do inventario tal sistema mantem registros up-to-date dos balancos do inventario. Voce nao pode usar o metodo de estoque de media movel se estiver usando apenas um sistema de inventario periodico. Uma vez que tal sistema apenas acumula informacao no final de cada periodo contabilistico e nao mantem registos ao nivel da unidade individual. Alem disso, quando as avaliacoes de inventario sao derivadas usando um sistema de computador, o computador torna relativamente facil ajustar continuamente as avaliacoes de inventario com este metodo. Por outro lado, pode ser bastante dificil usar o metodo da media movel quando os registros de estoque estao sendo mantidos manualmente, uma vez que o pessoal administrativo ficaria sobrecarregado pelo volume de calculos necessarios. Exemplo de Exemplo de Exemplo de Exemplo 1 do Metodo de Estoque Movel A ABC International tem 1000 widgets verdes em estoque a partir do inicio de abril, a um custo por unidade de 5. Assim, o saldo inicial do estoque de widgets verdes em abril e 5.000. Em seguida, a ABC compra 250 widgets adicionais em 10 de abril para 6 cada (compra total de 1.500), e outros 750 widgets verdes em 20 de abril para 7 cada (compra total de 5.250). Na ausencia de vendas, isso significa que o custo medio movel por unidade no final de abril seria de 5,88, o que e calculado como um custo total de 11.750 (5.000 inicio do saldo 1500 compra 5.250 de compra), dividido pelo total de on - Contagem de unidade de mao de 2.000 widgets verde (1.000 inicio equilibrio 250 unidades compradas 750 unidades compradas). Assim, o custo medio movel dos widgets verdes foi 5 por unidade no inicio do mes, e 5,88 no final do mes. Vamos repetir o exemplo, mas agora incluem varias vendas. Lembre-se de que recalcular a media movel apos cada transacao. Exemplo 2. A ABC International possui 1000 widgets verdes em estoque a partir do inicio de abril, a um custo unitario de 5. Ele vende 250 dessas unidades em 5 de abril, e registra uma carga para o custo dos bens vendidos de 1.250, que E calculado como 250 unidades x 5 por unidade. Isto significa que existem agora 750 unidades restantes em estoque, a um custo por unidade de 5 e um custo total de 3.750. Em seguida, o ABC compra 250 widgets verdes adicionais em 10 de abril para 6 cada (compra total de 1.500). O custo medio movel e agora de 5,25, que e calculado como um custo total de 5.250 dividido pelas 1.000 unidades ainda disponiveis. ABC vende entao 200 unidades em 12 de abril, e registra uma carga para o custo dos bens vendidos de 1.050, que e calculado como 200 unidades x 5,25 por unidade. Isto significa que existem agora 800 unidades restantes em estoque, a um custo por unidade de 5,25 e um custo total de 4,200. Finalmente, ABC compra um adicional de 750 widgets verdes em 20 de abril para 7 cada (compra total de 5.250). No final do mes, o custo medio movel por unidade e de 6,10, que e calculado como custos totais de 4.200 5.250, dividido pelas unidades remanescentes restantes de 800.750. Assim, no segundo exemplo, a ABC International comeca o mes com 5.000 Saldo inicial de widgets verdes a um custo de 5 cada, vende 250 unidades a um custo de 5 em 5 de abril, revisa seu custo unitario para 5,25 apos uma compra em 10 de abril, vende 200 unidades a um custo de 5,25 em 12 de abril e Finalmente revisa seu custo unitario para 6.10 apos uma compra em 20 de abril. Voce pode ver que o custo por unidade muda apos uma compra de inventario, mas nao depois de uma venda de estoque. Custo padrao para a media movel - Calculo Ola especialistas SAP, eu preciso de sua ajuda Com um problema. Estamos mudando de media movel para custo padrao em nosso SAP, porque estamos tendo problemas com o relatorio de auditoria de inventario (valores negativos com quantidades zero). Infelizmente, a Gerenciar Item Custo por Armazem nao e uma opcao para nos, porque a nossa principal empresa nao concorda com isso. Bem, indo para a pergunta: ha alguma maneira que podemos usar para calcular o custo medio movel de todos os itens Um bom relatorio foi Inventario Inventario Simulacao Relatorio, mas, infelizmente, apenas ajuda com os itens que sao comprados, nao calcula Para os itens manufaturados. Tags: sapbusinessone conta 8.82 9.0 custo de negocios b1

Forex Smart 3a Composites

Forex Smart 3a CompositesSobre a construcao da imagem Somente aqueles que veem o invisivel podem fazer o impossivel. Transmitir a identidade corporativa internamente e externamente e multifacetado: variando de fachadas, toldos e totens ao design de interiores, acessorios para lojas e sinalizacao. Nao importa como a arquitetura corporativa multifacetada e, o desafio que as empresas enfrentam, e os escritorios de arquitetura e agencias de design que comissionam, e a implementacao sustentavel. Comunicando valores de marca eo estilo de vida associado ao longo de um longo periodo de tempo e ao redor do mundo e tarefa de arquiteturas corporativas. Deve responder com respostas holisticas e integrativas sobre questoes ecologicas, economicas e sociais. Trabalhando em estreita colaboracao com voce, temos vindo a lidar com estas questoes, oferecendo uma gama completa de produtos para o seu programa CID, a partir de paineis compostos ate material de folha rigida. ALUCOBOND. Projeto de ALUCOBOND, DIBOND. Projeto de DIBOND, FOREX. SMART-X. KAPA. Tecnologia KAPA, DISPA. CAST PMMA, LUMEX e LENTICULAR representam fidelidade e brilho de cores duradouras, excelente estabilidade dimensional, facil processamento e rentabilidade. Dando-lhe espaco para implementar suas ideias criativas. A 3A Composites, uma divisao da Schweiter Technologies, tem aproximadamente 4.700 funcionarios em varios locais na Europa, Americas e Asia. Atua na fabricacao e comercializacao de produtos leves para mercados de arquitetura, comunicacao visual, transporte, industria e energia eolica. Principais marcas como ALUCOBOND. DIBOND. ALUCORE. HYLITE. FOREX. SMART-X. GATORFOAM. KAPA. FOAMALITE. LUMEX. FOME-COR. AIREX e BALTEK foram inventados pela 3A Composites. 3A Composites, antigamente conhecido como Alcan Composites, pertence a Schweiter Technologies desde 01 de dezembro de 2009. Schweiter Technologies esta sediada em Horgen, Suica. FOREX Por 30 anos FOREX foi sinonimo de multa, folhas de espuma de PVC rigido branco. A gama de produtos FOREX oferece uma ampla variedade de materiais de folhas leves e de alta qualidade para uso interno e externo em um amplo portfolio. A individualidade tambem e bem-vinda: Cores especiais, embalagens especiais e ate producao especificada pelo cliente fazem parte do servico FOREX. Folhas de espuma rigida de alta qualidade feitas na Suica Excelentes caracteristicas de superficie A nossa cooperacao com os principais distribuidores garante a ampla disponibilidade de produtos FOREX em toda a Europa A mais alta qualidade do produto ea manutencao de padroes de qualidade adequados sao constantes que oferecemos aos nossos clientes a longo prazo. Processamento mecanico simples com ferramentas padrao para trabalhar com madeira e plastico Os produtos FOREX sao isentos de substancias perigosas e cumprem os requisitos de todas as directivas RoHS / WEEE e da regulamentacao quimica da UE (REACH) Variantes do produto FOREX classic FOREX classic e a folha premium do FOREX, com as melhores caracteristicas mecanicas e as mais altas qualidades de superficie FOREX print FOREX print e especialmente orientada para a promocao do setor de impressao. Esta folha especialmente leve destaca-se por causa da sua superficie branca brilhante, mesmo que fornece uma base para um resultado de impressao perfeito, particularmente a impressao digital. FOREX cor FOREX cor completa a gama de produtos FOREX com uma selecao de nove cores vibrantes. Como a coloracao da folha de espuma rigida e uniforme em toda, oferece uma consistencia de cor ideal e garante o mesmo efeito de cor quando visto de angulos diferentes. Mais informacoes sobre FOREX FOREX Aplicacoes Trabalhos criativos Impressao digital Displays (POS / POP) Design de exposicoes Moveis Design de interiores Divisorias / Revestimento Serigrafia Desenho de loja / instalacao Signage Propriedades Facil de processar Resistencia ao fogo Formabilidade Resistente ao desgaste Material Gama standard Espessuras: 1 - 19 mm (10 espessuras, 4 larguras, 3 comprimentos) Outros: com ou sem folha protectora3A Composites 3A Composites, uma divisao da Schweiter Technologies. Tem aproximadamente 4400 funcionarios em varios locais na Europa, Americas e Asia. Atua na fabricacao e comercializacao de produtos leves para mercados de arquitetura, comunicacao visual, transporte, industria e energia eolica. Principais marcas como ALUCOBOND. DIBOND. ALUCORE. HYLITE. FOREX. SMART-X. GATORFOAM. KAPA. FOAMALITE. LUMEX FOME-COR. AIREX e BALTEK foram inventados pela 3A Composites. 3A Composites, anteriormente conhecida como Alcan Composites, pertence a Schweiter Technologies desde 01 de dezembro. 2009. Schweiter Technologies esta sediada em Horgen, na Suica. Com seus materiais compositos ALUCORE. ALUCOBOND. Hylite KAPA, bem como com as folhas de PET transparentes LUMEX. 3A Composites oferece oportunidades ilimitadas para designers e planejadores para seus projetos criativos, inovadores e individuais. Os materiais podem ser facilmente fabricados e montados. A ampla gama de produtos de aplicacoes interiores e exteriores sao tao versateis quanto suas propriedades: alta formabilidade e estabilidade, ampla gama de cores / superficies e excelente resistencia as intemperies, design individual e processamento simples, bem como baixo peso e grandes tamanhos de paineis. 3A Composites Especialistas na industria da publicidade - Comunicacoes visuais Em colaboracao com a nossa parceira 3A Composites, lider mundial na fabricacao de materiais de placa para comunicacao visual na industria da publicidade, a eurolaser mostrara como os sistemas laser inovadores e flexiveis podem ser utilizados. Em combinacao com ferramentas mecanicas instaladas em paralelo, vamos demonstrar o processamento dos materiais mundialmente famosos: DIBOND. FOREX. KAPA. FOAMALITE e SMART-X em uma unica maquina. Tres ferramentas em paralelo A base para os nossos sistemas a laser de alto desempenho sao os sistemas de movimentacao dos lideres do mercado mundial Znd Systemtechnik AG da Suica, que foram testados 10.000 vezes. Isso permite que a tecnologia eurolaser lhe ofereca a maxima flexibilidade. Por exemplo, voce pode instalar varias ferramentas mecanicas, como cortadeiras ou roteadores em paralelo com o laser. Assim, alem da ferramenta laser, toda a gama de ferramentas Znd de alta qualidade esta a sua disposicao. Flexibilidade crescente Para demonstrar a flexibilidade da tecnologia eurolaser, mostraremos como usar o mesmo sistema para corte a laser, fresagem e corte com uma faca - sem nunca mudar a ferramenta Esta e uma extensao valiosa para suas opcoes de processamento tudo com Uma tecnologia de sistema unico.3A A Composites 3A Composites fabrica paineis compostos, materiais para solucoes sanduiche e componentes sanduiche integrados, concentrando-se nos seguintes segmentos: Materiais de nucleo A area de negocios da 3A Composites oferece o mais amplo sortimento de materiais de nucleo de alta qualidade (PET, PVC , Balsa) em todo o mundo e desenvolve solucoes materiais para varios mercados. O casco de um barco, a asa de um aviao, a pa de rotor de uma turbina eolica, uma ponte, uma cabine de feira, um esqui: todos estes sao nossos produtos de clientes que contem solucoes por 3A Composites Core Materials com AIREXreg, BALTEKreg ou BANOVAreg. AIREXreg, BALTEKreg e BANOVAreg sao as principais marcas da 3A Composites para o desenvolvimento, producao e distribuicao de compositos leves e solucoes leves para aplicacoes de construcao. Arquitetura A ALUCOBONDreg e lider mundial em paineis compostos de aluminio. Desde a sua introducao no mercado em 1969, estes paineis tem sido utilizados sobretudo em arquitectura e para programas de identidade corporativa, particularmente para fachadas. Parede e revestimento do telhado. Os paineis sao por um lado destacados devido a sua extrema uniformidade e rigidez, por outro lado a formabilidade excelente oferta com tecnicas de fabricacao simples. Eles estao disponiveis em uma grande variedade de cores, superficies e formatos, bem como em varias variacoes do nucleo, como um fogo-retardador e uma versao nao-combustivel. Com o seu know-how abrangente, 3A Composites apoia arquitectos, designers e investidores na concepcao e realizacao de envelopes de construcao. A marca ALUCOBONDreg e produzida nas fabricas 3A Composites em Singen, Alemanha, Benton nos EUA, Xangai na Republica Popular da China e em Khopoli, na India. O Display 3A Composites Display manteve uma longa tradicao de lideranca tecnica e excelencia em materiais em folha para aplicacoes de sinalizacao e exibicao. Na verdade, a 3A Composites tem sido responsavel por desenvolver originalmente a maioria dos tipos de materiais genericos disponiveis. Gracas a uma gama diversificada de produtos que incluem paineis compostos de aluminio DIBONDreg, KAPAreg, SMART-Xreg, GATORFOAMreg e FOAM-Xreg placas de espuma leve, FOREXreg, SINTRAreg e FOAMALITEreg folhas de plastico espuma rigida, bem como LUMEXreg transparente e translucido PET folhas, os clientes podem Beneficiar de uma oferta de produtos unica e idealmente combinada. Os produtos da marca estao disponiveis em parceiros de distribuicao especializados na industria de papel, plasticos e metais e sao utilizados principalmente para impressao digital directa a substrato, serigrafia, montagem de fotografias e aplicacoes em sinalizacao e displays, artes graficas, publicidade PoS / PoP e Exposicoes. Industria dos Transportes Com os seus materiais compostos ALUCOREreg, ALUCOBONDreg, HYLITEreg, KAPAreg e as folhas de PET transparentes LUMEXreg, a 3A Composites oferece oportunidades ilimitadas aos projectistas e planeadores para os seus projectos criativos, inovadores e individuais. Os materiais podem ser facilmente fabricados e montados. A vasta gama de produtos e aplicacoes do exterior sao tao versateis quanto as suas propriedades: alta formabilidade e estabilidade, ampla gama de cores / superficies e excelente resistencia as intemperies, design individual e processamento simples, bem como baixo peso e grandes dimensoes de paineis. Alem disso, a area de negocios Transport amp Industry confirma uma posicao de lideranca em construcao leve diariamente. Ele engenheiros personalizados, sistemas integrados de forma inovadora e sistematica. As atividades se concentram no desenvolvimento e fabricacao de estruturas leves para veiculos ferroviarios, onibus e aplicacoes industriais em geral. As solucoes amplamente conhecidas e apreciadas incluem cabinas dianteiras INNOCABreg e pisos COMFLOORreg para a industria ferroviaria e componentes de telhado de painel sanduiche para veiculos ferroviarios e onibus. A empresa e considerada como lider de mercado em todos os seus mercados-alvo. Combinacoes adequadas de materiais concebidos para satisfazer os requisitos das aplicacoes relevantes e sao fabricados em grandes volumes utilizando processos industriais. Em todos os mercados-alvo, a 3A Composites oferece uma gama de produtos unica para o respectivo segmento high-end e e proprietaria das marcas que definem as suas categorias.

Educational Courses Online 360 Training

Educational Courses Online 360 Training360training Cupom Codigos Sobre 360training Salve uma media de 11 ofertas de 50 codigos de cupom para 360training. 360training e um portal de educacao continua para as industrias eletrica e de engenharia. Oferece curso de treinamento sob demanda, projetado por especialistas autorizados e oferece solucoes educacionais imediatas e economicas que melhoram o conhecimento e cumprem os requisitos da CE. Nunca perca um negocio. Seja o primeiro a saber. Alem disso, obtenha nossas melhores ofertas em nosso boletim informativo por e-mail. Politica de privacidade Pessoas que viram 360training coupons tambem viram Cupons para lojas semelhantes Mostrar mais lojas semelhantes Cupons para lojas populares Mostrar mais lojas populares Mais de 400 pessoas em RetailMeNot pesquisar na web todos os dias para encontrar as melhores ofertas para que voce nao precisa. OSHA Bem-vindo a OSHA Especializamo-nos em treinamento de seguranca on-line para OSHA Outreach, HAZWOPER Treinamento e seguranca de construcao e cursos de treinamento em seguranca geral. Nossos cursos on-line interativos incluem OSHA 10-horas Outreach, OSHA 30-horas Outreach, eo HAZWOPER 40 horas, 24 horas e 8 horas Refresher cursos. Obtenha seu treinamento on-line da OSHA hoje Descontos de taxa de grupo disponiveis. OSHA Construcao 10 horas de treinamento de 30 horas OSHA Construcao Outreach Formacao e um programa de orientacao e seguranca para qualquer pessoa envolvida na industria da construcao. OSHA Industria Geral Treinamento de 30 horas por 10 horas O Treinamento Geral da Industria da OSHA fornece treinamento em seguranca e saude para trabalhadores, supervisores e gerentes. HAZWOPER 40 horas, 24 horas, 8 horas Refresher HAZWOPER Treinamento protege os trabalhadores em locais perigosos. Os topicos incluem descontaminacao, produtos quimicos perigosos e muito mais. Beneficios do treinamento on-line OSHA Treinamento OSHA esta se tornando obrigatorio em mais estados e industrias todos os dias. O treinamento on-line e a maneira mais conveniente de receber treinamento aceito pela OSHA. Inscreva-se on-line, complete o treinamento em seu proprio ritmo e receba seus certificados e cartoes online ou por e-mail. Todos os nossos cursos on-line de treinamento da OSHA sao aceitos pela Administracao de Seguranca e Saude Ocupacional (OSHA) por meio de nossa parceria com 360training. Rapido para se inscrever Treine em seu proprio ritmo Receba cartoes on-line ou no correio OSHA e um site privado que oferece treinamento on-line da OSHA e nao esta afiliado ao website da OSHA disponivel em osha. gov. OSHA s Outreach cursos de formacao sao aceitos pela OSHA e alimentado por 360training. OSHA Outreach Trainer Marie Athey, OHST 2016 OSHA Bem-vindo a SBCA s Truss Conhecimento Online Expandir o conhecimento em sua instalacao com os recursos educacionais SBCA tem para oferecer. Treine qualquer pessoa, a qualquer hora e em qualquer lugar, com cursos flexiveis de TKO e obtenha certificacoes, creditos de educacao continuada ou complementem seu treinamento interno. In-Plant Basic Training Ajude os novos funcionarios de producao com este programa simplesmente-redigido ainda detalhado. Orientacao de Fabricacao de Fardos Ajude os funcionarios com pouca ou nenhuma experiencia no setor de fiacao a aprender os conceitos basicos de fabricacao de componentes. Truss Tecnico Treinamento Treinamento de alto nivel em design de madeira e fundamentos de engenharia para tecnicos de truss. Testes de avaliacao tecnica Obtenha feedback imediato dos testes on-line de uma hora da TATO para madeira, aco formado a frio e EWP. Component Tech Workshops Educar o seu mercado com estes cursos sobre a construcao de componentes. (Cursos podem se qualificar para CEUs / PDHs) Treinamento de motorista de caminhao Aprenda as melhores praticas da industria com este programa formal de treinamento de motorista. Treinamento de Lideranca Profissional Fortaleca a cultura de sua empresa e melhore o desempenho com treinamento de lideranca profissional. Gerenciamento de riscos on-line Gerencie o risco de forma eficiente e eficaz com o Programa de Gerenciamento de Risco e Responsabilidade On-line da SBCA. Programa de Seguranca Desenvolver um programa de seguranca atraves de educacao, treinamento e certificacao. TKO Roadmap Descubra qual o caminho de treinamento certo para qualquer ermployee, de Truss Tecnicos para o pessoal de escritorio.

Como Alterar O Preco Medio Movel

Como Alterar O Preço Médio MóvelGeralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota OSS 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele resultara em valor zero movendo price. OSS media nota 185961 - Moving Average Price Calculo. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. (C) www. gotothings Todo o material neste site e Copyright. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. gotothings nao esta afiliado a SAP AG. Qualquer copia nao autorizada ou espelhamento e proibido. MATERIAL PROCESSO DE VALORIZACAO EM SAP MM Procedimento de avaliacao de material no SAP MM: Na maioria dos Movimento de Mercadorias na Gestao de Estoques, as quantidades de estoque, portanto, o valor das acoes altera. O valor de estoque diminui. A quantidade eo valor do estoque de material eo preco de material que e chamado Preco de avaliacao sao atualizados no Registo Mestre de Material. A Avaliacao Material determina e mantem o valor de estoque de um material. A formula para Valor de estoque e dada abaixo - Stock Value Stock QuantityMaterial Price Material Valuation estabelece uma conexao entre Material Management e Financial Accounting porque Material Valuation acessa Contas do Razao em Contabilidade Financeira e atualiza-los. Nivel de Avaliacao no SAP MM: A area de avaliacao e o Nivel Organizacional em que o material e avaliado. Podemos decidir se a area de avaliacao e determinada a Nivel da Empresa ou Nivel da Empresa. Area de avaliacao Meios da empresa Os materiais tem o mesmo valor em toda a empresa ou sao avaliados em todas as plantas de um codigo de empresa. Area de Valorizacao Meio de Instalacao Cada Fabrica tem seu proprio preco. Sao criados dados de valorizacao de um material para cada Fabrica. Classe de avaliacao no SAP MM: A classe de avaliacao e usada para determinar qual conta de estoque deve ser atualizada durante os movimentos de mercadorias de um material. Procedimento de Avaliacao de Material no SAP MM: Existem dois tipos de preco para a avaliacao de material quando tratamos dos materiais em Administracao de estoques e Verificacao de faturas. A valorizacao do material pode ser realizada de acordo com o Preco Padrao indicado por S eo Preco Medio Movel indicado por V. PRECO PADRAO (PRECO S) E PRECO MEDIO MOVENTE (V PRECO) EM SAP MM Preco Padrao (Preco S) no SAP MM: Definiram o controle de preco como S (Preco Padrao) no Mestre de Materiais, os materiais sao avaliados com preco no Mestre de Materiais, independentemente do preco na Ordem de Compra. Variacoes do preco entre o Preco Padrao e o Preco da Ordem de Compra sao lancadas na Conta de Diferencas de Precos (PDA). O procedimento para o Preco Padrao pode ser entendido pelos seguintes exemplos: Caso 1: Primeiro, definimos o controle de preco como o Preco Padrao S no Mestre de Material. Se o Preco da Ordem de Compra for igual ao Preco Mestre de Material 12 INR e fizermos a Entrada de Mercadorias (-) - 120 INR Caso 2?: Se o preco da ordem de compra for de 12 INR () - 120 INR (Stock ValueStock Quantidade) GR / IR Conta de compensacao E o preco do material e 8 INR, quando nos fazemos a entrada de mercadorias para 10 PCes, o material sera avaliado com o preco padrao 10 INR somente eventhough o preco da ordem de compra e 12 INR nos vemos agora Stock / inventario () - 80 INR ) Conta de Diferenca de Preco (-) - 120 Conta de Diferenca de Preco INR () - 40 Caso INR 3?: Se o Preco da Ordem de Compra for de 8 INR eo Preco Padrao e de 12 INR, o material sera avaliado apenas em Stock Material / Inventario (-) - 80 INR (PDA -) - 40 INR Quando o Cliente deseja ter a Avaliacao a Preco Fixo, entao o Mestre de Materiais deve ter Sempre Preco Padrao S somente. Preco Medio em Movimento V (V Preco) no SAP MM: Se definimos Controle de Preco como Preco Media Movel (V) no Mestre de Material, o material sera avaliado com base no Preco da Ordem de Compra, independentemente do Preco Mestre de Material. Material Master Price mantem em mudar sempre que as entradas de mercadorias e factura e feita dependendo do preco da ordem de compra. Preco medio movel (V) Valor total / Estoque total em caso de preco medio movel (V). Normalmente, sempre que a entrada de mercadorias e feita no sistema, o material e avaliado com o preco da ordem de compra, independentemente do preco mestre de material. Exemplo: Se o Preco Mestre de Material e de 10 INR e o Controle de Precos e como o Preco Medio de Movimentacao, a Ordem de Compra e aumentada para 18 INR e se a Entrada de Mercadorias for feita para esta Ordem de Compra para 10 Pcs entao Stock / Inventory () - 180 INR GRIR Conta de Compensacao (-) - 180 INR Variacao no Preco Mestre de Material: Se antes de fazer a Entrada de Mercadorias, o estoque e de 20 Pcs e o valor total e de 200 INR, entao o Mestre de Material mostrara o Preco Media Movel V como 10 INR. Agora, se fizermos o GR de 10 Pcs em 12 INR. O preco mestre de material sera Valor de estoque Valor mestre de material Antes de GR 20 200 INR 10 INR (Valor de estoque (200) / Qtde (20)) Transacao de preco de material (MR21) em detalhes As vezes precisamos alterar o valor (preco) de Nosso material de inventario, a fim de ajusta-lo a uma determinada condicao. Talvez, porque o preco padrao atual (para o material com procedimento de controle de preco S) tem sido muito diferente com o preco medio movel estatistico (MAP). Para um material com procedimento de controle de preco S, o sistema SAP R / 3 tambem calcula seu preco medio movel e salva-o como MAP estatistico na visualizacao contabil em dados mestre de material. Este MAP estatistico nao tem influencia na avaliacao do material. Ou, para um material com o procedimento de controle de preco V, talvez precisemos mudar o preco de um material porque ele nao tem transacao movimento por um longo periodo de tempo e queremos reavalia-lo para o preco de mercado atual (Voce pode ler o nosso artigo anterior Para entender mais sobre avaliacao de materiais no SAP). Esta transacao de mudanca de preco de material geralmente ocorre em empresas de manufatura ou comercial. Esta transacao e uma transacao contabil, nao uma transacao material. Ele publicara um documento contabil, mas nao criara um documento material. Ele alterara o preco de um material na visualizacao contabil em dados mestre de material, mas nao alterara sua quantidade. O codigo T da transacao e: MR21. As revistas de contabilidade tipicas para esta transacao sao: Se o novo preco e maior do que o antigo. Por exemplo, o preco actual do material e 5000 e queremos reavalia-lo para 6000. Esta transaccao aumentara o valor do material em 1000. No final, esta transaccao resultara no mesmo para a Declaracao de Perda de Balanco e de Perda de Lucro. Porque, enquanto a operacao de negocios da empresa e executado, o material reavaliado por esta transacao sera usado, tanto para consumo interno ou para vendas. Vamos supor que nao ha nenhuma outra transacao para este material. Para a primeira condicao (preco novo gt preco antigo) O diario de contabilidade tipica para consumo e: Conta de consumo de material de despesa A primeira revista ira diminuir o Ativo por 6000 (o novo valor de material), de modo que resultara 0 na conta de inventario. A segunda revista ira diminuir o lucro do ano corrente, por isso vai diminuir o Patrimonio Liquido, por 6000. Ele ira resultar -60001000 (da receita da conta de reavaliacao de material quando a transacao de mudanca de preco material foi feito) -5000 (diminuicao do Patrimonio Liquido). E o mesmo com se nao houver nenhuma transacao de mudanca de preco material antes. Conta de despesa de consumo de material Para a segunda condicao (novo preco lt de preco antigo) O diario de contabilidade tipico para consumo e: Conta de consumo de material O primeiro diario ira diminuir o Ativo em 4000 (o novo valor de material) . A segunda revista ira diminuir o lucro do ano corrente, por isso vai diminuir Equity, por 4000. Ele resultara -4000-1000 (da despesa da conta de reavaliacao de material quando a transacao de mudanca de preco material foi feito) -5000 (diminuicao de Equity). E o mesmo com se nao houver nenhuma transacao de mudanca de preco material antes. Conta de despesas de consumo de materiais Consulte o Diario de Contas do SAP MM Transactions Overview (incluindo Accounting Basic Concept) para saber mais sobre o diario de contabilidade. Um pensamento em ldquo Material Mudanca de Preco Transaccao (MR21) em rdquo de detalhes havera uma diferenca em termos de principio de contabilidade quando eles nao querem ver o montante em COGS, em vez disso na conta de Re-de-valuation, como isto reflete posicao diferente em A indicacao da perda do amp do lucro. Deixar uma resposta Cancelar respostaComo alterar o tipo de controle de precos no SAP Price Control no sistema SAP, existem dois tipos de controle de precos Voce determina o controle de preco que deve ser usado para um material quando voce cria o material e insere os dados contabeis para isto. Voce entra em um dos seguintes indicadores no campo Controle de precos para determinar como o preco e controlado: Preco padrao Todos os lancamentos de estoque sao realizados pelo preco padrao As desvios sao lancadas nas contas de diferenca de preco As variacoes sao atualizadas As mudancas de precos podem ser monitoradas Se um material E atribuido um preco padrao (S), o valor do material e sempre calculado a esse preco. Se os movimentos de mercadorias ou recibos de faturas contem um preco que difere do preco padrao, as diferencas sao lancadas em uma conta de diferenca de preco. A variacao nao e levada em conta na avaliacao. Preco medio movel As entradas de mercadorias sao lancadas no valor de entrada de mercadorias. O preco no mestre de materiais e ajustado ao preco entregue. As diferencas de precos so ocorrem em circunstancias excepcionais. Mudancas manuais de precos sao geralmente desnecessarias. No entanto, eles sao possiveis. Se um material e atribuido a um preco medio movel (MAP), o preco e ajustado automaticamente no registro mestre de material quando ocorrem desvios de preco. Se os movimentos de mercadorias ou os recebimentos de faturas forem lancados usando um preco que difere do preco medio movel, as diferencas sao lancadas na conta de estoque como resultado, o preco medio movel e o valor da variacao de estoque. O preco medio movel exibido no registro mestre de material e arredondado. Para calculos de avaliacao, o sistema sempre usa o preco exato (valor de estoque / quantidade de acoes). Alterando o tipo de controle de precos Em determinadas condicoes, voce pode alterar o tipo de controle de preco De preco padrao para preco medio movel Voce pode fazer essa alteracao a qualquer momento. O preco medio movel (que ate agora foi atualizado apenas para fins informativos) substitui o preco padrao e e usado para avaliacao a partir de agora. Do preco medio movel ao preco padrao Nao e possivel efetuar essa alteracao nos dois casos a seguir Se o registro mestre de material estiver configurado como um registro de cabecalho de avaliacao para um material sujeito a avaliacao dividida. Se o preco padrao vier de custeio e nao for igual ao preco medio movel Se a mudanca for possivel, o preco medio movel se tornara o preco padrao, que e entao usado para avaliacao. Voce altera o tipo de controle de preco sobrescrevendo o indicador de controle de preco no registro mestre de material com o novo indicador. Alterar o tipo de controle de preco de um material nao altera o valor do estoque de material, uma vez que em ambos os casos o preco atual se torna o novo preco. Como o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material esta sujeito a mudancas Controle de preco medio, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte:

Metatrader 5 Bollinger Bands

Metatrader 5 Bollinger BandsMetaTrader 4 - Indicadores Bollinger Bands, BB - indicador para MetaTrader 4 Descricao: Bollinger Bands Indicador Tecnico (BB) e semelhante ao Envelopes. A unica diferenca e que as bandas de envelopes sao tracadas a uma distancia fixa () longe da media movel, enquanto as bandas de Bollinger sao tracadas um certo numero de desvios padrao longe dele. Desvio padrao e uma medida de volatilidade, portanto Bollinger Bands ajustar-se as condicoes de mercado. Quando os mercados se tornam mais volateis, as bandas se alargam e se contraem durante periodos menos volateis. Bandas de Bollinger normalmente sao tracadas no grafico de precos, mas tambem podem ser adicionadas ao grafico de indicadores (Indicadores Personalizados). Assim como no caso dos Envelopes, a interpretacao das Bandas de Bollinger baseia-se no fato de que os precos tendem a permanecer entre a linha de cima e a linha de fundo das faixas. Uma caracteristica distintiva do indicador Bollinger Band e a sua largura variavel devido a volatilidade dos precos. Em periodos de variacoes de precos consideraveis ??(ou seja, de alta volatilidade), as bandas se alargam deixando muito espaco aos precos para se deslocarem. Durante os periodos de statu quo, ou os periodos de baixa volatilidade, a banda mantem os precos dentro dos seus limites. Os seguintes tracos sao especificos para a Banda Bollinger: mudancas bruscas nos precos tendem a acontecer apos a banda ter contraido devido a diminuicao da volatilidade. Se os precos ultrapassarem a faixa superior, espera-se uma continuacao da tendencia actual. Se os piques e cavidades fora da faixa sao seguidos por piques e cavidades dentro da faixa, um inverso da tendencia pode ocorrer. O movimento de precos que comecou a partir de uma das linhas de bandas geralmente atinge o oposto. A ultima observacao e util para a previsao de guias de precos. Calculo: Bandas de Bollinger sao formadas por tres linhas. A linha media (ML) e uma media movel usual. ML SUM CLOSE, N / N A linha superior, TL, e a mesma que a linha media um certo numero de desvios-padrao (D) maior que o ML. TL ML (DStdDev) A linha inferior (BL) e a linha media deslocada para baixo pelo mesmo numero de desvios padrao. BL ML (DStdDev) N e o numero de periodos utilizados no calculo SMA Media Movel Simples StdDev significa Desvio Padrao. E recomendavel usar a Media Movel Simples de 20 periodos como a linha media, e tracar as linhas superior e inferior dois desvios-padrao de distancia dele (SOMENTE (FIM, N)) 2, N / N). Alem disso, as medias moveis de menos de 10 periodos sao de pouco efeito. Indicador Tecnico Descricao A descricao completa de Bollinger BandsBB esta disponivel na Analise Tecnica: Bandas de Bollinger As Bandas de Bollinger Bollinger Bollinger (BB) sao semelhantes as Envelopes. A unica diferenca e que as bandas de Envelopes sao tracadas a uma distancia fixa () longe da media movel. Enquanto as Bandas de Bollinger sao tracadas um certo numero de desvios padrao de distancia dele. Desvio padrao e uma medida de volatilidade, portanto Bollinger Bands ajustar-se as condicoes de mercado. Quando os mercados se tornam mais volateis, as bandas se alargam e se contraem durante periodos menos volateis. Bandas de Bollinger normalmente sao desenhadas no grafico de precos, mas tambem podem ser adicionadas ao grafico de indicadores. Assim como no caso dos envelopes. A interpretacao das Bandas de Bollinger baseia-se no facto de os precos tenderem a permanecer entre o topo ea linha de fundo das faixas. Uma caracteristica distintiva do indicador Bollinger Band e a sua largura variavel devido a volatilidade dos precos. Em periodos de variacoes de precos consideraveis ??(ou seja, de alta volatilidade), as bandas se alargam deixando muito espaco aos precos para se deslocarem. Durante os periodos de statu quo, ou os periodos de baixa volatilidade, a banda mantem os precos dentro dos seus limites. As seguintes caracteristicas sao particulares para a Banda de Bollinger: as mudancas abruptas de precos tendem a acontecer depois que a banda se contraiu devido a diminuicao da volatilidade se os precos entram na faixa superior, uma continuacao da tendencia atual e esperada se os piques e cavidades Fora da banda sao seguidos por piques e cavidades dentro da banda, um inverso da tendencia pode ocorrer o movimento de precos que comecou a partir de uma das bandas linhas geralmente atinge o oposto. A ultima observacao e util para a previsao de guias de precos. Calculo As bandas de Bollinger sao formadas por tres linhas. A linha media (ML) e uma media movel usual. A linha superior (TL) e igual a linha media de um certo numero de desvios-padrao (D). TL ML (D StdDev) A linha inferior (BL) e a linha media deslocada para baixo pelo mesmo numero de desvios padrao. (N) 150 ML (D StdDev) Soma (N) 150 soma para N periodos FECHAR 150 fechar preco N 150 numero de periodos utilizados no calculo SMA 150 Media Movel Simples SQRT 150 raiz quadrada StdDev 150 desvio padrao: StdDev SQRT 150 SMA (FECHAR, N)) 2, N) / N) Recomenda-se usar a Media Movel Simples de 20 periodos como a linha media, e tracar as linhas superior e inferior dois desvios padrao de distancia dela. Alem disso, as medias moveis de menos de 10 periodos sao de pouco efeito. Bollinger Bandsreg Bandas Bollinger (BB) sao semelhantes aos envelopes. A unica diferenca e que as bandas de Envelopes sao tracadas a uma distancia fixa () longe da media movel. Enquanto as Bandas de Bollinger sao tracadas um certo numero de desvios padrao de distancia dele. Desvio padrao e uma medida de volatilidade, portanto Bollinger Bands ajustar-se as condicoes de mercado. Quando os mercados se tornam mais volateis, as bandas se alargam e se contraem durante periodos menos volateis. Bandas de Bollinger normalmente sao desenhadas no grafico de precos, mas tambem podem ser adicionadas ao grafico de indicadores. Assim como no caso dos envelopes. A interpretacao das Bandas de Bollinger baseia-se no facto de os precos tenderem a permanecer entre o topo ea linha de fundo das faixas. Uma caracteristica distintiva do indicador Bollinger Band e a sua largura variavel devido a volatilidade dos precos. Em periodos de variacoes de precos consideraveis ??(ou seja, de alta volatilidade), as bandas se alargam deixando muito espaco aos precos para se deslocarem. Durante os periodos de statu quo, ou os periodos de baixa volatilidade, a banda mantem os precos dentro dos seus limites. As seguintes caracteristicas sao particulares para a Banda de Bollinger: as mudancas abruptas de precos tendem a acontecer depois que a banda se contraiu devido a diminuicao da volatilidade se os precos entram na faixa superior, uma continuacao da tendencia atual e esperada se os piques e cavidades Fora da banda sao seguidos por piques e cavidades dentro da banda, um inverso da tendencia pode ocorrer o movimento de precos que comecou a partir de uma das bandas linhas geralmente atinge o oposto. A ultima observacao e util para a previsao de guias de precos. Calculo As bandas de Bollinger sao formadas por tres linhas. A linha media (ML) e uma media movel usual. A linha superior (TL) e a mesma que a linha media um certo numero de desvios-padrao (D) maior do que o ML. TL ML (D StdDev) A linha inferior (BL) e a linha media deslocada para baixo pelo mesmo numero de desvios padrao. BL ML - (D StdDev) SUM (.N) e a soma para N periodos CLOSE e o preco de fechamento N e o numero de periodo usado para calculos SMA e uma media movel simples SQRT e uma raiz quadrada StdDev significa desvio padrao: StdDev SQRT (SOMA (FECHAR SMA (FECHAR, N)) 2, N) / N) Recomenda-se usar a Media Movel Simples de 20 periodos como a linha media, e tracar as linhas superior e inferior dois desvios padrao de distancia dela. Alem disso, as medias moveis de menos de 10 periodos sao de pouco efeito. MetaTrader 5 - Indicadores Bollinger Bands 174 - indicador para MetaTrader 5 Descricao: Bollinger Bands indicador tecnico (BB) e semelhante ao Envelopes. A unica diferenca e que as bandas de envelopes sao tracadas a uma distancia fixa () longe da media movel, enquanto as bandas de Bollinger sao tracadas um certo numero de desvios padrao longe dele. Desvio padrao e uma medida de volatilidade, portanto Bollinger Bands ajustar-se as condicoes de mercado. Quando os mercados se tornam mais volateis, as bandas se alargam e se contraem durante periodos menos volateis. Bandas de Bollinger normalmente sao plotadas no grafico de precos, mas tambem podem ser adicionadas ao grafico de indicadores. Assim como no caso dos Envelopes, a interpretacao das Bandas de Bollinger baseia-se no fato de que os precos tendem a permanecer entre a linha de cima e a linha de fundo das faixas. Uma caracteristica distintiva do indicador Bollinger Band e a sua largura variavel devido a volatilidade dos precos. Em periodos de variacoes de precos consideraveis ??(ou seja, de alta volatilidade), as bandas se alargam deixando muito espaco aos precos para se deslocarem. Durante os periodos de statu quo, ou os periodos de baixa volatilidade, a banda mantem os precos dentro dos seus limites. As seguintes caracteristicas sao particulares para a Banda de Bollinger: as mudancas abruptas de precos tendem a acontecer depois que a banda se contraiu devido a diminuicao da volatilidade se os precos entram na faixa superior, uma continuacao da tendencia atual e esperada se os piques e cavidades Fora da banda sao seguidos por piques e cavidades dentro da banda, um inverso da tendencia pode ocorrer o movimento de precos que comecou a partir de uma das bandas linhas geralmente atinge o oposto. A ultima observacao e util para a previsao de guias de precos. Calculo do indicador da faixa de Bollinger: As faixas de Bollinger sao dadas forma por tres linhas. A linha media (ML) e uma media movel usual. A linha superior (TL) e igual a linha media de um certo numero de desvios-padrao (D). TL ML (D StdDev) A linha inferior (BL) e a linha media deslocada para baixo pelo mesmo numero de desvios padrao. N - numero de periodos utilizados no calculo SMA - Media Movel Simples SQRT - raiz quadrada StdDev - desvio padrao: StdDev SQRT (SUM ((CLOSE SMA (CLOSE, N)) 2, N) / N) Recomenda-se usar a Media Movel Simples de 20 periodos como a linha media, e tracar as linhas superior e inferior dois desvios padrao de distancia dela. Alem disso, as medias moveis de menos de 10 periodos sao de pouco efeito. Traduzido do russo por MetaQuotes Software Corp. Codigo original: www. mql5 / ru / code / 14Bollinger Bands0174 (BB) Bollinger Bandas Indicador Tecnico (BB) e semelhante ao Envelopes. A unica diferenca e que as bandas de Envelopes sao tracadas a uma distancia fixa () longe da media movel. Enquanto as Bandas de Bollinger sao tracadas um certo numero de desvios padrao de distancia dele. Desvio padrao e uma medida de volatilidade, portanto Bollinger Bands ajustar-se as condicoes de mercado. Quando os mercados se tornam mais volateis, as bandas se alargam e se contraem durante periodos menos volateis. Bandas de Bollinger normalmente sao tracadas no grafico de precos, mas tambem podem ser adicionadas ao grafico de indicadores (Indicadores Personalizados). Assim como no caso dos envelopes. A interpretacao das Bandas de Bollinger baseia-se no facto de os precos tenderem a permanecer entre o topo ea linha de fundo das faixas. Uma caracteristica distintiva do indicador Bollinger Band e a sua largura variavel devido a volatilidade dos precos. Em periodos de variacoes de precos consideraveis ??(ou seja, de alta volatilidade), as bandas se alargam deixando muito espaco aos precos para se deslocarem. Durante os periodos de statu quo, ou os periodos de baixa volatilidade, a banda mantem os precos dentro dos seus limites. Os seguintes tracos sao especificos para a Banda Bollinger: mudancas bruscas nos precos tendem a acontecer apos a banda ter contraido devido a diminuicao da volatilidade. Se os precos ultrapassarem a faixa superior, espera-se uma continuacao da tendencia actual. Se os piques e cavidades fora da faixa sao seguidos por piques e cavidades dentro da faixa, um inverso da tendencia pode ocorrer. O movimento de precos que comecou a partir de uma das linhas de bandas geralmente atinge o oposto. A ultima observacao e util para a previsao de guias de precos. Calculo: Bandas de Bollinger sao formadas por tres linhas. A linha media (ML) e uma media movel usual. A linha superior, TL, e a mesma que a linha media um certo numero de desvios-padrao (D) maior do que o ML. A linha inferior (BL) e a linha media deslocada para baixo pelo mesmo numero de desvios padrao. Onde: N e o numero de periodos utilizados no calculo SMA Media Movel Simples StdDev significa Desvio Padrao. Recomenda-se usar a Media Movel Simples de 20 periodos como a linha media, e tracar as linhas superior e inferior dois desvios padrao de distancia dela. Alem disso, as medias moveis de menos de 10 periodos sao de pouco efeito. Source Code A fonte MQL4 completa de Bandas Bollinger esta disponivel na Base de Codigo: Bandas Bollinger Aviso: Todos os direitos sobre estes materiais sao reservados pela MetaQuotes Software Corp. E proibida a copia ou reimpressao destes materiais, no todo ou em parte.

How Moving Average Price Is Calculated In Sap

How Moving Average Price Is Calculated In SapComo o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, veja: Registro O Controle de Precos esta associado ao material / planta (e tipo de avaliacao no caso de avaliacao dividida). Pode ser verificado nos dados mestre de material (MM03) na vista Contabilidade 1. Preco Padrao Preco Padrao. Um preco constante ao qual um material e sempre avaliado. Movimentos de mercadorias e faturas nao alteram esse preco. Mesmo se voce estiver usando preco S preco padrao, a media movel ainda e calculado e armazenado em MM03-Contabilidade 1 vista. Ele funciona como um preco medio estatistico a ser usado por relatos de evolucao de precos. Exemplos: Avaliacao de GR usando dados de preco padrao antes do lancamento: estoque antes da postagem: 10 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD. Preco Padrao: 20 USD / PC. Recepcao de uma ordem de compra de 10 PC com um preco de 25 USD / PC (valor liquido de ordem de compra de 10 PC x 25 USD / PC 250 USD). Valor GR (WRX) GR qty x (PO Valor liquido / PO qty) Valor GR (WRX) 10 PC x (250 USD / 10 PC) 250 USD. Conta de estoque (BSX) GR qty x (Unidade de preco / preco padrao) Conta de estoque (BSX) 10 PC x (20 USD / 1 PC) 200 USD. Diferenca de preco (PRD) WRX BSX PRD 250 USD - 200 USD 50 USD. Portanto, aqui temos os seguintes valores a serem lancados pela avaliacao do GR: WRX 250 USD - gt E atualizado no historico do pedido (tabela EKBE). BSX 200 USD - gt E actualizado no documento Material (tabela MSEG). Dados apos o lancamento: Estoque apos o lancamento: 10 PC 10 PC 20 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD 200 USD 400 USD. Preco medio movel Preco medio movel. Um preco que muda em consequencia do movimento de mercadorias e lancamentos de faturas. O preco medio movel e calculado dividindo o valor do material pela quantidade de material em estoque. E automaticamente recalculado pelo sistema apos cada movimento de mercadorias ou entrada de fatura. A nota SAP 139176 explica o recalculo do preco medio movel. Exemplos: Avaliacao de GR usando o Preco Medio de Movimentacao Dados antes do lancamento: Estoque antes do lancamento: 10 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD. Preco medio movel: 20 USD / PC. Recepcao de uma ordem de compra de 10 PC com um preco de 25 USD / PC (valor liquido de ordem de compra de 10 PC x 25 USD / PC 250 USD). Valor GR (WRX) GR qty x (PO Valor liquido / PO qty) Valor GR (WRX) 10 PC x (250 USD / 10 PC) 250 USD. Conta de deposito (BSX) Valor GR (WRX) Conta de deposito (BSX) 250 USD. Neste caso, o documento contabilistico seria: Dados apos o lancamento: Estoque apos o lancamento: 10 PC 10 PC 20 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD 250 USD 450 USD. Preco medio movel: 450 USD / 20 PC 22.50 USD / PC. Ledger de Material e Determinacao de Preco Se o ledger de materiais for ativado para o material, este indicador, juntamente com o indicador de determinacao de preco de materiais, determina a qual dos seguintes precos o material e avaliado: Preco padrao Preco medio movel (Preco unitario periodico) Indicador: Ferramenta que coleta dados de transacao para materiais cujos dados mestre estao armazenados no mestre de materiais. A funcionalidade do ledger de materiais (uma ferramenta da area CO) usa esse indicador para calcular precos para avaliar esses materiais em diferentes moedas. O ledger de materiais e a base do calculo de custos real. Permite que os inventarios de materiais sejam avaliados em multiplas moedas e permite o uso de diferentes abordagens de avaliacao. Ao usar o ledger de materiais, voce pode ver a evolucao do preco em tres moedas diferentes. Indicador de Determinacao de Preco: Especifica como a determinacao do preco do material deve ser feita. Valores possiveis para determinacao de preco: 2 Transacao Baseado em combinacoes possiveis entre controle de preco e determinacao de preco: unidade periodica Preco: e um preco que muda periodicamente como resultado de movimentos de mercadorias e entradas de faturas. O preco unitario periodico e calculado dividindo o valor do material pela quantidade desse material no estoque. Faz referencia a unidade de medida de base e unidade de preco no registro mestre de material. O preco unitario periodico e utilizado na determinacao do preco de material unico e multinivel para avaliar os materiais para o periodo encerrado. Para o periodo corrente, o material ainda e avaliado usando o preco padrao. Voce pode transportar o preco unitario periodico em ate tres moedas e tres visualizacoes de avaliacao. Exemplo: BRL, EUR, USD Exemplo de avaliacao de entrada de mercadorias ao ativar o ledger de materiais. A partir da versao ECC6.0, Enhancement Package 3 (ECC6.03), uma nova logica de lancamento esta disponivel no ledger de materiais ativos para materiais com preco medio movel. Esta logica de lancamento corresponde a logica de lancamento do ledger de materiais inactivos. Para mais informacoes, consulte a Nota 1253944. Dados antes da postagem: Controle de preco: V preco medio movel Estoque antes da postagem: 10 PC. Valor antes do lancamento: 200 MXN. Preco medio movel 20 MXN / PC. Recepcao de uma ordem de compra de 10 PCs com um preco de 30 MXN / PC (valor de ordem de compra de 10 PC x 30 MXN / PC 300 MXN). Para um ledger de material ativo, um material com preco medio controlado e avaliado com uma logica semelhante ao preco padrao: O valor registrado no documento material corresponde ao produto da quantidade e preco medio movel e nao ao valor atribuido externamente do ordem de compra. Valor de GR (WRX) GR qty x (Valor liquido de PO / quantidade de PO) WRX 10 PC x (300 MXN / 10 PC) 300 MXN Conta de estoque (BSX) GR qty x (Preco medio movel / unidade de preco) via MM03 ) Gt Se o ledger de materiais estava inativo: Conta de estoque (BSX) WRX (sempre que a situacao atual de estoque e valor o permite) BSX WRX 300 MXN. Gt Com um ledger de material ativo: Conta de estoque (BSX) GR qty x (Media movel Preco / unidade de preco) BSX 10 PC x (20 MXN / 1 PC) 200 MXN Diferenca de preco (PRD) WRX - BSX PRD 300 MXN 200 MXN 100 MXN Portanto, temos os seguintes lancamentos em FI: Isso tambem sera lancado em outro documento FI para fazer a liquidacao do ledger de materiais. Notas de SAP Relacionadas / KBAs 532932 - FAQ: Logica de avaliacao com ledger de material ativoMoving logica de calculo de preco medio de material com Price Control quotSquot Como voce sabe que existe um icone de Preco de Movimentacao e de preco padrao no mestre de materiais. Eu quero entender a logica de calculo do preco medio movel dos materiais que tem o controle de preco S Como o sistema calcula o MAP para materiais de preco padrao O recebimento da ordem de processo eu suponho e avaliado no custo de ordem de processo apos a liquidacao, Abaixo esta o exemplo de processo de recepcao de pedidos e cenario de emissao: Recibo da ordem de processo 161000000223 300 kg e GR ao valor de custo padrao e Rs 5892 Emissao para a ordem de processo 162000000294 250 kg e GI Ao custo de custo padrao e Rs 4910. Assim, o saldo no final do periodo e de 50 kg e saldo no valor de custo padrao e Rs 982. Aqui, na ordem de processo 161000000223 o custo real e de 10 Rs. Entao, como o sistema calculara o preco padrao MAPThe / preco medio movel no mestre de materiais e usado para avaliar / determinar o valor de seu inventario. O preco na ordem de compra e o preco basico que voce realmente paga pelo estoque. O preco da ordem de compra deve ser retirado do registro info. Estes podem, por vezes, estar fora de sincronia. Se o material for avaliado a um preco standard, a diferenca entre o preco da ordem de compra e o preco padrao ira para uma conta de diferenca de preco. Se o material for avaliado a um preco medio movel, a diferenca entre o preco da ordem de compra eo preco medio movel NAO ira para uma conta de diferenca de preco. O preco medio movel sera simplesmente ajustado. Usamos uma regra simples de qualquer material adquirido externamente e avaliado a um preco medio movel. Qualquer coisa produzida internamente e colocada no inventario e avaliada a um preco padrao em todas as plantas. Geralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele ira resultar em valor zero mover preco medio. Note 185961 - Calculo do Preco Medio em Movimento. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. Avaliacao com Moving Preco medio: No exemplo a seguir, o estoque e avaliado com o preco medio movel. O sistema analisa como a cobertura de estoque e a escassez de acoes afetam os precos. Para obter mais informacoes sobre o preco padrao eo preco medio movel, consulte Controle de precos com e sem os problemas do ledger de materiais com cobertura de estoque Exemplo 1: Cobertura de estoque na entrada de mercadorias 1. No periodo atual, ha um numero de entradas de mercadorias para um material Que e avaliada com o preco medio movel: Entrada de mercadorias 1: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 2: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 3: 100 pecas a 1 / pc. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 300 pecas Valor de inventario: 300 Preco medio movel: 1 2. Uma saida de mercadorias ocorre para 180 pecas deste material. Valores de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 120 Preco medio movel: 1 3. Nos recibos de fatura para as entradas de mercadorias acima, o preco da fatura varia de acordo com o preco da ordem de compra em todos os tres casos: 100 pecas a 1,20 / pc. Recibo da factura 2: 100 pecas a 1,20 / pc. Recebimento da factura 3: 100 pecas a 1,20 / pc. Como nos tres casos houve cobertura de estoque adequada no momento do recebimento da fatura (a quantidade do estoque e pelo menos tao grande quanto a quantidade da fatura), as variacoes de preco de todas as tres faturas sao completamente debitadas no estoque. No total, a quantidade de estoque restante e debitada com uma variancia de 60. As ordens individuais nao verificam se a quantidade de estoque restante tambem e debitada por outras ordens Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 180 Preco medio movel : 1.50 O resultado e um preco de avaliacao excessivamente alto para o estoque de material e subsequente consumo de material, uma vez que todos os desvios de preco das diversas entradas de mercadorias entraram no preco. Exemplo 2: Cobertura de acoes na liquidacao de ordens Durante a liquidacao de desvios em ordens de producao, o sistema verifica se existe uma cobertura de estoque correspondente para o respectivo material. Se varias ordens de producao foram concluidas durante um periodo eo estoque de material no final do periodo e menor do que a soma das receitas das ordens de producao, as variacoes de todas as ordens de producao sao alocadas ao estoque de material, assumindo uma cobertura de estoque adequada. As encomendas individuais nao verificam se o inventario final do periodo ja foi debitado com desvios de outra ordem. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias num periodo e entregue ao stock a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD Ha apenas 1 peca deixada no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. Cada ordem de producao individual verifica a cobertura de estoque e determina que as variacoes podem ser lancadas completamente em estoque. Dados de avaliacao do material no final do periodo: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 200 USD Preco medio movel: 200 USD O inventario final de 1 peca e debitado por 100 eo preco medio movel do material FERT torna-se 200. Assim, Inventario de material e carregado com variacoes que didnt mesmo causar, resultando em um preco irrealista. O consumo subsequente tambem e avaliado usando esse preco inflacionado. O valor do estoque de material ja nao reflete o custo real dos bens fabricados. O sistema reage de forma diferente se descobrir uma escassez de estoque. Problemas com falta de estoque Exemplo 3: Falta de estoque no recebimento da nota fiscal Se o valor faturado de um material adquirido externamente for menor que o valor com o qual a entrada de mercadorias e avaliada, o recibo da nota fiscal deve corrigir o preco do material reduzindo o valor do estoque de material . Se, no entanto, houver falta de estoque no momento do recibo da fatura, o valor da acao e reduzido apenas proporcionalmente, o valor restante e lancado na conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira. Exemplo 4: Escassez de estoque no recebimento da mercadoria para a ordem: 1. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias em um periodo e entregue ao estoque a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de estoque: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD 2. Existe 1 peca no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. As variacoes de uma ordem de fabricacao, 100 USD, devem ser liquidadas com um tamanho de lote de 10 pecas. Existe apenas 1 peca do material em estoque. Assim, o estoque de material e apenas parcialmente debitado (com 10 USD). Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 20 USD Preco medio movel: 20DM Conta de diferenca de preco: 90 USD Nenhuma entrada de mercadorias para a ordem: Se os desvios foram calculados para uma ordem de fabricacao em um periodo, As entradas de mercadorias para essa ordem nesse periodo (como com os custos de acompanhamento), a totalidade dessas variacoes sao lancadas na conta de diferenca de preco. Aqui, nao se pode garantir que o valor do estoque de material reflete a posicao real. SAP FICO Formacao Online www.21cssindia / cursos / sap-fi-co-online-formacao-40 314331363135 3137313530743137 SAP FICO Formacao. SAP FICO Formacao Online, SAP FICO Corporate Training, Melhor Formacao SAP FICO. Especialista SAP FICO Formacao, Melhor SAP FICO Online. Cursos em Solucoes de Software do Seculo XXI Treinamento on-line da Talend - Treinamento on-line da IBM - Treinamento on-line da IBM Unica - Treinamento on-line Siteminder - Treinamento on-line do SharePoint - Treinamento on-line da Informatica - Treinamento Online da SalesForce - Muitos more8230 Ligue-nos 917386622889 Visite: ttp: //www.21cssindia / Cursos Foi muito bom artigo e util para sap aprendizes. Estamos tambem fornecendo cursos de sap treinamento on-line nosso lider global Cubtraining no fornecimento de cursos de sap. Foi realmente um bom artigo e fiquei muito impressionado com a leitura deste artigo tambem estamos dando todos os cursos de software de formacao on-line. O Sap FICO Online Training e um dos principais institutos de formacao on-line do mundo. Eu estava lendo seu blog esta manha e notei que voce tem uma pagina de recursos incriveis. Eu realmente tenho um blog semelhante que pode ser util ou util para o seu publico. Muito bom post. Eu apenas vim atraves de seu local e quis dizer que I8217ve apreciou realmente ler suas mensagens. O preco medio movel (MAP) e um procedimento de avaliacao em que o preco de inventario pode mudar em decorrencia de certas transacoes comerciais (entradas de mercadorias, GR / Compensacao IR com materiais adquiridos externamente, e limpeza WIP com materiais fabricados internamente). Pre-requisitos Voce especificou para cada material que seu preco de estoque pode mudar como um preco medio movel. Recursos Com o procedimento de avaliacao MAP, os valores externos das transacoes de negocios sao atribuidos aos objetos de inventario. A quantidade eo valor do recibo do inventario sao adicionados ao inventario existente. Em seguida, um novo MAP e calculado com base na relacao entre a nova quantidade de inventario eo valor de inventario. As receitas de inventario, portanto, afetam o preco. As diferencas de liquidacao sao atribuidas ao inventario. Isso depende da cobertura de estoque. Settlements apenas alterar o valor de inventario, nunca a quantidade de inventario. Assentamentos, portanto, sempre afetam o preco. Os problemas de inventario reduzem o valor do inventario pelo valor do inventario emitido. Se isso resultar em uma nova relacao preco / quantidade, o preco e ajustado em conformidade. Problemas de inventario raramente usam um valor externo, mas sao normalmente avaliados com a relacao valor / quantidade atual do objeto de inventario, ou seja, o preco medio movel atual. Por este motivo, a maioria dos problemas de estoque nao afeta o preco quando o procedimento de preco medio movel e usado. Para manter o preco consistente, o procedimento de avaliacao precisa ser alterado sempre que a transacao comercial encontrar situacoes incomuns ou cobertura de estoque em falta. As seguintes situacoes invulgares sao possiveis: Valor de inventario negativo e quantidade de inventario negativo As quantidades de inventario podem tornar-se negativas se as definicoes do sistema o permitirem. Reversoes de documentos e transacoes Publicacoes de valor puro As lancamentos de valores puros normalmente tem quantidades de base, mas preservam a situacao de quantidade no estoque. Devido aos atrasos de tempo, os lancamentos de valores com quantidades de base elevadas podem encontrar baixas quantidades de estoque. Para proteger os valores de inventario de serem distorcidos nesses casos, e realizada uma verificacao de cobertura de estoque na qual a quantidade da fatura e comparada com a quantidade de estoque atual. Lancamento em um periodo anterior Os lancamentos em um periodo anterior alteram a quantidade, o valor eo preco medio do estoque atual, bem como a quantidade, o valor e o preco do periodo anterior.

Calculo Do Preco Medio Movel Sap

Cálculo Do Preço Médio Móvel SapGeralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota OSS 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele resultara em valor zero movendo price. OSS media nota 185961 - Moving Average Price Calculo. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. (C) www. gotothings Todo o material neste site e Copyright. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. gotothings nao esta afiliado a SAP AG. Qualquer copia ou espelhamento nao autorizado e proibido. Como o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: Movendo a logica do calculo do preco medio do material com Controle de preco Como voce sabe que existe um icone de Preco movel e de preco padrao no mestre de materiais. Eu quero entender a logica de calculo do preco medio movel dos materiais que tem o controle de preco S Como o sistema calcula o MAP para materiais de preco padrao O recebimento da ordem de processo eu suponho e avaliado no custo de ordem de processo apos a liquidacao, Abaixo esta o exemplo de processo de recepcao de pedidos e cenario de emissao: Recibo da ordem de processo 161000000223 300 kg e GR ao valor de custo padrao e Rs 5892 Emissao para a ordem de processo 162000000294 250 kg e GI Ao custo de custo padrao e Rs 4910. Assim, o saldo no final do periodo e de 50 kg e saldo no valor de custo padrao e Rs 982. Aqui, na ordem de processo 161000000223 o custo real e de 10 Rs. Entao, como o sistema calculara o preco padrao MAPThe / preco medio movel no mestre de materiais e usado para avaliar / determinar o valor de seu inventario. O preco na ordem de compra e o preco basico que voce realmente paga pelo estoque. O preco da ordem de compra deve ser retirado do registro info. Estes podem, por vezes, estar fora de sincronia. Se o material for avaliado a um preco standard, a diferenca entre o preco da ordem de compra e o preco padrao ira para uma conta de diferenca de preco. Se o material for avaliado a um preco medio movel, a diferenca entre o preco da ordem de compra eo preco medio movel NAO ira para uma conta de diferenca de preco. O preco medio movel sera simplesmente ajustado. Usamos uma regra simples de qualquer material adquirido externamente e avaliado a um preco medio movel. Qualquer coisa produzida internamente e colocada no inventario e avaliada a um preco padrao em todas as plantas. Geralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele ira resultar em valor zero mover preco medio. Note 185961 - Calculo do Preco Medio em Movimento. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. Avaliacao com Moving Preco medio: No exemplo a seguir, o estoque e avaliado com o preco medio movel. O sistema analisa como a cobertura de estoque e a escassez de acoes afetam os precos. Para obter mais informacoes sobre o preco padrao eo preco medio movel, consulte Controle de precos com e sem os problemas do ledger de materiais com cobertura de estoque Exemplo 1: Cobertura de estoque na entrada de mercadorias 1. No periodo atual, ha um numero de entradas de mercadorias para um material Que e avaliada com o preco medio movel: Entrada de mercadorias 1: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 2: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 3: 100 pecas a 1 / pc. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 300 pecas Valor de inventario: 300 Preco medio movel: 1 2. Uma saida de mercadorias ocorre para 180 pecas deste material. Valores de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 120 Preco medio movel: 1 3. Nos recibos de fatura para as entradas de mercadorias acima, o preco da fatura varia de acordo com o preco da ordem de compra em todos os tres casos: 100 pecas a 1,20 / pc. Recibo da factura 2: 100 pecas a 1,20 / pc. Recebimento da factura 3: 100 pecas a 1,20 / pc. Como nos tres casos houve cobertura de estoque adequada no momento do recebimento da fatura (a quantidade do estoque e pelo menos tao grande quanto a quantidade da fatura), as variacoes de preco de todas as tres faturas sao completamente debitadas no estoque. No total, a quantidade de estoque restante e debitada com uma variancia de 60. As ordens individuais nao verificam se a quantidade de estoque restante tambem e debitada por outras ordens Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 180 Preco medio movel : 1.50 O resultado e um preco de avaliacao excessivamente alto para o estoque de material e subsequente consumo de material, uma vez que todos os desvios de preco das diversas entradas de mercadorias entraram no preco. Exemplo 2: Cobertura de acoes na liquidacao de ordens Durante a liquidacao de desvios em ordens de producao, o sistema verifica se existe uma cobertura de estoque correspondente para o respectivo material. Se varias ordens de producao foram concluidas durante um periodo eo estoque de material no final do periodo e menor do que a soma das receitas das ordens de producao, as variacoes de todas as ordens de producao sao alocadas ao estoque de material, assumindo uma cobertura de estoque adequada. As encomendas individuais nao verificam se o inventario final do periodo ja foi debitado com desvios de outra ordem. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias num periodo e entregue ao stock a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD Ha apenas 1 peca deixada no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. Cada ordem de producao individual verifica a cobertura de estoque e determina que as variacoes podem ser lancadas completamente em estoque. Dados de avaliacao do material no final do periodo: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 200 USD Preco medio movel: 200 USD O inventario final de 1 peca e debitado por 100 eo preco medio movel do material FERT torna-se 200. Assim, Inventario de material e carregado com variacoes que didnt mesmo causar, resultando em um preco irrealista. O consumo subsequente tambem e avaliado usando esse preco inflacionado. O valor do estoque de material ja nao reflete o custo real dos bens fabricados. O sistema reage de forma diferente se descobrir uma escassez de estoque. Problemas com falta de estoque Exemplo 3: Falta de estoque no recebimento da nota fiscal Se o valor faturado de um material adquirido externamente for menor que o valor com o qual a entrada de mercadorias e avaliada, o recibo da nota fiscal deve corrigir o preco do material reduzindo o valor do estoque de material . Se, no entanto, houver falta de estoque no momento do recibo da fatura, o valor da acao e reduzido apenas proporcionalmente, o valor restante e lancado na conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira. Exemplo 4: Escassez de estoque no recebimento da mercadoria para a ordem: 1. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias em um periodo e entregue ao estoque a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de estoque: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD 2. Existe 1 peca no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. As variacoes de uma ordem de fabricacao, 100 USD, devem ser liquidadas com um tamanho de lote de 10 pecas. Existe apenas 1 peca do material em estoque. Assim, o estoque de material e apenas parcialmente debitado (com 10 USD). Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 20 USD Preco medio movel: 20DM Conta de diferenca de preco: 90 USD Nenhuma entrada de mercadorias para a ordem: Se os desvios foram calculados para uma ordem de fabricacao em um periodo, As entradas de mercadorias para essa ordem nesse periodo (como com os custos de acompanhamento), a totalidade dessas variacoes sao lancadas na conta de diferenca de preco. Aqui, nao se pode garantir que o valor do estoque de material reflete a posicao real. SAP FICO Formacao Online www.21cssindia / cursos / sap-fi-co-online-formacao-40 314331363135 3137313530743137 SAP FICO Formacao. SAP FICO Formacao Online, SAP FICO Corporate Training, Melhor Formacao SAP FICO. Especialista SAP FICO Formacao, Melhor SAP FICO Online. Cursos em Solucoes de Software do Seculo XXI Treinamento on-line da Talend - Treinamento on-line da IBM - Treinamento on-line da IBM Unica - Treinamento on-line Siteminder - Treinamento on-line do SharePoint - Treinamento on-line da Informatica - Treinamento Online da SalesForce - Muitos more8230 Ligue-nos 917386622889 Visite: ttp: //www.21cssindia / Cursos Foi muito bom artigo e util para sap aprendizes. Estamos tambem fornecendo cursos de sap treinamento on-line nosso lider global Cubtraining no fornecimento de cursos de sap. Foi realmente um bom artigo e fiquei muito impressionado com a leitura deste artigo tambem estamos dando todos os cursos de software de formacao on-line. O Sap FICO Online Training e um dos principais institutos de formacao on-line do mundo. Eu estava lendo seu blog esta manha e notei que voce tem uma pagina de recursos incriveis. Eu realmente tenho um blog semelhante que pode ser util ou util para o seu publico. Muito bom post. Eu apenas vim atraves de seu local e quis dizer que I8217ve apreciou realmente ler suas mensagens. Em qualquer caso I8217ll estar assinando a sua alimentacao e espero que voce vai manter uma boa workCheerWhen e util usar o controle de precos V ou S no Material Master Tenho que seguir a configuracao SAP padrao no tipo de material para os seguintes tipos de material : - ROH (materias-primas) - preco medio movel - HALB (produtos semiacabados) - preco normal - FERT (produtos acabados) - preco padrao Em que caso e por que e util para alterar estes padroes no tipo de material Qual e a diferenca entre o preco padrao E preco medio movel Quando e como usa-lo O preco padrao e usado para produtos que nao flutuam frequentemente. Geralmente e usado para produtos acabados ou semi-acabados. O preco medio movel e usado principalmente para materias-primas que sao compradas externamente. A vantagem de usar o preco medio movel para suas materias-primas e que seus custos do inventario refletirao sempre o custo de mercado atual. A SAP recomenda vivamente que voce nao selecione o controle de precos V para produtos semi-acabados e produtos acabados. Porque faze-lo muito facilmente causar o calculo de precos de avaliacao irrealista. A SAP recomenda: Controle de precos V para controle de precos de materias-primas e mercadorias para S semitrabalhados e produtos. Se, no entanto, voce selecionar o controle de precos V, tome cuidado nas seguintes situacoes: 1. Os precos irrealistas ocorrem se materiais sao produzidos e tambem se aposentam durante um periodo (ou seja, o estoque no final do periodo e menor que o total de aquisicoes de Ordens de producao) e se, alem disso, varias ordens de producao pertencentes a um material foram concluidas nesse periodo, ea liquidacao da ordem de producao calcula as variacoes no final do periodo. Cada unica ordem de producao realiza uma verificacao de cobertura de estoque e pode, portanto, fazer com que o preco medio movel seja alterado. No entanto, as ordens de producao individuais nao verificam se o inventario disponivel no final do periodo ja foi debitado por outra ordem de producao. Exemplo: em 20 dias uteis no periodo, 1 pedaco de material xyz foi produzido para cada dia e entregue ao armazem a um preco de US $ 1000. No final do periodo ha 1 peca no armazem. Como um preco de atividade de um centro de custo participante foi maior do que o planejado. Cada unica ordem de producao calcula o custo dos bens fabricados de USD 1100 durante a liquidacao. Cada um realiza uma verificacao de cobertura de inventario e descobre que a variacao pode ser lancada completamente para o inventario. Ou seja, o inventario final de uma peca e debitado com USD 20 x 100 e consequentemente recebe um preco de US $ 3000. 1. Uma liquidacao e realizada embora nem todos os custos ainda tenham sido lancados na ordem. Isso pode ate resultar em um preco de 0 para o produto entregue. 2. Nao e efectuada qualquer verificacao periodica dos custos na encomenda, ou seja, os custos de periodos anteriores podem ser liquidados. 3. A liquidacao de pedidos ja e possivel no status Entrega concluida. Preco padrao para os produtos, juntamente com possiveis mudancas manuais de precos. Se voce for obrigado a avaliar produtos semi-acabados e acabados com precos reais que correspondem aos custos da producao real, a SAP recomenda que voce use a funcao do ledger de materiais para isso. Aqui, e criado um preco real periodico que e calculado numa base muito mais fiavel do que o preco medio movel. Utiliza-se uma denominada quantidade limitada em termos de preco, que garante que, no exemplo acima, as diferencas de precos sejam proporcionalmente tidas em conta (95 das diferencas de precos totais) ao avaliar as 19 pecas retiradas do material xyz, resultando num preco periodico real de 1100 USD. Alem disso, e possivel, a partir da versao 4.5, ate mesmo levar em conta as variacoes dos precos reais das materias-primas na avaliacao dos produtos semi-acabados e acabados que sao fabricados a partir dele. Se selecionar preco padrao para qualquer tipo de material ou preco medio movel e, em seguida, fazer po, ele vai escolher de mestre de materiais ou o que o registro de informacoes de compra tem a prioridade. Quando nenhum registro info do PO for encontrado, o Pedido de Compra selecionara o ultimo usuario inserir preco. O modulo PO nao capta qualquer preco do mestre de materiais. Todos os conteudos do site sao Copyright copy www. erpgreat e os autores do conteudo. Todos os direitos reservados. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. erpgreat nao esta afiliado a SAP AG. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. O conteudo deste site nao pode ser reproduzido ou redistribuido sem a permissao expressa por escrito de www. erpgreat ou os autores do conteudo.

Configuracao Do Preco Medio Movel Sap

Configuração Do Preço Médio Móvel SapComo o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valores para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: Quando e util usar o controle de precos V ou S no Mestre de materiais Tenho que seguir a configuracao padrao SAP no tipo de material para o Os seguintes tipos de materiais: - ROH (materias-primas) - preco medio movel - HALB (produtos semiacabados) - preco normal - FERT (produtos acabados) - preco normal Em que caso e por que e util para alterar estas normas no tipo de material Qual e a diferenca Entre preco padrao e preco medio movel Quando e como usa-lo O preco padrao e usado para produtos que nao flutuam frequentemente. Geralmente e usado para produtos acabados ou semi-acabados. O preco medio movel e usado principalmente para materias-primas que sao compradas externamente. A vantagem de usar o preco medio movel para suas materias-primas e que seus custos do inventario refletirao sempre o custo de mercado atual. A SAP recomenda vivamente que voce nao selecione o controle de precos V para produtos semi-acabados e produtos acabados. Porque faze-lo muito facilmente causar o calculo de precos de avaliacao irrealista. A SAP recomenda: Controle de precos V para controle de precos de materias-primas e mercadorias para S semitrabalhados e produtos. Se, no entanto, voce selecionar o controle de precos V, tome cuidado nas seguintes situacoes: 1. Os precos irrealistas ocorrem se materiais sao produzidos e tambem se aposentam durante um periodo (ou seja, o estoque no final do periodo e menor que o total de aquisicoes de Ordens de producao) e se, alem disso, varias ordens de producao pertencentes a um material foram concluidas nesse periodo, ea liquidacao da ordem de producao calcula as variacoes no final do periodo. Cada unica ordem de producao realiza uma verificacao de cobertura de estoque e pode, portanto, fazer com que o preco medio movel seja alterado. No entanto, as ordens de producao individuais nao verificam se o inventario disponivel no final do periodo ja foi debitado por outra ordem de producao. Exemplo: em 20 dias uteis no periodo, 1 pedaco de material xyz foi produzido para cada dia e entregue ao armazem a um preco de US $ 1000. No final do periodo ha 1 peca no armazem. Como um preco de atividade de um centro de custo participante foi maior do que o planejado. Cada unica ordem de producao calcula o custo dos bens fabricados de USD 1100 durante a liquidacao. Cada um realiza uma verificacao de cobertura de inventario e descobre que a variacao pode ser lancada completamente para o inventario. Ou seja, o inventario final de uma peca e debitado com USD 20 x 100 e consequentemente recebe um preco de US $ 3000. 1. Uma liquidacao e realizada embora nem todos os custos ainda tenham sido lancados na ordem. Isso pode ate resultar em um preco de 0 para o produto entregue. 2. Nao e efectuada qualquer verificacao periodica dos custos na encomenda, ou seja, os custos de periodos anteriores podem ser liquidados. 3. A liquidacao de pedidos ja e possivel no status Entrega concluida. Preco padrao para os produtos, juntamente com possiveis mudancas manuais de precos. Se voce for obrigado a avaliar produtos semi-acabados e acabados com precos reais que correspondem aos custos da producao real, a SAP recomenda que voce use a funcao do ledger de materiais para isso. Aqui, e criado um preco real periodico que e calculado numa base muito mais fiavel do que o preco medio movel. Utiliza-se uma denominada quantidade limitada em termos de preco, que garante que, no exemplo acima, as diferencas de precos sejam proporcionalmente tidas em conta (95 das diferencas de precos totais) ao avaliar as 19 pecas retiradas do material xyz, resultando num preco periodico real de 1100 USD. Alem disso, e possivel, a partir da versao 4.5, ate mesmo levar em conta as variacoes dos precos reais das materias-primas na avaliacao dos produtos semi-acabados e acabados que sao fabricados a partir dele. Se selecionar preco padrao para qualquer tipo de material ou preco medio movel e, em seguida, fazer po, ele vai escolher de mestre de materiais ou o que o registro de informacoes de compra tem a prioridade. Quando nenhum registro info do PO for encontrado, o Pedido de Compra selecionara o ultimo usuario inserir preco. O modulo PO nao capta qualquer preco do mestre de materiais. Todos os conteudos do site sao Copyright copy www. erpgreat e os autores do conteudo. Todos os direitos reservados. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. erpgreat nao esta afiliado a SAP AG. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. O conteudo deste site nao pode ser reproduzido ou redistribuido sem a permissao expressa por escrito de www. erpgreat ou os autores do conteudo. Geralmente todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. Preco medio (MAP) devido a pratica contabil de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota OSS 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele resultara em valor zero movendo price. OSS media nota 185961 - Moving Average Price Calculo. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. (C) www. gotothings Todo o material neste site e Copyright. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. gotothings nao esta afiliado a SAP AG. Qualquer copia ou espelhamento nao autorizado e proibido. Como o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: O preco padrao / preco medio movel no mestre de materiais e usado para avaliar / determinar o valor de seu estoque. O preco na ordem de compra e o preco basico que voce realmente paga pelo estoque. O preco da ordem de compra deve ser retirado do registro info. Estes podem, por vezes, estar fora de sincronia. Se o material for avaliado a um preco standard, a diferenca entre o preco da ordem de compra e o preco padrao ira para uma conta de diferenca de preco. Se o material for avaliado a um preco medio movel, a diferenca entre o preco da ordem de compra eo preco medio movel NAO ira para uma conta de diferenca de preco. O preco medio movel sera simplesmente ajustado. Usamos uma regra simples de qualquer material adquirido externamente e avaliado a um preco medio movel. Qualquer coisa produzida internamente e colocada no inventario e avaliada a um preco padrao em todas as plantas. Geralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele ira resultar em valor zero mover preco medio. Note 185961 - Calculo do Preco Medio em Movimento. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. Avaliacao com Moving Preco medio: No exemplo a seguir, o estoque e avaliado com o preco medio movel. O sistema analisa como a cobertura de estoque e a escassez de acoes afetam os precos. Para obter mais informacoes sobre o preco padrao eo preco medio movel, consulte Controle de precos com e sem os problemas do ledger de materiais com cobertura de estoque Exemplo 1: Cobertura de estoque na entrada de mercadorias 1. No periodo atual, ha um numero de entradas de mercadorias para um material Que e avaliada com o preco medio movel: Entrada de mercadorias 1: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 2: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 3: 100 pecas a 1 / pc. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 300 pecas Valor de inventario: 300 Preco medio movel: 1 2. Uma saida de mercadorias ocorre para 180 pecas deste material. Valores de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 120 Preco medio movel: 1 3. Nos recibos de fatura para as entradas de mercadorias acima, o preco da fatura varia de acordo com o preco da ordem de compra em todos os tres casos: 100 pecas a 1,20 / pc. Recibo da factura 2: 100 pecas a 1,20 / pc. Recebimento da factura 3: 100 pecas a 1,20 / pc. Como nos tres casos houve cobertura de estoque adequada no momento do recebimento da fatura (a quantidade do estoque e pelo menos tao grande quanto a quantidade da fatura), as variacoes de preco de todas as tres faturas sao completamente debitadas no estoque. No total, a quantidade de estoque restante e debitada com uma variancia de 60. As ordens individuais nao verificam se a quantidade de estoque restante tambem e debitada por outras ordens Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 180 Preco medio movel : 1.50 O resultado e um preco de avaliacao excessivamente alto para o estoque de material e subsequente consumo de material, uma vez que todos os desvios de preco das diversas entradas de mercadorias entraram no preco. Exemplo 2: Cobertura de acoes na liquidacao de ordens Durante a liquidacao de desvios em ordens de producao, o sistema verifica se existe uma cobertura de estoque correspondente para o respectivo material. Se varias ordens de producao foram concluidas durante um periodo eo estoque de material no final do periodo e menor do que a soma das receitas das ordens de producao, as variacoes de todas as ordens de producao sao alocadas ao estoque de material, assumindo uma cobertura de estoque adequada. As encomendas individuais nao verificam se o inventario final do periodo ja foi debitado com desvios de outra ordem. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias num periodo e entregue ao stock a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD Ha apenas 1 peca deixada no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. Cada ordem de producao individual verifica a cobertura de estoque e determina que as variacoes podem ser lancadas completamente em estoque. Dados de avaliacao do material no final do periodo: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 200 USD Preco medio movel: 200 USD O inventario final de 1 peca e debitado por 100 eo preco medio movel do material FERT torna-se 200. Assim, Inventario de material e carregado com variacoes que didnt mesmo causar, resultando em um preco irrealista. O consumo subsequente tambem e avaliado usando esse preco inflacionado. O valor do estoque de material ja nao reflete o custo real dos bens fabricados. O sistema reage de forma diferente se descobrir uma escassez de estoque. Problemas com falta de estoque Exemplo 3: Falta de estoque no recebimento da nota fiscal Se o valor faturado de um material adquirido externamente for menor que o valor com o qual a entrada de mercadorias e avaliada, o recibo da nota fiscal deve corrigir o preco do material reduzindo o valor do estoque de material . Se, no entanto, houver falta de estoque no momento do recibo da fatura, o valor da acao e reduzido apenas proporcionalmente, o valor restante e lancado na conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira. Exemplo 4: Escassez de estoque no recebimento da mercadoria para a ordem: 1. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias em um periodo e entregue ao estoque a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de estoque: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD 2. Existe 1 peca no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. As variacoes de uma ordem de fabricacao, 100 USD, devem ser liquidadas com um tamanho de lote de 10 pecas. Existe apenas 1 peca do material em estoque. Assim, o estoque de material e apenas parcialmente debitado (com 10 USD). Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 20 USD Preco medio movel: 20DM Conta de diferenca de preco: 90 USD Nenhuma entrada de mercadorias para a ordem: Se os desvios foram calculados para uma ordem de fabricacao em um periodo, As entradas de mercadorias para essa ordem nesse periodo (como com os custos de acompanhamento), a totalidade dessas variacoes sao lancadas na conta de diferenca de preco. Aqui, nao se pode garantir que o valor do estoque de material reflete a posicao real. SAP FICO Formacao Online www.21cssindia / cursos / sap-fi-co-online-formacao-40 314331363135 3137313530743137 SAP FICO Formacao. SAP FICO Formacao Online, SAP FICO Corporate Training, Melhor Formacao SAP FICO. Especialista SAP FICO Formacao, Melhor SAP FICO Online. Cursos em Solucoes de Software do Seculo XXI Treinamento on-line da Talend - Treinamento on-line da IBM - Treinamento on-line da IBM Unica - Treinamento on-line Siteminder - Treinamento on-line do SharePoint - Treinamento on-line da Informatica - Treinamento Online da SalesForce - Muitos more8230 Ligue-nos 917386622889 Visite: ttp: //www.21cssindia / Cursos Foi muito bom artigo e util para sap aprendizes. Estamos tambem fornecendo cursos de sap treinamento on-line nosso lider global Cubtraining no fornecimento de cursos de sap. Foi realmente um bom artigo e fiquei muito impressionado com a leitura deste artigo tambem estamos dando todos os cursos de software de formacao on-line. O Sap FICO Online Training e um dos principais institutos de formacao on-line do mundo. Eu estava lendo seu blog esta manha e notei que voce tem uma pagina de recursos incriveis. Eu realmente tenho um blog semelhante que pode ser util ou util para o seu publico. Muito bom post. Eu apenas vim atraves de seu local e quis dizer que I8217ve apreciou realmente ler suas mensagens. Em qualquer caso I8217ll estar assinando a sua alimentacao e espero que voce vai manter uma boa workCheer

How To Check Moving Average Price In Sap

How To Check Moving Average Price In SapComo o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valores para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: Quando e util usar o controle de precos V ou S no Mestre de materiais Tenho que seguir a configuracao padrao SAP no tipo de material para o Os seguintes tipos de materiais: - ROH (materias-primas) - preco medio movel - HALB (produtos semiacabados) - preco normal - FERT (produtos acabados) - preco normal Em que caso e por que e util para alterar estas normas no tipo de material Qual e a diferenca Entre preco padrao e preco medio movel Quando e como usa-lo O preco padrao e usado para produtos que nao flutuam frequentemente. Geralmente e usado para produtos acabados ou semi-acabados. O preco medio movel e usado principalmente para materias-primas que sao compradas externamente. A vantagem de usar o preco medio movel para suas materias-primas e que seus custos de inventario refletirao sempre o custo atual do mercado. A SAP recomenda vivamente que voce nao selecione o controle de precos V para produtos semi-acabados e produtos acabados. Porque faze-lo muito facilmente causar o calculo de precos de avaliacao irrealista. A SAP recomenda: Controle de precos V para controle de precos de materias-primas e mercadorias para S semitrabalhados e produtos. Se, no entanto, voce selecionar o controle de precos V, tome cuidado nas seguintes situacoes: 1. Os precos irrealistas ocorrem se materiais sao produzidos e tambem se aposentam durante um periodo (ou seja, o estoque no final do periodo e menor que o total de aquisicoes de Ordens de producao) e se, alem disso, varias ordens de producao pertencentes a um material foram concluidas nesse periodo, ea liquidacao da ordem de producao calcula as variacoes no final do periodo. Cada unica ordem de producao realiza uma verificacao de cobertura de estoque e pode, portanto, fazer com que o preco medio movel seja alterado. No entanto, as ordens de producao individuais nao verificam se o inventario disponivel no final do periodo ja foi debitado por outra ordem de producao. Exemplo: em 20 dias uteis no periodo, 1 pedaco de material xyz foi produzido para cada dia e entregue ao armazem a um preco de US $ 1000. No final do periodo ha 1 peca no armazem. Como um preco de atividade de um centro de custo participante foi maior do que o planejado. Cada unica ordem de producao calcula o custo dos bens fabricados de USD 1100 durante a liquidacao. Cada um realiza uma verificacao de cobertura de inventario e descobre que a variacao pode ser lancada completamente para o inventario. Ou seja, o inventario final de uma peca e debitado com USD 20 x 100 e consequentemente recebe um preco de US $ 3000. 1. Uma liquidacao e realizada embora nem todos os custos ainda tenham sido lancados na ordem. Isso pode ate resultar em um preco de 0 para o produto entregue. 2. Nao e efectuada qualquer verificacao periodica dos custos na encomenda, ou seja, os custos de periodos anteriores podem ser liquidados. 3. A liquidacao de pedidos ja e possivel no status Entrega concluida. Preco padrao para os produtos, juntamente com possiveis mudancas manuais de precos. Se voce for obrigado a avaliar produtos semi-acabados e acabados com precos reais que correspondem aos custos da producao real, a SAP recomenda que voce use a funcao do ledger de materiais para isso. Aqui, e criado um preco real periodico que e calculado numa base muito mais fiavel do que o preco medio movel. Utiliza-se uma denominada quantidade limitada em termos de preco, que garante que, no exemplo acima, as diferencas de precos sejam proporcionalmente tidas em conta (95 das diferencas de precos totais) ao avaliar as 19 pecas retiradas do material xyz, resultando num preco periodico real de 1100 USD. Alem disso, e possivel, a partir da versao 4.5, ate mesmo levar em conta as variacoes dos precos reais das materias-primas na avaliacao dos produtos semi-acabados e acabados que sao fabricados a partir dele. Se selecionar preco padrao para qualquer tipo de material ou preco medio movel e, em seguida, fazer po, ele vai escolher de mestre de materiais ou o que o registro de informacoes de compra tem a prioridade. Quando nenhum registro info do PO for encontrado, o Pedido de Compra selecionara o ultimo usuario inserir preco. O modulo PO nao recebe qualquer preco do mestre de materiais. Todos os conteudos do site sao Copyright copy www. erpgreat e os autores do conteudo. Todos os direitos reservados. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. erpgreat nao esta afiliado a SAP AG. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. O conteudo deste site nao pode ser reproduzido ou redistribuido sem a permissao expressa por escrito de www. erpgreat ou dos autores do conteudo. Preco Medio de Uso Uso O preco medio movel (MAP) e um procedimento de avaliacao onde o preco de estoque pode mudar como resultado de Certas transacoes comerciais (entradas de mercadorias, compensacao GR / IR com materiais adquiridos externamente e remocao WIP com materiais fabricados internamente). Pre-requisitos Voce especificou para cada material que seu preco de estoque pode mudar como um preco medio movel. Recursos Com o procedimento de avaliacao MAP, os valores externos das transacoes de negocios sao atribuidos aos objetos de inventario. A quantidade eo valor do recibo do inventario sao adicionados ao inventario existente. Em seguida, um novo MAP e calculado com base na relacao entre a nova quantidade de inventario eo valor de inventario. As receitas de inventario, portanto, afetam o preco. As diferencas de liquidacao sao atribuidas ao inventario. Isso depende da cobertura de estoque. Settlements apenas alterar o valor de inventario, nunca a quantidade de inventario. Assentamentos, portanto, sempre afetam o preco. Os problemas de inventario reduzem o valor do inventario pelo valor do inventario emitido. Se isso resultar em uma nova relacao preco / quantidade, o preco e ajustado em conformidade. Problemas de inventario raramente usam um valor externo, mas sao normalmente avaliados com a relacao valor / quantidade atual do objeto de inventario, ou seja, o preco medio movel atual. Por este motivo, a maioria dos problemas de estoque nao afeta o preco quando o procedimento de preco medio movel e usado. Para manter o preco consistente, o procedimento de avaliacao precisa ser alterado sempre que a transacao comercial encontrar situacoes incomuns ou cobertura de estoque em falta. As seguintes situacoes invulgares sao possiveis: Valor de inventario negativo e quantidade de inventario negativo As quantidades de inventario podem tornar-se negativas se as definicoes do sistema o permitirem. Reversoes de documentos e transacoes Publicacoes de valor puro As lancamentos de valores puros normalmente tem quantidades de base, mas preservam a situacao de quantidade no estoque. Devido aos atrasos de tempo, os lancamentos de valores com quantidades de base elevadas podem encontrar baixas quantidades de estoque. Para proteger os valores de inventario de serem distorcidos nesses casos, e realizada uma verificacao de cobertura de estoque na qual a quantidade da fatura e comparada com a quantidade de estoque atual. Lancamento em um periodo anterior Os lancamentos em um periodo anterior alteram a quantidade, o valor eo preco medio de movimentacao atual, bem como a quantidade, o valor e o preco do periodo anterior. Registro Existe agora um Relatorio Padrao SAP para analisar Mudancas no preco medio movel. Alternativamente, voce pode usar a tabela CKMI1 para ver os desvios em seu preco medio movel. Verifique as informacoes na KBA: 1506200 - Determinar como o preco medio movel foi alterado Pesquisar MBEW-KALN1 (Numero de estimativa de custo - Calculo de custos do produto) do material: Execute transacao SE16 Tabela MBEW Tipo de avaliacao (se houver) Clique no botao Execucao Obter a entrada KALN1 Obter a lista da tabela CKMI1 (Indice de documentos contabeis para o material): Execute a transacao SE16 Tabela CKMI1 Insira o campo KALNR (Numero de estimativa de custo para custo Est. W / O Qty Estrutura) com KALN1 a partir do passo 1 Remover a entrada no campo quotMaximum N? de Hitsquot Clique no botao Execution Uma lista apareceu conforme a selecao inserida Ir para o caminho do menu quotSettingsquot - gt quotUser Parametersquot e altere para quotALV Grid displayquot Selecione as duas colunas Analisar a lista: A lista agora esta em ordem cronologica POPER indica o periodo de lancamento LBKUM e a quantidade de acoes antes de o lancamento correspondente SALK3 e O valor da acao antes do lancamento correspondente VERPR e o MAP antes do lancamento correspondente Da lista voce vera como o LBKUM e SALK3 alterado pelo lancamento e isso mudou o MAP como: VERPR (preco medio movel) SALK3 / LBKUM AWTYP MKPF preco Foi alterado por um documento material AWTYP RMRP preco foi alterado por um documento de faturamento Os campos Total Stock (LBKUM), Valor Total (SALK3) e VERPR mostrar valores antes de lancar o documento (material / fatura). Entao, se voce estiver usando o preco de preco de controle V-Moving Average. A proxima entrada para VERPR e o resultado do calculo SALK3 / LBKUM. Exemplo de outras tabelas de historico: MARDH. Tabela de historico para quantidade de estoque no nivel de local de armazenamento. MBEWH: tabela de historico para o valor de estoque. As tabelas de historico sao atualizadas somente para o periodo ANTERIOR quando uma alteracao e feita no periodo atual. Somente a partir da primeira alteracao no periodo atual o sistema criara uma entrada na tabela de historico para o periodo anterior. Consulte a nota SAP 193554 para obter mais detalhes. Esta nota explica como funciona a tabela de historico. Nas tabelas de historico voce vera que o lancamento no periodo atual sempre atualiza o periodo anterior. Se nao houver nenhum lancamento de estoque no periodo atual, voce vera uma lacuna nesta tabela. Voce altera o periodo para setembro de 2010 (009 2010). Isso nao altera nada nas tabelas de estoque ou de avaliacao. Voce posta, em seguida, uma entrada de mercadorias em setembro de 2010 (009 2010). Isso criara uma entrada na tabela de historico para o periodo anterior (agosto de 2010 008 de 2010). Voce precisa comparar MBEWH x CKMI1 para ver esse relacionamento. Essas tabelas de historico podem ter uma entrada por periodo. Os valores dessa entrada referem-se ao final do periodo. Para o periodo atual, nao ha entradas nas tabelas de historico. Uma entrada nao e escrita nesta tabela de historico para cada periodo. Se os dados relevantes para estoque ou relevantes para avaliacao forem alterados, o sistema podera gerar uma entrada na tabela de historico. Alem disso, os campos LFMON (Periodo atual (periodo de reserva)) e LFGJA (Ano fiscal do Periodo atual) nas tabelas de estoque nao sao mais automaticamente definidos para o periodo atual pelo programa de encerramento do periodo. O periodo so e transferido para o novo periodo durante o primeiro movimento. Ao mesmo tempo, as entradas de historico relevantes tambem sao geradas. Quando e util usar o controle de precos V ou S no Mestre de materiais Tenho que seguir a configuracao padrao do SAP no tipo de material para os seguintes tipos de materiais: - ROH Materias-primas) - preco medio movel - HALB (produtos semi-acabados) - preco normal - FERT (produtos acabados) - preco padrao Em que caso e por que e util para alterar estas configuracoes padrao no tipo de material Qual e a diferenca entre preco padrao e preco medio movel Quando e como usa-lo O preco padrao e usado para produtos que nao flutuam frequentemente. Geralmente e usado para produtos acabados ou semi-acabados. O preco medio movel e usado principalmente para materias-primas que sao compradas externamente. A vantagem de usar o preco medio movel para suas materias-primas e que seus custos do inventario refletirao sempre o custo de mercado atual. A SAP recomenda vivamente que voce nao selecione o controle de precos V para produtos semi-acabados e produtos acabados. Porque faze-lo muito facilmente causar o calculo de precos de avaliacao irrealista. A SAP recomenda: Controle de precos V para controle de precos de materias-primas e mercadorias para S semitrabalhados e produtos. Se, no entanto, voce selecionar o controle de precos V, tome cuidado nas seguintes situacoes: 1. Os precos irrealistas ocorrem se materiais sao produzidos e tambem se aposentam durante um periodo (ou seja, o estoque no final do periodo e menor que o total de aquisicoes de Ordens de producao) e se, alem disso, varias ordens de producao pertencentes a um material foram concluidas nesse periodo, ea liquidacao da ordem de producao calcula as variacoes no final do periodo. Cada unica ordem de producao realiza uma verificacao de cobertura de estoque e pode, portanto, fazer com que o preco medio movel seja alterado. No entanto, as ordens de producao individuais nao verificam se o inventario disponivel no final do periodo ja foi debitado por outra ordem de producao. Exemplo: em 20 dias uteis no periodo, 1 pedaco de material xyz foi produzido para cada dia e entregue ao armazem a um preco de US $ 1000. No final do periodo ha 1 peca no armazem. Como um preco de atividade de um centro de custo participante foi maior do que o planejado. Cada unica ordem de producao calcula o custo dos bens fabricados de USD 1100 durante a liquidacao. Cada um realiza uma verificacao de cobertura de inventario e descobre que a variacao pode ser lancada completamente para o inventario. Ou seja, o inventario final de uma peca e debitado com USD 20 x 100 e consequentemente recebe um preco de US $ 3000. 1. Uma liquidacao e realizada embora nem todos os custos ainda tenham sido lancados na ordem. Isso pode ate resultar em um preco de 0 para o produto entregue. 2. Nao e efectuada qualquer verificacao periodica dos custos na encomenda, ou seja, os custos de periodos anteriores podem ser liquidados. 3. A liquidacao de pedidos ja e possivel no status Entrega concluida. Preco padrao para os produtos, juntamente com possiveis mudancas manuais de precos. Se voce for obrigado a avaliar produtos semi-acabados e acabados com precos reais que correspondem aos custos da producao real, a SAP recomenda que voce use a funcao do ledger de materiais para isso. Aqui, e criado um preco real periodico que e calculado numa base muito mais fiavel do que o preco medio movel. Utiliza-se uma denominada quantidade limitada em termos de preco, que garante que, no exemplo acima, as diferencas de precos sejam proporcionalmente tidas em conta (95 das diferencas de precos totais) ao avaliar as 19 pecas retiradas do material xyz, resultando num preco periodico real de 1100 USD. Alem disso, e possivel, a partir da versao 4.5, ate mesmo levar em conta as variacoes dos precos reais das materias-primas na avaliacao dos produtos semi-acabados e acabados que sao fabricados a partir dele. Se selecionar preco padrao para qualquer tipo de material ou preco medio movel e, em seguida, fazer po, ele vai escolher de mestre de materiais ou o que o registro de informacoes de compra tem a prioridade. Quando nenhum registro info do PO for encontrado, o Pedido de Compra selecionara o ultimo usuario inserir preco. O modulo PO nao capta qualquer preco do mestre de materiais. Todos os conteudos do site sao Copyright copy www. erpgreat e os autores do conteudo. Todos os direitos reservados. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. erpgreat nao esta afiliado a SAP AG. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. O conteudo deste site nao pode ser reproduzido ou redistribuido sem a permissao expressa por escrito de www. erpgreat ou os autores do conteudo.

How Is Moving Average Price Calculated In Sap

How Is Moving Average Price Calculated In SapRegistro O controle de preco esta associado ao material / fabrica (e tipo de avaliacao em caso de avaliacao dividida). Pode ser verificado nos dados mestre de material (MM03) na vista Contabilidade 1. Preco Padrao Preco Padrao. Um preco constante ao qual um material e sempre avaliado. Movimentos de mercadorias e faturas nao alteram esse preco. Mesmo se voce estiver usando preco S preco padrao, a media movel ainda e calculado e armazenado em MM03-Contabilidade 1 vista. Ele funciona como um preco medio estatistico a ser usado por relatos de evolucao de precos. Exemplos: Avaliacao de GR usando dados de preco padrao antes do lancamento: estoque antes da postagem: 10 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD. Preco Padrao: 20 USD / PC. Recepcao de uma ordem de compra de 10 PC com um preco de 25 USD / PC (valor liquido de ordem de compra de 10 PC x 25 USD / PC 250 USD). Valor GR (WRX) GR qty x (PO Valor liquido / PO qty) Valor GR (WRX) 10 PC x (250 USD / 10 PC) 250 USD. Conta de estoque (BSX) GR qty x (Unidade de preco / preco padrao) Conta de estoque (BSX) 10 PC x (20 USD / 1 PC) 200 USD. Diferenca de preco (PRD) WRX BSX PRD 250 USD - 200 USD 50 USD. Portanto, aqui temos os seguintes valores a serem lancados pela avaliacao do GR: WRX 250 USD - gt E atualizado no historico do pedido (tabela EKBE). BSX 200 USD - gt E actualizado no documento Material (tabela MSEG). Dados apos o lancamento: Estoque apos o lancamento: 10 PC 10 PC 20 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD 200 USD 400 USD. Preco medio movel Preco medio movel. Um preco que muda em consequencia do movimento de mercadorias e lancamentos de faturas. O preco medio movel e calculado dividindo o valor do material pela quantidade de material em estoque. E automaticamente recalculado pelo sistema apos cada movimento de mercadorias ou entrada de fatura. A nota SAP 139176 explica o recalculo do preco medio movel. Exemplos: Avaliacao de GR usando o Preco Medio de Movimentacao Dados antes do lancamento: Estoque antes do lancamento: 10 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD. Preco medio movel: 20 USD / PC. Recepcao de uma ordem de compra de 10 PC com um preco de 25 USD / PC (valor liquido de ordem de compra de 10 PC x 25 USD / PC 250 USD). Valor GR (WRX) GR qty x (PO Valor liquido / PO qty) Valor GR (WRX) 10 PC x (250 USD / 10 PC) 250 USD. Conta de deposito (BSX) Valor GR (WRX) Conta de deposito (BSX) 250 USD. Neste caso, o documento contabilistico seria: Dados apos o lancamento: Estoque apos o lancamento: 10 PC 10 PC 20 PC. Valor antes do lancamento: 200 USD 250 USD 450 USD. Preco medio movel: 450 USD / 20 PC 22.50 USD / PC. Ledger de Material e Determinacao de Preco Se o ledger de materiais for ativado para o material, este indicador, juntamente com o indicador de determinacao de preco de materiais, determina a qual dos seguintes precos o material e avaliado: Preco padrao Preco medio movel (Preco unitario periodico) Indicador: Ferramenta que coleta dados de transacao para materiais cujos dados mestre estao armazenados no mestre de materiais. A funcionalidade do ledger de materiais (uma ferramenta da area CO) usa esse indicador para calcular precos para avaliar esses materiais em diferentes moedas. O ledger de materiais e a base do calculo de custos real. Permite que os inventarios de materiais sejam avaliados em multiplas moedas e permite o uso de diferentes abordagens de avaliacao. Ao usar o ledger de materiais, voce pode ver a evolucao do preco em tres moedas diferentes. Indicador de Determinacao de Preco: Especifica como a determinacao do preco do material deve ser feita. Valores possiveis para determinacao de preco: 2 Transacao Baseado em combinacoes possiveis entre controle de preco e determinacao de preco: unidade periodica Preco: e um preco que muda periodicamente como resultado de movimentos de mercadorias e entradas de faturas. O preco unitario periodico e calculado dividindo o valor do material pela quantidade desse material no estoque. Faz referencia a unidade de medida de base e unidade de preco no registro mestre de material. O preco unitario periodico e utilizado na determinacao do preco de material unico e multinivel para avaliar os materiais para o periodo encerrado. Para o periodo corrente, o material ainda e avaliado usando o preco padrao. Voce pode transportar o preco unitario periodico em ate tres moedas e tres visualizacoes de avaliacao. Exemplo: BRL, EUR, USD Exemplo de avaliacao de entrada de mercadorias ao ativar o ledger de materiais. A partir da versao ECC6.0, Enhancement Package 3 (ECC6.03), uma nova logica de lancamento esta disponivel no ledger de materiais ativos para materiais com preco medio movel. Esta logica de lancamento corresponde a logica de lancamento do ledger de materiais inactivos. Para mais informacoes, consulte a Nota 1253944. Dados antes da postagem: Controle de preco: V preco medio movel Estoque antes da postagem: 10 PC. Valor antes do lancamento: 200 MXN. Preco medio movel 20 MXN / PC. Recepcao de uma ordem de compra de 10 PCs com um preco de 30 MXN / PC (valor de ordem de compra de 10 PC x 30 MXN / PC 300 MXN). Para um ledger de material ativo, um material com preco medio controlado e avaliado com uma logica semelhante ao preco padrao: O valor registrado no documento material corresponde ao produto da quantidade e preco medio movel e nao ao valor atribuido externamente do ordem de compra. Valor de GR (WRX) GR qty x (Valor liquido de PO / quantidade de PO) WRX 10 PC x (300 MXN / 10 PC) 300 MXN Conta de estoque (BSX) GR qty x (Preco medio movel / unidade de preco) via MM03 ) Gt Se o ledger de materiais estava inativo: Conta de estoque (BSX) WRX (sempre que a situacao atual de estoque e valor o permite) BSX WRX 300 MXN. Gt Com um ledger de material ativo: Conta de estoque (BSX) GR qty x (Media movel Preco / unidade de preco) BSX 10 PC x (20 MXN / 1 PC) 200 MXN Diferenca de preco (PRD) WRX - BSX PRD 300 MXN 200 MXN 100 MXN Portanto, temos os seguintes lancamentos em FI: Isso tambem sera lancado em outro documento FI para fazer a liquidacao do ledger de materiais. SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Notas de rodape / KBAs relacionadas 532932 - Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: Preco medio movel Uso O preco medio movel (MAP) e um procedimento de avaliacao em que o preco de estoque pode mudar em decorrencia de certas transacoes comerciais Recebimentos, limpeza de GR / IR com materiais adquiridos externamente e remocao de WIP com materiais fabricados internamente). Pre-requisitos Voce especificou para cada material que seu preco de estoque pode mudar como um preco medio movel. Recursos Com o procedimento de avaliacao MAP, os valores externos das transacoes de negocios sao atribuidos aos objetos de inventario. A quantidade eo valor do recibo do inventario sao adicionados ao inventario existente. Em seguida, um novo MAP e calculado com base na relacao entre a nova quantidade de inventario eo valor de inventario. As receitas de inventario, portanto, afetam o preco. As diferencas de liquidacao sao atribuidas ao inventario. Isso depende da cobertura de estoque. Settlements apenas alterar o valor de inventario, nunca a quantidade de inventario. Assentamentos, portanto, sempre afetam o preco. Os problemas de inventario reduzem o valor do inventario pelo valor do inventario emitido. Se isso resultar em uma nova relacao preco / quantidade, o preco e ajustado em conformidade. Problemas de inventario raramente usam um valor externo, mas sao normalmente avaliados com a relacao valor / quantidade atual do objeto de inventario, ou seja, o preco medio movel atual. Por este motivo, a maioria dos problemas de estoque nao afeta o preco quando o procedimento de preco medio movel e usado. Para manter o preco consistente, o procedimento de avaliacao precisa ser alterado sempre que a transacao comercial encontrar situacoes incomuns ou cobertura de estoque em falta. As seguintes situacoes invulgares sao possiveis: Valor de inventario negativo e quantidade de inventario negativo As quantidades de inventario podem tornar-se negativas se as definicoes do sistema o permitirem. Reversoes de documentos e transacoes Publicacoes de valor puro As lancamentos de valores puros normalmente tem quantidades de base, mas preservam a situacao de quantidade no estoque. Devido aos atrasos de tempo, os lancamentos de valores com quantidades de base elevadas podem encontrar baixas quantidades de estoque. Para proteger os valores de inventario de serem distorcidos nesses casos, e realizada uma verificacao de cobertura de estoque na qual a quantidade da fatura e comparada com a quantidade de estoque atual. Lancamento em um periodo anterior Os lancamentos em um periodo anterior alteram a quantidade, o valor ea media movel atual do estoque, bem como a quantidade, o valor e o preco do periodo anterior. O preco padrao / preco medio movel no mestre de materiais e Usado para avaliar / determinar o valor de seu inventario. O preco na ordem de compra e o preco basico que voce realmente paga pelo estoque. O preco da ordem de compra deve ser retirado do registro info. Estes podem, por vezes, estar fora de sincronia. Se o material for avaliado a um preco standard, a diferenca entre o preco da ordem de compra e o preco padrao ira para uma conta de diferenca de preco. Se o material for avaliado a um preco medio movel, a diferenca entre o preco da ordem de compra eo preco medio movel NAO ira para uma conta de diferenca de preco. O preco medio movel sera simplesmente ajustado. Usamos uma regra simples de qualquer material adquirido externamente e avaliado a um preco medio movel. Qualquer coisa produzida internamente e colocada no inventario e avaliada a um preco padrao em todas as plantas. Geralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele ira resultar em valor zero mover preco medio. Note 185961 - Calculo do Preco Medio em Movimento. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoque negativo para materiais transportados na media movel. Avaliacao com Moving Preco medio: No exemplo a seguir, o estoque e avaliado com o preco medio movel. O sistema analisa como a cobertura de estoque e a escassez de acoes afetam os precos. Para obter mais informacoes sobre o preco padrao eo preco medio movel, consulte Controle de precos com e sem os problemas do ledger de materiais com cobertura de estoque Exemplo 1: Cobertura de estoque na entrada de mercadorias 1. No periodo atual, ha um numero de entradas de mercadorias para um material Que e avaliada com o preco medio movel: Entrada de mercadorias 1: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 2: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 3: 100 pecas a 1 / pc. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 300 pecas Valor de inventario: 300 Preco medio movel: 1 2. Uma saida de mercadorias ocorre para 180 pecas deste material. Valores de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 120 Preco medio movel: 1 3. Nos recibos de fatura para as entradas de mercadorias acima, o preco da fatura varia de acordo com o preco da ordem de compra em todos os tres casos: 100 pecas a 1,20 / pc. Recibo da factura 2: 100 pecas a 1,20 / pc. Recebimento da factura 3: 100 pecas a 1,20 / pc. Como nos tres casos houve cobertura de estoque adequada no momento do recebimento da fatura (a quantidade do estoque e pelo menos tao grande quanto a quantidade da fatura), as variacoes de preco de todas as tres faturas sao completamente debitadas no estoque. No total, a quantidade de estoque restante e debitada com uma variancia de 60. As ordens individuais nao verificam se a quantidade de estoque restante tambem e debitada por outras ordens Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 180 Preco medio movel : 1.50 O resultado e um preco de avaliacao excessivamente alto para o estoque de material e subsequente consumo de material, uma vez que todos os desvios de preco das diversas entradas de mercadorias entraram no preco. Exemplo 2: Cobertura de acoes na liquidacao de ordens Durante a liquidacao de desvios em ordens de producao, o sistema verifica se existe uma cobertura de estoque correspondente para o respectivo material. Se varias ordens de producao foram concluidas durante um periodo eo estoque de material no final do periodo e menor do que a soma das receitas das ordens de producao, as variacoes de todas as ordens de producao sao alocadas ao estoque de material, assumindo uma cobertura de estoque adequada. As encomendas individuais nao verificam se o inventario final do periodo ja foi debitado com desvios de outra ordem. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias num periodo e entregue ao stock a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD Ha apenas 1 peca deixada no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. Cada ordem de producao individual verifica a cobertura de estoque e determina que as variacoes podem ser lancadas completamente em estoque. Dados de avaliacao do material no final do periodo: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 200 USD Preco medio movel: 200 USD O inventario final de 1 peca e debitado por 100 eo preco medio movel do material FERT torna-se 200. Assim, Inventario de material e carregado com variacoes que didnt mesmo causar, resultando em um preco irrealista. O consumo subsequente tambem e avaliado usando esse preco inflacionado. O valor do estoque de material ja nao reflete o custo real dos bens fabricados. O sistema reage de forma diferente se descobrir uma escassez de estoque. Problemas com falta de estoque Exemplo 3: Falta de estoque no recebimento da nota fiscal Se o valor faturado de um material adquirido externamente for menor que o valor com o qual a entrada de mercadorias e avaliada, o recibo da nota fiscal deve corrigir o preco do material reduzindo o valor do estoque de material . Se, no entanto, houver falta de estoque no momento do recibo da fatura, o valor da acao e reduzido apenas proporcionalmente, o valor restante e lancado na conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira. Exemplo 4: Escassez de estoque no recebimento da mercadoria para a ordem: 1. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias em um periodo e entregue ao estoque a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de estoque: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD 2. Existe 1 peca no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. As variacoes de uma ordem de fabricacao, 100 USD, devem ser liquidadas com um tamanho de lote de 10 pecas. Existe apenas 1 peca do material em estoque. Assim, o estoque de material e apenas parcialmente debitado (com 10 USD). Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 20 USD Preco medio movel: 20DM Conta de diferenca de preco: 90 USD Nenhuma entrada de mercadorias para a ordem: Se os desvios foram calculados para uma ordem de fabricacao em um periodo, As entradas de mercadorias para essa ordem nesse periodo (como com os custos de acompanhamento), a totalidade dessas variacoes sao lancadas na conta de diferenca de preco. Aqui, nao se pode garantir que o valor do estoque de material reflete a posicao real. SAP FICO Formacao Online www.21cssindia / cursos / sap-fi-co-online-formacao-40 314331363135 3137313530743137 SAP FICO Formacao. SAP FICO Formacao Online, SAP FICO Corporate Training, Melhor Formacao SAP FICO. Especialista SAP FICO Formacao, Melhor SAP FICO Online. Cursos em Solucoes de Software do Seculo XXI Treinamento on-line da Talend - Treinamento on-line da IBM - Treinamento on-line da IBM Unica - Treinamento on-line Siteminder - Treinamento on-line do SharePoint - Treinamento on-line da Informatica - Treinamento Online da SalesForce - Muitos more8230 Ligue-nos 917386622889 Visite: ttp: //www.21cssindia / Cursos Foi muito bom artigo e util para sap aprendizes. Estamos tambem fornecendo cursos de sap treinamento on-line nosso lider global Cubtraining no fornecimento de cursos de sap. Foi realmente um bom artigo e fiquei muito impressionado com a leitura deste artigo tambem estamos dando todos os cursos de software de formacao on-line. O Sap FICO Online Training e um dos principais institutos de formacao on-line do mundo. Eu estava lendo seu blog esta manha e notei que voce tem uma pagina de recursos incriveis. Eu realmente tenho um blog semelhante que pode ser util ou util para o seu publico. Muito bom post. Eu apenas vim atraves de seu local e quis dizer que I8217ve apreciou realmente ler suas mensagens. Em qualquer caso I8217ll estar assinando a sua alimentacao e espero que voce vai manter uma boa workCheerCurrently Ser moderado Oi, por favor, consulte a avaliacao com um preco padrao tem as seguintes caracteristicas: Todos os lancamentos de inventario sao realizadas ao preco padrao As desvios sao lancadas no preco Diferencas sao atualizadas Alteracoes de precos podem ser monitoradas Se um material e atribuido um preco padrao (S), o valor do material e sempre calculado a esse preco. Se os movimentos de mercadorias ou recibos de faturas contem um preco que difere do preco padrao, as diferencas sao lancadas em uma conta de diferenca de preco. A variacao nao e levada em conta na avaliacao. MOVIMENTO PRECO MEDIO A avaliacao usando um preco medio movel resulta no seguinte: As entradas de mercadorias sao lancadas no valor de entrada de mercadorias. O preco no mestre de materiais e ajustado ao preco entregue. As diferencas de precos so ocorrem em circunstancias excepcionais. Mudancas manuais de precos sao geralmente desnecessarias. No entanto, eles sao possiveis. Se um material e atribuido a um preco medio movel (MAP), o preco e ajustado automaticamente no registro mestre de material quando ocorrem desvios de preco. Se os movimentos de mercadorias ou os recebimentos de faturas forem lancados usando um preco que difere do preco medio movel, as diferencas sao lancadas na conta de estoque como resultado, o preco medio movel e o valor da variacao de estoque. Espero que isso ajude atualmente a ser moderado O procedimento de controle de precos definido no registro mestre de material determina o valor usado para avaliar a entrada de mercadorias de um material. A avaliacao do material pode ser realizada de acordo com o preco padrao (preco S) ou o preco medio movel (preco V). Durante a avaliacao usando o preco padrao (controle de preco. S.), Ha muitos lancamentos de acoes para um preco determinado no registro mestre de material, o preco padrao. As desvios a este preco-padrao sao lancadas nas contas de diferencas de precos. Para fins estatisticos, o sistema tambem calcula o preco medio movel para materiais que sao avaliados ao preco padrao no registro mestre de materiais. O sistema calcula o valor total do estoque para materiais com controle de preco padrao como segue: Valor total preco padrao (por unidade base de medida) estoque total Preco medio movel Na avaliacao usando o preco medio movel (controle de preco 147V148), o sistema avalia as entradas de mercadorias Com o preco da ordem de compra e as questoes de mercadorias com o preco medio movel atual. O sistema calcula automaticamente o preco medio movel para cada movimento de mercadorias da seguinte forma: Preco medio movel valor total do estoque / quantidade total do estoque. Quaisquer diferencas do preco da ordem de compra que ocorrem durante o recebimento da fatura sao lancadas diretamente na conta de estoque durante a cobertura de acoes e o sistema determina um novo preco medio movel. Atualmente sendo moderado Como entendi que preco medio movel e atribuido com esse tipo de materiais que adquirir externamente. Porque o preco do material pode ser mudado frequentemente. Preco medio movel continuar a mudar na compra. Ex. ROH Material A Na compra do 1? trimestre em 100 rs por tn (2 tn 200 rs) no 2? trimestre compra em 200rs por tn (2 tn 400 rs) no 3? trimestre compra em 300 rs por tn (2 tn 600 rs) Quantidade total 6 Tn Valor total do estoque 1200 rs Preco medio movel Valor total do estoque / Quantidade total Preco medio movel 200 rs O preco padrao e atualizado por atualizacao padrao de acordo com o calculo de custos padrao conforme BOM. E atribuido com FG amp SFG. Estes sao usados ??para produtos que nao flutuam com frequencia. Total value standard price Total de acoes

How Moving Average Price Is Calculated

How Moving Average Price Is CalculatedComo o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: Medias moveis: quais sao eles Entre os indicadores tecnicos mais populares, as medias moveis sao usadas para medir a direcao da tendencia atual. Cada tipo de media movel (normalmente escrito neste tutorial como MA) e um resultado matematico que e calculado pela media de um numero de pontos de dados passados. Uma vez determinada, a media resultante e entao plotada em um grafico, a fim de permitir que os comerciantes olhar para os dados suavizados, em vez de se concentrar nas flutuacoes do preco do dia-a-dia que sao inerentes a todos os mercados financeiros. A forma mais simples de uma media movel, apropriadamente conhecida como media movel simples (SMA), e calculada tomando-se a media aritmetica de um dado conjunto de valores. Por exemplo, para calcular uma media movel basica de 10 dias, voce adicionaria os precos de fechamento dos ultimos 10 dias e dividiria o resultado por 10. Na Figura 1, a soma dos precos dos ultimos 10 dias (110) e Dividido pelo numero de dias (10) para chegar a media de 10 dias. Se um comerciante deseja ver uma media de 50 dias, em vez disso, o mesmo tipo de calculo seria feito, mas incluiria os precos nos ultimos 50 dias. A media resultante abaixo (11) leva em consideracao os ultimos 10 pontos de dados, a fim de dar aos comerciantes uma ideia de como um ativo e fixado o preco em relacao aos ultimos 10 dias. Talvez voce esteja se perguntando por que os comerciantes tecnicos chamam essa ferramenta de uma media movel e nao apenas uma media regular. A resposta e que, a medida que novos valores se tornam disponiveis, os pontos de dados mais antigos devem ser eliminados do conjunto e novos pontos de dados devem entrar para substitui-los. Assim, o conjunto de dados esta em constante movimento para contabilizar novos dados a medida que se torna disponivel. Esse metodo de calculo garante que apenas as informacoes atuais estao sendo contabilizadas. Na Figura 2, uma vez que o novo valor de 5 e adicionado ao conjunto, a caixa vermelha (representando os ultimos 10 pontos de dados) move-se para a direita eo ultimo valor de 15 e eliminado do calculo. Como o valor relativamente pequeno de 5 substitui o valor alto de 15, voce esperaria ver a media da diminuicao do conjunto de dados, o que faz, nesse caso de 11 para 10. O que as medias moveis parecem uma vez? MA foram calculados, eles sao plotados em um grafico e, em seguida, conectado para criar uma linha media movel. Essas linhas curvas sao comuns nos graficos de comerciantes tecnicos, mas como eles sao usados ??podem variar drasticamente (mais sobre isso mais tarde). Como voce pode ver na Figura 3, e possivel adicionar mais de uma media movel a qualquer grafico ajustando o numero de periodos de tempo usados ??no calculo. Essas linhas curvas podem parecer distrativas ou confusas no inicio, mas voce vai crescer acostumado com eles como o tempo passa. A linha vermelha e simplesmente o preco medio nos ultimos 50 dias, enquanto a linha azul e o preco medio nos ultimos 100 dias. Agora que voce entende o que e uma media movel e como ela se parece, bem introduzir um tipo diferente de media movel e examinar como ele difere da media movel simples mencionada anteriormente. A media movel simples e extremamente popular entre os comerciantes, mas como todos os indicadores tecnicos, tem seus criticos. Muitos individuos argumentam que a utilidade do SMA e limitada porque cada ponto na serie de dados e ponderado o mesmo, independentemente de onde ele ocorre na sequencia. Criticos argumentam que os dados mais recentes sao mais significativos do que os dados mais antigos e devem ter uma maior influencia no resultado final. Em resposta a essa critica, os comerciantes comecaram a dar mais peso aos dados recentes, o que desde entao levou a invencao de varios tipos de novas medias, a mais popular das quais e a media movel exponencial (EMA). Media movel exponencial A media movel exponencial e um tipo de media movel que da mais peso aos precos recentes na tentativa de torna-lo mais responsivo Novas informacoes. Aprender a equacao um pouco complicada para o calculo de um EMA pode ser desnecessario para muitos comerciantes, uma vez que quase todos os pacotes graficos fazer os calculos para voce. No entanto, para voce geeks matematica la fora, aqui esta a equacao EMA: Ao usar a formula para calcular o primeiro ponto da EMA, voce pode notar que nao ha valor disponivel para usar como o EMA anterior. Este pequeno problema pode ser resolvido iniciando o calculo com uma media movel simples e continuando com a formula acima a partir dai. Fornecemos uma planilha de exemplo que inclui exemplos reais de como calcular uma media movel simples e uma media movel exponencial. A diferenca entre o EMA e SMA Agora que voce tem uma melhor compreensao de como o SMA eo EMA sao calculados, vamos dar uma olhada em como essas medias sao diferentes. Ao olhar para o calculo da EMA, voce vai notar que mais enfase e colocada sobre os pontos de dados recentes, tornando-se um tipo de media ponderada. Na Figura 5, o numero de periodos utilizados em cada media e identico (15), mas a EMA responde mais rapidamente a variacao dos precos. Observe como a EMA tem um valor maior quando o preco esta subindo, e cai mais rapido do que o SMA quando o preco esta em declinio. Esta responsividade e a principal razao pela qual muitos comerciantes preferem usar o EMA sobre o SMA. O que significam os diferentes dias As medias moveis sao um indicador totalmente personalizavel, o que significa que o usuario pode escolher livremente o periodo de tempo que desejar ao criar a media. Os periodos de tempo mais comuns utilizados nas medias moveis sao 15, 20, 30, 50, 100 e 200 dias. Quanto menor o intervalo de tempo usado para criar a media, mais sensivel sera as mudancas de precos. Quanto mais tempo o intervalo de tempo, menos sensivel ou mais suavizado, a media sera. Nao ha um frame de tempo certo para usar ao configurar suas medias moveis. A melhor maneira de descobrir qual funciona melhor para voce e experimentar com uma serie de diferentes periodos de tempo ate encontrar um que se adapta a sua estrategia. Medias moveis: como usa-los Subscreva a noticia a usar-se para os insights e a analise os mais atrasados ??Obrigado inscrevendo-se a Investopedia Insights - noticia a usar-se. Moving Preco medio Uso O preco medio movel (MAP) e um procedimento de avaliacao onde o preco de inventario pode Alteracoes resultantes de certas transaccoes comerciais (entradas de mercadorias, compensacao GR / IR com materiais adquiridos externamente e compensacao WIP com materiais fabricados internamente). Pre-requisitos Voce especificou para cada material que seu preco de estoque pode mudar como um preco medio movel. Recursos Com o procedimento de avaliacao MAP, os valores externos das transacoes de negocios sao atribuidos aos objetos de inventario. A quantidade eo valor do recibo do inventario sao adicionados ao inventario existente. Em seguida, um novo MAP e calculado com base na relacao entre a nova quantidade de inventario eo valor de inventario. As receitas de inventario, portanto, afetam o preco. As diferencas de liquidacao sao atribuidas ao inventario. Isso depende da cobertura de estoque. Settlements apenas alterar o valor de inventario, nunca a quantidade de inventario. Assentamentos, portanto, sempre afetam o preco. Os problemas de inventario reduzem o valor do inventario pelo valor do inventario emitido. Se isso resultar em uma nova relacao preco / quantidade, o preco e ajustado em conformidade. Problemas de inventario raramente usam um valor externo, mas sao normalmente avaliados com a relacao valor / quantidade atual do objeto de inventario, ou seja, o preco medio movel atual. Por este motivo, a maioria dos problemas de estoque nao afeta o preco quando o procedimento de preco medio movel e usado. Para manter o preco consistente, o procedimento de avaliacao precisa ser alterado sempre que a transacao comercial encontrar situacoes incomuns ou cobertura de estoque em falta. As seguintes situacoes invulgares sao possiveis: Valor de inventario negativo e quantidade de inventario negativo As quantidades de inventario podem tornar-se negativas se as definicoes do sistema o permitirem. Reversoes de documentos e transacoes Publicacoes de valor puro As lancamentos de valores puros normalmente tem quantidades de base, mas preservam a situacao de quantidade no estoque. Devido aos atrasos de tempo, os lancamentos de valores com quantidades de base elevadas podem encontrar baixas quantidades de estoque. Para proteger os valores de inventario de serem distorcidos nesses casos, e realizada uma verificacao de cobertura de estoque na qual a quantidade da fatura e comparada com a quantidade de estoque atual. Lancamento em um periodo anterior Os lancamentos em um periodo anterior alteram a quantidade, o valor eo preco medio de movimentacao atual, bem como a quantidade, o valor eo preco do estoque do periodo anterior. Hiroshi Watanabe / Getty Images O sistema de negociacao de salto em movimento media usa um prazo curto prazo e uma media movel exponencial unica e troca o preco afastando-se, reverter e, em seguida, rebotando fora da media movel. As medias moveis alisam o preco, de modo que as flutuacoes de curto prazo sao removidas, ea direcao geral e mostrada. Quando o preco experimenta um movimento forte, ele tera uma tendencia a voltar atras para a media movel, mas, em seguida, continuar o movimento original, e e esse salto que e usado pelo sistema de negociacao media movel rebote. A negociacao padrao usa um grafico de barras OHLC (Open, High, Low e Close) de 1 a 5 minutos e uma media movel exponencial de 34 bar do preco tipico (media HLC). Tanto o grafico tempo eo comprimento medio movel exponencial pode ser ajustado para se adequar a diferentes mercados. O tempo de negociacao padrao e quando o mercado e mais ativo, como o europeu aberto que acontece as 8:00 AM Central European Time ou os EUA aberto que acontece as 9:30 AM Eastern Time, ou as 3:30 PM Central European Time . As etapas do tutorial a seguir utilizam o mercado futuro de futuros. Mas exatamente as mesmas etapas devem ser usadas em todos os mercados que voce esta negociando com este comercio. O comercio usado no tutorial e um comercio longo, usando um contrato, com um alvo de 10 ticks e uma perda de stop de 5 ticks. Moving Average - MA BREAKING DOWN Media Movel - MA Como um exemplo de SMA, considere uma seguranca com o Apos os precos de fechamento durante 15 dias: Semana 1 (5 dias) 20, 22, 24, 25, 23 Semana 2 (5 dias) 26, 28, 26, 29, 27 Semana 3 (5 dias) 28, 30, 27, 29 , 28 A MA de 10 dias seria a media dos precos de fechamento para os primeiros 10 dias como o primeiro ponto de dados. O ponto de dados seguinte iria cair o preco mais antigo, adicionar o preco no dia 11 e tomar a media, e assim por diante, como mostrado abaixo. Conforme mencionado anteriormente, MAs atraso acao preco atual, porque eles sao baseados em precos passados ??quanto maior for o periodo de tempo para o MA, maior o atraso. Assim, um MA de 200 dias tera um grau muito maior de atraso do que um MA de 20 dias porque contem precos nos ultimos 200 dias. A duracao da MA a ser utilizada depende dos objetivos de negociacao, com MAs mais curtos usados ??para negociacao de curto prazo e MAs de longo prazo mais adequados para investidores de longo prazo. O MA de 200 dias e amplamente seguido por investidores e comerciantes, com quebras acima e abaixo desta media movel considerada como sinais comerciais importantes. MAs tambem transmitir sinais comerciais importantes por conta propria, ou quando duas medias se cruzam. Um aumento MA indica que a seguranca esta em uma tendencia de alta. Enquanto um declinio MA indica que ele esta em uma tendencia de baixa. Da mesma forma, o impulso ascendente e confirmado com um crossover de alta. Que ocorre quando um MA de curto prazo cruza acima de um MA de longo prazo. Momento descendente e confirmado com um crossover de baixa, que ocorre quando um MA de curto prazo cruza abaixo de um MA de longo prazo.

A Que Horas As Opcoes Fx Expiram

A Que Horas As Opções Fx ExpiramCME Group FX Fixacao Preco Metodologia CME Group racionalizou a sua metodologia de precos FX fixacao para o 9:00 a. m. estilo europeu e 2:00 p. m. estilo americano fixacoes. As opcoes do CME Group FX sao exercidas no vencimento com base no diario para suas opcoes de FX de estilo europeu e americano, mas nos dias de vencimento de opcao (geralmente sextas-feiras), e usado para exercer a libra esterlina, dolar canadense , Euro FX, Iene Japones e Franco suico e opcoes de Dolar Australiano. A metodologia para o calculo do preco de fixacao do CME Group FX e composta por varias sao arredondadas para o total mais proximo (um ponto), conforme definido pela respectiva regra de Incremento de Precos. O intervalo de calculo e de 30 segundos (8:59:30 para 8:59:59 e 1:59:30 para 1:59:59). O Preco Medio Ponderado pelo Volume (VWAP) do contrato de futuros subjacente negociado na CME Globex e calculado e divulgado em tempo real durante os intervalos de 30 segundos que terminam as 9:00 da manha e as 14:00 da tarde. No entanto, se for inferior a tres operacoes no final do intervalo, va para o Nivel 2 para os dados de oferta / solicitacao do CME Globex (portanto, para 2, 1 ou zero transacoes em intervalo de calculo de 30 segundos, aplica-se o Nivel 2). Calcule o ponto medio do spread bid / ask durante os 30 segundos em tempo real. Amostra pelo menos uma vez por segundo (minimo de 30 observacoes). O preco de fixacao do CME Group FX e a media dos pontos medios. Para os contratos liquidos, a maior parte dos precos de fixacao de prazos serao determinados atraves dos procedimentos de Nivel 1. Se nenhum spread bid / ask estiver disponivel durante o intervalo de 30 segundos, aplica-se o Nivel 3. Use o fornecedor de balcao (OTC) contribuiu com taxas spot e pontos forward para calcular futuros sinteticos Se nao houver vendas ou lance e precos de solicitacao durante os intervalos de 30 segundos que precedem 9:00 am e 2:00 pm CT no vencimento De um dos contratos de opcoes de FX de estilo europeu ou estilo americano, a equipe do Exchange derivara o preco de fixacao de moeda do CME Group como um preco de futuros sinteticos de taxas spot de fornecedores de cotacao e pontos de vencimento adequados. Os precos serao exibidos na Merquote e no site do CME Group. O conhecimento do exercicio forcado de todas as opcoes de dinheiro combinado com o abandono forcado automatico de todas as opcoes de at e out of the money permite que a CME Clearing, as empresas de compensacao e os seus clientes prevejam logo apos as 9h e as 2h : 00 pm Tempo central na sexta-feira, que expiracao FX opcoes posicoes serao atribuidas posicoes futuros. Por conseguinte, os clientes / empresas de compensacao saberao proteger ou negociar fora das posicoes de futuros recentemente atribuidas numa altura em que os mercados de futuros e OTC estao abertos e em negociacao. Em relacao as opcoes de FX de estilo europeu do CME Group, o mercado de opcoes OTC FX tambem avalia suas opcoes de expiracao as 9h da manha, horario central de cada dia. Portanto, os participantes do mercado de balcao podem olhar para as suas opcoes combinadas de OTC, futuros e livros de opcoes de futuros estilo europeu ao mesmo tempo e tomar decisoes de negociacao apropriadas. Esta compatibilidade torna as opcoes de FX de estilo europeu do CME Group, em especial, atraentes para os operadores de opcoes de OTC FX.

Custo Padrao Vs Preco Medio Movel

Custo Padrão Vs Preço Médio MóvelCusteio Padrao e Medio O Custo Comparado de Gestao oferece dois metodos de calculo de custos: calculo de custos padrao e calculo de custos medio. Custeio medio e usado principalmente para a distribuicao e outras industrias onde o custo do produto flutua rapidamente, ou quando ditado pela regulamentacao e outras convencoes da industria. O calculo de custo medio permite: valorizar o estoque em um custo medio movel de inventario de faixa e custos de fabricacao sem a exigencia de ter padroes predefinidos determinar margem de lucro com base em um metodo de custo real medir o desempenho das organizacoes contra custos historicos incluir todos os custos diretos de fabricacao de um item Custo de inventario de itens Use o calculo de custos padrao para medicao de desempenho e controle de custos. O custo padrao permite: valorizar o estoque a um custo predeterminado determinar a margem de lucro com base nos custos projetados registrar as variacoes contra os custos esperados atualizar os custos padrao de qualquer tipo de custo avaliar os custos de producao em relacao aos custos padrao medir o desempenho das organizacoes com base nos custos do produto predefinidos avaliar os custos do produto Para auxiliar as decisoes de gerenciamento A tabela a seguir mostra as diferencas funcionais entre custo medio e padrao. Material com Inventario todos os elementos de custo com lista de materiais Material e material indireto com Inventario todos os elementos de custo com contas de materiais Item custos mantidos por classe de custo Custo Nenhum custo compartilhado O custo medio e mantido separadamente em cada organizacao Pode compartilhar custos entre organizacoes quando nao estiver usando o Trabalho em Processo Mantem o custo unitario medio com cada transacao O custo medio movel nao e mantido Contas de avaliacao separadas para cada classe de custo Contas de avaliacao separadas Para cada subinventario e elemento de custo Sem desvios para Transaccoes de Trabalho em Processo Variacoes para Transaccoes de Trabalho em Processo Tabela 1 - 2. Comparacao de Custeio Padrao e Medio No calculo de custos medio, voce nao pode compartilhar custos. Os custos medios sao mantidos separadamente em cada organizacao. No calculo de custos padrao se voce usar o inventario sem trabalho em processo, voce pode definir os custos do item na organizacao que controla seus custos e compartilhar esses custos entre organizacoes. Se voce compartilhar custos padrao em varias organizacoes, todos os relatorios, consultas e processos usam esses custos. Voce nao e obrigado a digitar custos duplicados. Consulte: Janela Parametros da Organizacao e Definicao de Informacoes de Custeio. Nota: A organizacao que controla seus custos pode ser uma organizacao de manufatura que usa Trabalhos em Processo ou Contas de Material. As organizacoes que compartilham custos com a organizacao que controla seus custos nao podem usar Contas de Material. Contas de Avaliacao e Elementos de Custo com Custeio Medio O sistema mantem o custo unitario medio ao nivel da organizacao, nao utiliza quaisquer contas de avaliacao de sub-inventario. Se voce tivesse contas de avaliacao separadas por subinventorio, os estoques totais iriam se equilibrar, mas os saldos de contas por subinventorio nao corresponderiam aos relatorios de avaliacao de estoque. Nota: O Gerenciamento de Custo impoe o mesmo numero de conta para material de nivel organizacional e contas intransitadas. Caso contrario, os saldos dos relatorios de avaliacao de inventario nao sao iguais a soma das transacoes contabeis. Mudando do Custeio Padrao para o Custo Medio Uma vez que as transacoes foram executadas, voce nao pode alterar o metodo de calculo de custos de uma organizacao na janela Parametros da Organizacao no Oracle Inventory. Consulte: Janela Parametros da Organizacao e Definicao de Informacoes de Custeio. Consulte tambemO preco padrao / preco medio movel no mestre de materiais e usado para avaliar / determinar o valor do seu inventario. O preco na ordem de compra e o preco base que voce realmente paga pelo estoque. O preco da ordem de compra deve ser retirado do registro info. Estes podem, por vezes, estar fora de sincronia. Se o material for avaliado a um preco standard, a diferenca entre o preco da ordem de compra e o preco padrao ira para uma conta de diferenca de preco. Se o material for avaliado a um preco medio movel, a diferenca entre o preco da ordem de compra eo preco medio movel NAO ira para uma conta de diferenca de preco. O preco medio movel sera simplesmente ajustado. Usamos uma regra simples de qualquer material adquirido externamente e avaliado a um preco medio movel. Qualquer coisa produzida internamente e colocada em estoque e avaliada a um preco padrao em todas as plantas. Geralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc. sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele ira resultar em valor zero mover preco medio. Note 185961 - Calculo do Preco Medio em Movimento. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoques negativos para materiais transportados na media movel. Avaliacao com Moving Preco medio: No exemplo a seguir, o estoque e avaliado com o preco medio movel. O sistema analisa como a cobertura de estoque e a escassez de acoes afetam os precos. Para obter mais informacoes sobre o preco padrao eo preco medio movel, consulte Controle de precos com e sem os problemas do ledger de materiais com cobertura de estoque Exemplo 1: Cobertura de estoque na entrada de mercadorias 1. No periodo atual, ha um numero de entradas de mercadorias para um material Que e avaliada com o preco medio movel: Entrada de mercadorias 1: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 2: 100 pecas a 1 / pc. Entrada de mercadorias 3: 100 pecas a 1 / pc. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 300 pecas Valor de inventario: 300 Preco medio movel: 1 2. Uma saida de mercadorias ocorre para 180 pecas deste material. Valores de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 120 Preco medio movel: 1 3. Nos recibos de fatura para as entradas de mercadorias acima, o preco da fatura varia de acordo com o preco da ordem de compra em todos os tres casos: 100 pecas a 1,20 / pc. Recibo da factura 2: 100 pecas a 1,20 / pc. Recebimento da factura 3: 100 pecas a 1,20 / pc. Como nos tres casos houve cobertura de estoque adequada no momento do recebimento da fatura (a quantidade do estoque e pelo menos tao grande quanto a quantidade da fatura), as variacoes de preco de todas as tres faturas sao completamente debitadas no estoque. No total, a quantidade de inventario restante e debitada com uma variancia de 60. As ordens individuais nao verificam se a quantidade de inventario restante tambem e debitada por outras ordens Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 120 pecas Valor de inventario: 180 Preco medio movel : 1.50 O resultado e um preco de avaliacao excessivamente alto para o estoque de material e subsequente consumo de material, uma vez que todos os desvios de preco das diversas entradas de mercadorias entraram no preco. Exemplo 2: Cobertura de acoes na liquidacao de ordens Durante a liquidacao de desvios em ordens de producao, o sistema verifica se existe uma cobertura de estoque correspondente para o respectivo material. Se varias ordens de producao foram concluidas durante um periodo eo estoque de material no final do periodo e menor do que a soma das receitas das ordens de producao, as desvios de todas as ordens de producao sao alocadas ao estoque de material, assumindo uma cobertura de estoque adequada. As encomendas individuais nao verificam se o inventario final do periodo ja foi debitado com desvios de outra ordem. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias num periodo e entregue ao stock a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD Ha apenas 1 peca deixada no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. Cada ordem de producao individual verifica a cobertura de estoque e determina que as variacoes podem ser lancadas completamente em estoque. Dados de avaliacao do material no final do periodo: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 200 USD Preco medio movel: 200 USD O inventario final de 1 peca e debitado por 100 eo preco medio movel do material FERT torna-se 200. Assim, Inventario de material e carregado com variacoes que didnt mesmo causar, resultando em um preco irrealista. O consumo subsequente tambem e avaliado usando esse preco inflacionado. O valor do estoque de material ja nao reflete o custo real dos bens fabricados. O sistema reage de forma diferente se descobrir uma escassez de estoque. Problemas com falta de estoque Exemplo 3: Falta de estoque no recebimento da nota fiscal Se o valor faturado de um material adquirido externamente for menor que o valor com o qual a entrada de mercadorias e avaliada, o recibo da nota fiscal deve corrigir o preco do material reduzindo o valor do estoque de material . Se, no entanto, houver falta de estoque no momento do recibo da fatura, o valor da acao e reduzido apenas proporcionalmente, o valor restante e lancado na conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira. Exemplo 4: Escassez de estoque no recebimento da mercadoria para a ordem: 1. Uma peca de material FERT e produzida por dia durante 10 dias em um periodo e entregue ao estoque a um preco de 100. Dados de avaliacao para o material: Quantidade de estoque: 10 pecas Valor de inventario: 100 USD Preco medio movel: 10 USD 2. Existe 1 peca no estoque de material no final do periodo. Uma variancia de 10 e calculada para cada ordem de producao. As variacoes de uma ordem de fabricacao, 100 USD, devem ser liquidadas com um tamanho de lote de 10 pecas. Existe apenas 1 peca do material em estoque. Assim, o estoque de material e apenas parcialmente debitado (com 10 USD). Dados de avaliacao para o material: Quantidade de inventario: 1 peca Valor de inventario: 20 USD Preco medio movel: 20DM Conta de diferenca de preco: 90 USD Nenhuma entrada de mercadorias para a ordem: Se os desvios foram calculados para uma ordem de fabricacao em um periodo, As entradas de mercadorias para essa ordem nesse periodo (como com os custos de acompanhamento), a totalidade dessas variacoes sao lancadas na conta de diferenca de preco. Aqui, nao se pode garantir que o valor do estoque de material reflete a posicao real. SAP FICO Formacao Online www.21cssindia / cursos / sap-fi-co-online-formacao-40 314331363135 3137313530743137 SAP FICO Formacao. SAP FICO Formacao Online, SAP FICO Corporate Training, Melhor Formacao SAP FICO. Especialista SAP FICO Formacao, Melhor SAP FICO Online. Cursos em Solucoes de Software do Seculo XXI Treinamento on-line da Talend - Treinamento on-line da IBM - Treinamento on-line IBM Unica - Treinamento on-line Siteminder - Treinamento on-line do SharePoint - Treinamento Online da Informatica - Treinamento Online da SalesForce - Muitos more8230 / Cursos Foi muito bom artigo e util para sap aprendizes. Estamos tambem fornecendo cursos de sap treinamento on-line nosso lider global Cubtraining no fornecimento de cursos de sap. Foi realmente um bom artigo e fiquei muito impressionado com a leitura deste artigo tambem estamos dando todos os cursos de software de formacao on-line. O Sap FICO Online Training e um dos principais institutos de formacao on-line do mundo. Eu estava lendo seu blog esta manha e notei que voce tem uma pagina de recursos incriveis. Eu realmente tenho um blog semelhante que pode ser util ou util para o seu publico. Muito bom post. Eu apenas vim atraves de seu local e quis dizer que I8217ve apreciou realmente ler suas mensagens. Em qualquer caso I8217ll estar assinando a sua alimentacao e espero que voce vai manter uma boa workCheerGenerally todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA) etc sao atribuidos como preco medio movel (MAP) por causa do Contabilistica de avaliar com precisao o inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota OSS 81682 8211 Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que o preco de Entrada de Mercadorias, ele resultara em preco medio movel de preco zero. Nota OSS 185961 8211 Calculo do preco medio movel. 88320 8211 Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Geralmente, todas as materias-primas (ROH), pecas sobressalentes (ERSA), mercadorias negociadas (HAWA), etc., sao atribuidas como preco medio movel (MAP) devido a pratica contabil de avaliar com precisao O inventario de tais materiais. Estes materiais estao sujeitos as flutuacoes do preco de compra em uma base regular. A empresa geralmente usa a media movel em materiais comprados com pequenas flutuacoes de custos. E mais apropriado quando o item e facilmente obtido. O impacto nas margens e minimizado, o que reduz a necessidade de analise de variancia. Alem disso, o esforco administrativo e baixo, pois nao ha estimativas de custo para manter. O custo reflete variacoes, que estao mais proximas dos custos reais. Os produtos semi-acabados (HALB) e os produtos acabados (FERT) sao avaliados com o preco padrao devido ao angulo de calculo do custo do produto. Se estes fossem controlados pelo MAP, entao a avaliacao do produto acabado / semi-acabado flutuaria devido a erros de entrada de dados durante o refluxo de material e trabalho, ineficiencias de producao (custo mais alto) ou eficiencias (custo mais baixo). Esta nao e uma pratica padrao de contabilidade e calculo de custos. Consulte a nota OSS 81682 - Pr. Contr. V para produtos semi-acabados e acabados. A SAP recomenda que o preco padrao seja usado para FERT e HALB. Se o preco real e necessario para a avaliacao, faca uso das funcoes do ledger material onde um preco real periodico e criado que e mais realista. por exemplo. Como SAP calcualte o preco medio movel Entrada de Mercadorias para Pedido de Compra Saldo em quantidade de mao Quantidade de Recebimentos de mercadorias Saldo em valor de mao Valor de Entrada de Mercadorias Novo Preco Medio de Movimentacao Valor Total / Quantidade Total Recibo de Fatura para Ordem de Compra Preco de factura mais Valor de compra preco adicional add A Saldo em valor de mao entao dividido por Saldo em quantidade de mao O preco de factura menos que a diferenca de preco de Ordem de Compra e deduzido do Saldo em valor de mao (ate 0). O resto do valor se tornara variacao de preco. Isso resultara em Saldo em valor de mao e zero enquanto ha Saldo em quantidade de mao. Se o valor do Saldo em mao for suficiente para deduzir, o valor remanescente sera dividido pelo Saldo na quantidade de mao. Quando seu preco de Emissao de Mercadorias e constantemente maior que seu preco de Entrada de Mercadorias. Ele resultara em valor zero movendo price. OSS media nota 185961 - Moving Average Price Calculo. 88320 - Variacoes fortes na criacao de preco medio movel. Nunca permita estoques negativos para materiais transportados na media movel. (C) www. gotothings Todo o material neste site e Copyright. Todos os esforcos sao feitos para garantir a integridade do conteudo. As informacoes usadas neste site sao por sua conta e risco. Todos os nomes de produtos sao marcas registradas de suas respectivas empresas. O site www. gotothings nao esta afiliado a SAP AG. Qualquer copia nao autorizada ou espelhamento e proibida. Controle de preco com e sem o ledger de materiais Uso Como os materiais sao avaliados no sistema SAP essencialmente depende do controle de precos que foi definido para o material no mestre de materiais. Voce pode escolher entre uma avaliacao ao preco padrao (preco S) ou ao preco medio movel (preco V). Ao usar o Material Ledger, voce tem a possibilidade de combinar as vantagens do controle de preco padrao e controle de preco medio movel. Para obter mais informacoes, consulte Controle de preco e Determinacao de preco de material. Preco padrao versus preco medio movel Com o controle de preco medio movel, um novo preco de material e calculado apos cada entrada de mercadorias, recebimento de faturas e / ou liquidacao de pedidos. Este preco de material e um valor medio calculado a partir do valor total do inventario e da quantidade total do material em estoque. Com o controle de preco padrao, os movimentos de mercadorias sao avaliados com um preco que permanece constante por pelo menos um periodo. O preco padrao atribuido a um material e geralmente o resultado de uma estimativa de custo padrao. A principal diferenca entre os dois procedimentos de avaliacao e que o preco medio movel representa um preco entregue corrente, enquanto o preco padrao e baseado em valores planejados e nao em valores reais. As diferencas entre o preco planejado e os precos reais nao sao atribuidas ao estoque material da Contabilidade financeira, mas sao atribuidas a uma conta de diferenca de preco. Ao usar o preco medio movel, no entanto, o valor do estoque de material na Contabilidade financeira pode refletir os precos realmente incorridos. O preco medio movel tem suas desvantagens, entretanto, em muitas situacoes. Estas situacoes serao discutidas em maior detalhe no texto que se segue. Use o componente Calculo de custo real / ledger de materiais para garantir um metodo de gerenciamento de custos que usa os dados mais atuais para calcular seus custos de materiais reais. Voce pode usar esse componente para calcular um preco medio no final do periodo usando os custos reais incorridos nesse periodo. Voce pode entao usar esse preco medio para avaliar o estoque material no periodo em questao. O preco padrao e usado para avaliacao de material preliminar no componente Calculo de Custo Real / Material Ledger (consulte tambem Calculo de Custo Real / Ledger de Material). No texto a seguir, os problemas que poderiam resultar da avaliacao de materiais com o preco medio movel sao ilustrados em conjunto com uma comparacao de vantagens e desvantagens de ambos os metodos de controle de precos. Voce pode evitar os problemas que surgem ao usar o preco padrao para avaliacao de material usando o componente Calculo de custo real / Ledger de materiais. Alem disso, havera algumas recomendacoes da SAP sobre qual controle de precos usar. Vantagens do Preco Padrao Ao usar o preco padrao, todos os movimentos de mercadorias de um material sao avaliados com o mesmo preco durante pelo menos um periodo. Portanto, o preco padrao garante gerenciamento de custos consistente do processo de producao e torna os desvios dentro da producao transparente. Um preco periodico (preco padrao) e especialmente util quando se trabalha com gerenciamento de custos por periodo. O preco padrao tambem pode ser usado como um benchmark pelo qual voce pode medir diferentes metodos de producao, ou comparar as margens de contribuicao de um material em diferentes segmentos de mercado na Analise de Lucro. Desvantagens do Preco Padrao Como o preco padrao e mantido constante por um periodo inteiro, ele nao reflete os custos reais incorridos durante o periodo. Isso pode levar a precos de avaliacao inexatos de materiais cujos precos de aquisicao mudam muito ao longo de um periodo ou cujo metodo de producao muda dentro de um periodo. Esse problema aumenta na producao multinivel com cada nova etapa de producao. Isso significa que os custos do produto acabado podem nao refletir os dados mais recentes. O valor do estoque de material nao reflete os custos de aquisicao atuais, uma vez que os desvios do preco padrao sao coletados em uma conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira e nao conduzem a uma correcao da conta de estoque de material. As variacoes coletadas na conta de diferenca de preco nao podem mais ser atribuidas ao material individual. Se voce usar a avaliacao dividida para materiais, observe que voce so pode liberar o preco do material no nivel de cabecalho de um material (nao no nivel do tipo de avaliacao) ao calcular um preco de material no Planejamento de custos do produto. Vantagens do preco medio movel A vantagem de usar o preco medio movel e que as variacoes que ocorrem tanto para materiais produzidos internamente quanto para materiais adquiridos externamente causam uma atualizacao no preco do material e no valor do estoque de material. Como o preco do material reflete o custo medio de aquisicao de um material, questoes importantes podem, em principio, ser avaliadas com o preco atual. Somente em casos especiais sao desvios atribuidos a uma conta de diferenca de preco na Contabilidade financeira e nao ao estoque de material. As vantagens do preco medio movel sao vistas somente se: voce esta olhando para os dados de avaliacao de material no nivel de producao mais baixo todas as desvios ocorrem imediatamente o preco do material nao e distorcido pela sequencia de postagens pelo sistema. Desvantagens do preco medio movel A principal desvantagem do uso do preco medio movel e que o preco usado para avaliar um consumo de material e quase completamente dependente do momento em que a saida de mercadorias e lancada no sistema. Se, por exemplo, um recibo de fatura e lancado no sistema depois que uma saida de mercadorias foi inserida, esse valor de fatura nao e refletido no valor do material emitido. O material, portanto, nao e avaliado com seu custo de aquisicao real. O preco medio movel tambem faz pouco para garantir uma gestao de custos consistente do seu processo de producao. O efeito das mudancas no processo de producao, por exemplo, nao sao reconheciveis no produto acabado e comparar resultados de diferentes areas na Analise de Lucratividade nao e realmente significativo por falta de um benchmark. O facto de o preco medio movel nao depender do periodo tambem pode levar a uma avaliacao material incorrecta, uma vez que os movimentos de mercadorias registados num periodo anterior nao sao avaliados com o preco a partir desse periodo, mas sim com o preco medio movel actual. Outro problema com o preco medio movel e que qualquer erro ao inserir dados pode causar mudancas imediatas e indesejadas no preco do material. Quaisquer questoes de mercadorias enviadas apos este erro serao avaliadas imediatamente com este preco de material incorreto. Em particular, o preco medio movel pode levar a precos de materiais nao realistas em casos de producao em varios niveis ou quando existem variacoes que nao aparecem imediatamente. Tais precos irrealistas ocorrem, por exemplo, quando, no contexto da cobertura de acoes, ocorre um ajuste subsequente ao estoque de material usando uma quantidade de base incorreta. Para obter mais informacoes, consulte Avaliacao com o preco medio movel. Controle de preco com o Ledger de materiais Ao usar o componente de aplicacao Calculo de custos reais / Ledger de materiais. Voce so usa o preco padrao como um preco de avaliacao preliminar no periodo atual. No final do periodo, voce pode usar esse componente para calcular um preco medio do material usando os custos reais incorridos nesse periodo. Voce pode entao usar esse preco medio para avaliar o estoque material no periodo em questao. Calculo de custos reais / ledger de materiais. Portanto, combina as vantagens do controle de precos usando o preco padrao eo preco medio movel. Se voce usar o Calculo de custo real / Ledger de materiais, voce tambem deve usar o controle de preco padrao de materias-primas e mercadorias comerciais para garantir o gerenciamento de custos consistente de seu processo de producao. Somente desta forma sao variancias completamente transparentes dentro da producao Voce pode encontrar mais informacoes sobre as metas de calculo de custos reais / ledger de materiais em calculo de custos reais / ledger de materiais. Controle de precos sem o ledger de materiais O exemplo a seguir representa lancamentos na Contabilidade financeira resultantes de uma entrada de mercadorias ou de um recibo de fatura, pelo que o preco da fatura varia de acordo com o preco da ordem de compra do material. No primeiro exemplo, os lancamentos ocorrem para um material avaliado com o preco padrao no segundo exemplo, o material e avaliado com o preco medio movel: nestes exemplos, fica claro que o valor do material eo preco do material refletem os custos de aquisicao de Um material com uma avaliacao ao preco medio movel, enquanto que esses custos reais nao sao refletidos em uma avaliacao ao preco padrao. Uma avaliacao a preco normal nao considera as variacoes de precos ou as alteracoes nos metodos de producao durante o periodo. As desvios entre o preco normal e os custos reais de aquisicao / fabrico sao recolhidos numa conta de diferencas de precos na Contabilidade financeira e nao podem ser atribuidos aos materiais individuais por mais tempo. O preco medio movel, portanto, e mais util se voce quiser que seus valores de estoque de materiais e precos de materiais reflitam os dados mais atualizados. O preco medio movel parece vantajoso principalmente no exemplo acima, porque o material e adquirido externamente eo exemplo preso a uma perspectiva de nivel unico. Ao lidar com materiais produzidos internamente e ao analisar dados de avaliacao em uma base multinivel, o preco medio movel mostra suas limitacoes, pois pode levar a precos irrealistas para produtos semi-acabados e acabados. No caso de producao multinivel, o produto acabado nao pode ser avaliado com os precos reais mais atuais, ja que o preco real do produto semi-acabado e primeiro calculado no final do periodo apos a liquidacao da ordem de fabricacao. Assim, quaisquer erros de avaliacao crescem a medida que o processo de producao fica mais longo. Exemplo 1 Nestes exemplos, fica claro que o valor de estoque de material eo preco de material refletem os custos de aquisicao de um material com uma avaliacao a preco medio movel, ao passo que esses custos reais nao sao refletidos em uma avaliacao a preco padrao. Uma avaliacao a preco normal nao considera as variacoes de precos ou as alteracoes nos metodos de producao durante o periodo. As desvios entre o preco normal e os custos reais de aquisicao / fabrico sao recolhidos numa conta de diferencas de precos na Contabilidade financeira e nao podem ser atribuidos aos materiais individuais por mais tempo. O preco medio movel, portanto, e mais util se voce quiser que seus valores de estoque de materiais e precos de materiais reflitam os dados mais atualizados. O preco medio movel parece vantajoso principalmente no exemplo acima, porque o material e adquirido externamente eo exemplo preso a uma perspectiva de nivel unico. Ao lidar com materiais produzidos internamente e ao analisar dados de avaliacao em uma base multinivel, o preco medio movel mostra suas limitacoes, pois pode levar a precos irrealistas para produtos semi-acabados e acabados. No caso de producao multinivel, o produto acabado nao pode ser avaliado com os precos reais mais atuais, ja que o preco real do produto semi-acabado e primeiro calculado no final do periodo apos a liquidacao da ordem de fabricacao. Assim, qualquer erro de avaliacao cresce a medida que o processo de producao fica mais longo. Exemplo 2 Nestes exemplos, fica claro que o valor de estoque de material eo preco de material refletem os custos de aquisicao de um material com uma avaliacao a preco medio movel, ao passo que esses custos reais nao sao refletidos em uma avaliacao a preco padrao. Uma avaliacao a preco normal nao considera as variacoes de precos ou as alteracoes nos metodos de producao durante o periodo. As desvios entre o preco normal e os custos reais de aquisicao / fabrico sao recolhidos numa conta de diferencas de precos na Contabilidade financeira e nao podem ser atribuidos a cada um dos materiais por mais tempo. O preco medio movel, portanto, e mais util se voce quiser que seus valores de estoque de materiais e precos de materiais reflitam os dados mais atualizados. O preco medio movel parece vantajoso principalmente no exemplo acima, porque o material e adquirido externamente eo exemplo preso a uma perspectiva de nivel unico. Ao lidar com materiais produzidos internamente e ao analisar dados de avaliacao em uma base multinivel, o preco medio movel mostra suas limitacoes, pois pode levar a precos irrealistas para produtos semi-acabados e acabados. No caso de producao multinivel, o produto acabado nao pode ser avaliado com os precos reais mais atuais, ja que o preco real do produto semi-acabado e primeiro calculado no final do periodo apos a liquidacao da ordem de fabricacao. Assim, qualquer erro de avaliacao cresce a medida que o processo de producao fica mais longo. Resultado Os problemas descritos acima mostram que o preco medio movel, apesar das suas vantagens, pode levar a problemas. Em particular, o preco medio movel pode causar avaliacoes irreais do inventario de materiais quando os materiais sao produzidos internamente ou quando as variacoes nao aparecem imediatamente. Por outro lado, o preco padrao nao leva em conta quaisquer custos reais de aquisicao, o que pode ser um problema, por exemplo, com materiais adquiridos externamente com precos altamente variaveis. Por estas razoes, a SAP recomenda o uso do preco medio movel apenas para as materias-primas e para o comercio de mercadorias. O preco padrao deve ser usado para produtos semi-acabados e acabados.

How To Calculate Moving Average Price In Sap

How To Calculate Moving Average Price In SapComo o SAP calcula o preco medio movel (MAP) do mestre de materiais Se um material estiver sujeito ao controle de preco medio movel, o sistema SAP calculara os valores para os movimentos de mercadorias da seguinte maneira. Nova Quantidade Velha Valor Quantidade de Recibo Novo Valor Valor Antigo (Quantidade de Recebimento (Preco de Recebimento / Unidade de Preco de Recibo)) Novo Preco de MAP (Novo Valor / Nova Quantidade) Unidade de preco no Mestre de Materiais Veja os exemplos a seguir para melhor compreensao. Comece com um material com MAP de 10,00, PO 100 pecas a 10 / pc. 1. Primeira entrada de mercadorias A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 10 / pc. 100 A entrada de compensacao e lancada na conta de compensacao GR / IR. Dr. estoque conta 100 Cr. Conta de compensacao GR / IR 100 Quantidade total de acoes 10, Valor total 100, MAP 10,00 2. Segunda entrada de mercadorias O preco na ordem de compra e alterado para 12,00 / pc. Em vez de 10,00 / pc. A conta de estoque sera lancada com o valor do recibo com base no preco da ordem de compra alterada. Quantidade entregue PO preco 10 pecas 12 / pc. 120 Dr. Stock Account 120 Cr. Conta de Compensacao GR / IR 120 Uma vez que o preco na ordem de compra e diferente do preco medio movel atual no mestre de materiais, assim, o preco medio movel e alterado para 11,00 Quantidade total de acoes 20, Valor total 220, MAP 11,00 3. Reversao de Entrada de Mercadorias A conta de estoque E creditado com o valor medio de recebimento. Quantidade (Valor da entrada de mercadorias / Quantidade da entrada de mercadorias) 10 pcs (220/20 pcs) 110 Conta de compensacao Dr. GR / IR 110 Cr. Conta Stock 110 Quantidade total de acoes 10, Valor total 110, MAP 11,00 10 pecas a 12,00 / pc. 120.00 Dr. Stock Conta 10 Dr. GR / IR Conta de compensacao 110 Cr. Calculo de valor Quando um material esta sujeito a um controle de preco medio movel, o sistema calcula valores para movimentos de mercadorias da seguinte maneira: Preco medio movel: Calculo de valor para Mais informacoes e exemplos de lancamentos e calculos de valor para materiais sujeitos a controle de preco medio movel, consulte: Controle de preco com e sem o Ledger de materiais Uso Como os materiais sao avaliados no sistema SAP depende essencialmente do controle de precos estabelecido para o material em O mestre de materiais. Voce pode escolher entre uma avaliacao ao preco padrao (preco S) ou ao preco medio movel (preco V). Ao usar o Material Ledger, voce tem a possibilidade de combinar as vantagens do controle de preco padrao e controle de preco medio movel. Para obter mais informacoes, consulte Controle de preco e Determinacao de preco de material. Preco padrao versus preco medio movel Com o controle de preco medio movel, um novo preco de material e calculado apos cada entrada de mercadorias, recebimento de faturas e / ou liquidacao de pedidos. Este preco de material e um valor medio calculado a partir do valor total do inventario e da quantidade total do material em estoque. Com o controle de preco padrao, os movimentos de mercadorias sao avaliados com um preco que permanece constante por pelo menos um periodo. O preco padrao atribuido a um material e geralmente o resultado de uma estimativa de custo padrao. A principal diferenca entre os dois procedimentos de avaliacao e que o preco medio movel representa um preco entregue corrente, enquanto o preco padrao e baseado em valores planejados e nao em valores reais. As diferencas entre o preco planejado e os precos reais nao sao atribuidas ao estoque material da Contabilidade financeira, mas sao atribuidas a uma conta de diferenca de preco. Ao usar o preco medio movel, no entanto, o valor do estoque de material na Contabilidade financeira pode refletir os precos realmente incorridos. O preco medio movel tem suas desvantagens, entretanto, em muitas situacoes. Estas situacoes serao discutidas em maior detalhe no texto que se segue. Use o componente Calculo d